As lombas no meu caminho

Junto ao meu trabalho foram instaladas umas belas lombas de cimento que acredito que a principal causa de implementação terá a ver com o facto de (às vezes) lá ir um ou outro transeunte a voar uns quantos metros. As pessoas vivem na urgência de andarem sempre a correr e tal é imperdoável, excepto no meu caso. Porque enquanto a maioria das pessoas corre para chegar a um sítio eu corro para sair de um e logo aí se vê claramente que eu tenho razão nisto e tenho desculpa de (às vezes) ir a uma velocidade superior à permitida por lei.
Isto para partilhar com vocês que as lombas são de tal maneira gigantes e recentes que me esqueço que elas existem e cada regresso a casa é como uma montanha-russa de geografia: Ora sobes uma placa tectónica ou desces umas Fossa das Marianas e isto cinco vezes de seguida e das cinco vezes a bater com a cornadura no tejadilho e a testa no volante. Apraz-me ver que aqui o presidente da câmara se preocupa com os peões mas quem é que se preocupa com a suspensão do meu carro e com os meus pneus?? Já nem falando das rupturas capilares que tenho tido que isso aí já seriam outros quinhentos e tínhamos assunto para ir ao Tribunal dos Direitos Humanos porque o champô anti-queda é caro.

As lombas poderiam também ser uma metáfora sobre a minha vida e o porquê de não actualizar o blog desde não-sei-quando e a verdade é que tive grandes lombas que me impediram de escrever durante os meses transactos. Para além de uma grandessíssima filha de putice de gripe que nem voz tinha e que ainda hoje tenho de andar com um rolo de papel higiénico atrás para limpar os restos de ranho que ainda tenho foram as séries a verdadeira causa da minha ausência. Entre o trabalho, chegar a casa e a hora de deitar foram consumidos 85 episódios entre quatro séries diferentes. Maneiras que é normal que depois disto a vontade de vir ao pc actualizar o blog rondasse  os 0% e o 0,5%.
A quem gosta de me ler acho uma boa ideia comunicarem com a HBO, FX, Starz e AMC que isto assim não pode ser e que vocês um dia destes cometem uma loucura com a minha ausência.

7 comentários:

  1. Fdx Didi, afinal ainda és viva!! =D
    E fdx também para as séries que eu sofro do mesmo mal, já me disseram que tinha de arranjar vida, mas eu acho é que fico sem vida quando as séries se lembram de entrar em pausa!! Uma pessoa queixa-se mas depois fica sem séries para ver e começa a entrar em parafuso... Enfim...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não tem problemas, daqui a uns tempos começam novas temporadas ehehe

      Eliminar
  2. E que séries foram essas? Ando com pouco conteúdo no disco...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ora, foram as 4 temporadas de shameless, a 1ª de Tyrant, a 1ª de The Strain e a 1ª temporada da Sailor Moon Crystal :D eheheh

      Eliminar
  3. E que sejas bem vinda! Mas com tanta serie, de facto torna-se difícil escrever. Eu só consigo ver um episodio e meio por noite...

    ResponderEliminar
  4. Perder-te é traumático, ainda se fosse para o gigolos ou para o desafio final 3 ainda se compreendia...

    ResponderEliminar
  5. Blá-blá-desculpas...
    Blá-blá-desculpas...
    Blá-blá-desculpas...

    ...se já nos gramas, pode dizê-lo e prontes.. :P

    ResponderEliminar

Opina aqui qualquer coisinha!