Agente piadolas

Eram 23h30 de um quinta-feira gelada de Fevereiro. Estava a sair do trabalho e sou mandada parar numa operação stop junto a uma rotunda. Para além de ser difícil encostar numa rotunda porque aquela treta é redonda pergunto-me quem é que faz uma operação stop à procura de bêbados às onze e tal da noite de uma quinta feira quando estamos a meio do mês e o pessoal está demasiado teso para se embebedar?! Adiante.
De repente lembrei-me que ando há coisa de um mês com o pisca do lado direito fundido e que ia ser multada por causa disso. Pensei meter prego a fundo e fugir mas depois, possivelmente, iam dar comigo cinco metros mais à frente parada. Porque está frio e o carro é um bocado podre para aguentar cenas à too fast too furious.

Encosto o carro e o xôr Agente pede-me os documentos e desaparece deixando-me ali com um cacho de bananas no banco do pendura ao frio. Regressa uns cinco minutos depois e pergunta-me se bebi alguma coisa, digo-lhe que não até porque tinha acabado de sair do trabalho. Perguntou-me se me importava de o acompanhar para ir soprar ao balão. Abri logo a porta do carro toda contente e disse-lhe que não tinha problema até porque nunca tinha soprado e deveria ser uma coisa engraçada. Acho que foi aí que ele pensou que me tinha apanhado e que eu estava mesmo sob o efeito de alguma substância com mais de 10 graus.
Saí do carro e deixei as bananas no banco do pendura ao frio. Soprei no balão e notei que ele ficou desiludido com os 0.000000 que o aparelhómetro mostrou. No entanto, senti-me na obrigação de o informar que se tivesse bebido um bagaçinho com este frio só me tinha feito bem. Riu-se e disse que era bem verdade, os colegas riram-se e disseram que realmente não tinha sentido nenhum mandar parar uma menina com este frio.

Entrei no carro e segui caminho. Vim a bater o dente até casa porque a sofagem do twingo não funciona e tenho de ter uma janela aberta para o vidro não embaciar mas valeu a pena tendo em conta que há uns dias publiquei um post a dizer que nunca me mandavam parar nas operações stops. Não só o Universo fez-me a vontade como colocou naquela rotunda não um, não dois, mas sim, oito polícias novos, giros e engraçados. Valeu a pena, eu e as minhas bananas, quase termos entrado em hipotermia.

9 comentários:

  1. hahaha
    eu digo sempre que bebi, quando sou parado nas operações stop!

    ResponderEliminar
  2. Fazias como o outro, em vez de soprar, bebias eheheheh

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eina pá. Daquilo que me foste lembrar. Esse gajo deu-me horas de riso intermináveis.

      Eliminar
  3. Tenho uma teoria que os agentes são atraídos por chassos. Não escapava a nenhuma operação STOP nos cinco anos que conduzi um polo de 92. Nos últimos 8 anos, só aconteceu uma vez. Tenho saudades de soprar o balão :'(

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas olha que eu nunca sou mandada parar. Tanto que da penúltima vez eu parei sem me mandarem parar xD mandaram-me logo por a circular lol

      Eliminar
  4. Já me aconteceu uma situação semelhante... Ser mandada parar no pino do Inverno, soprar balão e trinta por uma linha.. E o agente mandar-me embora por "estar desagasalhada" (apesar de ter tanta roupa em cima que quase só se viam os olhinhos). Gosto de ver a preocupação da PSP com a saúde das meninas que circulam à noite!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Assim até dá gosto de ser mandada parar :)
      Gosto pelo preocupação e quando eles são todos giros. Ai sou tão depravada fdx lol

      Eliminar
  5. 'deixei as bananas ao frio no banco do pendura...' já choro de tanto conter o riso no escritório

    ResponderEliminar

Opina aqui qualquer coisinha!