Mais uma facada cinematográfica

E foi na madrugada de 29 de Janeiro que eu pensei pela primeira vez em pôr termo à vida depois de ter a triste ideia de ver um filme altamente aclamado internacionalmente como a masterpiece do ano, de seu nome Birdman, ou em bom português: Como perder a vontade de viver em 119 minutos.
Eu já desconfiava que era uma labrega e que não percebia peva da Sétima Arte mas se aquilo é uma masterpiece eu sou uma Einstein da matemática. Nunca me senti tão enganada na vida (excepto, talvez, quando me disseram que levar no cú não doía) ao achar que lá por ter um grande elenco e paletes de nomeações que iria sair dali um grande filme!
Foi ali pelo minuto trinta que comecei a ter palpitações. Cinco minutos mais tarde um ataque de pânico ao olhar para o contador e ver que ainda faltava tanto tempo para o fim. Agarrei num gato e apertei-o para ver se ele me arranhava e, talvez, me conseguisse fazer sentir algo mais do que uma angústia interminável mas o gato era gordo e só se peidou, pelo menos fez-me rir.
Entre o filme todo não sei o que achei pior, se os longos planos a filmarem paredes (??), se os guiões que dão vontade de tomar um comprimido de cianeto ou se o som de fundo de uma bateria a tocar jazz em que só me dava vontade de arrancar os olhos ao baterista com as baquetas. A única coisa que ainda salvou a honra do convento foi a erecção do Edward Norton (porque tem sempre piada um gajo de tenda armada) e o momento em que a cinco minutos do fim eu desliguei a televisão.
Eu cá gostava de saber quem é que me vai compensar pelas duas horas de vida que perdi...

18 comentários:

  1. Respostas
    1. Também nã gostaste? Comigo não foi bem o não gostar, foi que aquilo era uma merda tão grande que eu só queria que algo me acabasse com o sofrimento.

      Eliminar
  2. Um filme a ver portanto... :P
    A ver se tomo nota na agende para o resto do ano, "não ver Birdman"!!
    Não há mamas, nem nada ? ...e não me refiro às do Edward Norton! Falo de mamas de mulheres?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Haver mamas há, mas estão cobertas taditas. Se gostas de filmes, longos, chatos, daqueles que chegas a meio e vês que é tão chato que perdeste o fio à meada aconselho :D

      Eliminar
  3. foda-se finalmente alguém que me compreende! foi o dinheiro mais mal gasto de sempre... ou o pessoal é demasiado intelectual para mim ou o problema é meu, certezinha!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Deus é grande. Alguém que me entende. Agora é que eu vejo que os Oscares, Baftas, Festivais de Cannes e afins têm muitas cunhas.

      Eliminar
  4. Respostas
    1. Não percas tempo. Olha vale mais a pena dormir.

      Eliminar
  5. Está decidido! Esse não vale a pena ver...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se sofreres de insónias é bom. Ajuda-te a dormir.

      Eliminar
  6. É castigo por andares a ver filmes pirateados em vez de os ires ver ao cinema!
    Mas agora a sério... não devo ver, então? É melhor gastar o meu rico dinheirinho em drogas ou, na loucura, noutro filme qualquer?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas quem é que aqui viu um filme pirateado? Eu aluguei dos Torresmos, peço desculpa. Há quem goste do estilo, eu simplesmente achei aquilo demasiado (falta-me a palavra em português) self-centered. Tudo muito Eu-eu-eu-eu. E diálogos parvos. Olha gostei mais de ver a Ovelha Choné. Mas se queres gastar €€€ gasta em porno nunca desilude xD

      Eliminar
    2. Porno nunca desilude??? Tens que me dizer que sites andas a ver!!

      Eliminar
    3. O meu. Estou a brincar, não faço disso que é super nojento. Também estou a brincar lol.

      Eliminar
  7. ...pelas duas horas de vida que perdeste e pela largura de banda que gastaste :D não estava a pensar vê-lo mas depois de ler o teu post não vou vê-lo de *certeza* absoluta lol

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não vejas, porque não vale mesmo a pena :D, é MESMO chato!

      Eliminar
  8. Fiquei com curiosidade em ler aqui. Já te tinha (adoro esta cacofonia) lido lá no grupo de cinema. ;)

    ResponderEliminar
  9. Estou contigo! Não achei piada ao filme, e achei claramente um exagero tanta nomeação. Não vale o hype!

    ResponderEliminar

Opina aqui qualquer coisinha!