Eu vivo para isto

Se há coisa que, às vezes, gosto de ver são os nossos telejornais deprimentes e chegar à conclusão que vão buscar os temas para as reportagens ao OLX e ao Custo Justo.
Ora vejamos, reza a história no telejornal da TVI de ontem que uma badalhoca vendeu um telemóvel através das redes sociais mas que a sua inteligência era pouca, esgotando-se quando clicou em "submeter anúncio" e não se lembrou de formatar o equipamento. Vai daí, que o gajo que lho comprou, que devia ser de Olhão porque teve um grande olho para o negócio, aproveitou-se do facto de haver imagens comprometedoramente badalhocas e vai de lhe pedir favores de cariz sexual.

Claro que a moça, choninhas, em vez de fazer o favor de, quiçá, um broche ou uma punhetazinha ao moço foi fazer queixinhas à polícia que o deteve logo de seguida. Desde quando é que uma pessoa é detida por pedir favores? É que se isto pega moda eu nunca mais peço favores a ninguém, senão um dia destes, vou parar à pildra juntamente com toda a população portuguesa que adora pedinchar.
Como se isto não bastasse, a jornalista que estava a narrar a reportagem encaixa ali no meio a melhor frase de sempre "o caso já se vinha a arrastar". Nota-se, à légua, que esta jornalista é uma brincalhona nas horas livres e que gosta de meter o seu dedo (ou a mão inteira) de humor subtilmente nos seus textos.

A juíza deveria deter a rapariga que vendeu o telemóvel pois devia ser proibido andar na rua sem um cérebro minimamente funcional. Já ao moço daria uma medalha por boa educação, por ter a honestidade e humildade de admitir que não consegue autosatisfazer-se e ter tido a coragem de pedir um favor. Tanta campanha sobre a impotência ter cura basta procurar ajuda e quando, finalmente, aparece um gajo pedir ajuda para levantar o marsápio é enxovalhado. Este País vai bonito, vai!

10 comentários:

  1. Adoro o teu estilo de escrita, fazes lembrar as crónicas do Ricardo Araújo Pereira :P Mas é deprimente esses serem os assuntos falados no telejornal quando há casos bem mais graves que deveriam ser muito mais criticados e não o são.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E imprensa só aborda o que lhe interesse e acredito que haja jornalistas que querem expor outros assuntos mas rapidamente são abafados... é a sociedade que temos.

      Eliminar
  2. Mas isso passou na televisão? Ai oh pá que Portugal vai de mal a pior...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Passou, passou.
      Olha aqui: http://tviplayer.iol.pt/programa/jornal-das-8/53c6b3903004dc006243d0cf/video/56e345440cf221dcc3d0f531
      minuto: 45:38 lol

      Eliminar
  3. Ahahahahahahahaha
    Nunca percebi muito bem essa de andar com fotos de cariz coiso no telefone mas pronto, o defeito deve ser meu.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ela até podia ter fotos badalhocas mas o truque é nunca ter de corpo+cara completo. Porque dá sempre para dar a dica que foi enviado na brincadeira e que não é a pessoa xD

      Eliminar

Opina aqui qualquer coisinha!