Teorias, teoremas e hipotenusas musicais

Estou aqui com um grave problema. Estou a chegar a uma fase da minha vida em que questiono o meu gosto musical e não estou com isto a querer dizer que estou a deixar de gostar de música mais pesada mas é que ultimamente já não sei se gosto de uma determinada banda pelo seu som ou se pelos magníficos exemplares do sexo masculino que a compõem.
Tenho cá para mim que de todos os géneros musicais existentes os que têm os homens potentes são os tipos do Metal, eles são diamantes em bruto. Verdadeiros australopitecos capazes de agarrar numa mulher pelos cabelos, levá-las até à gruta e proporcionar tamanho regabofe digno de um poema do Bocage.

Às vezes chega a ser um bocadinho constrangedor quando estou no Youtube a ver as minhas bandas de eleição e as minhas pupilas dilatam-se, as narinas contraem-se e eu fico com cara de quem foi apanhada na curva. Já no outro dia, sem querer, tropecei para cima de um computador no local de trabalho e dei com as mamas na cara do Matt Shadows, foi uma tal pouca-vergonha que fechei logo o portátil e arranjei desculpa para não fazer mais nada o resto do dia (como se fosse preciso uma grande desculpa para isso). É certo que cada pessoa tem os seus padrões de beleza, os meus são homens com cara séria, de voz grossa, fortes, másculos, levemente badalhocos (já referi homens com cara séria, voz grossa e levemente badalhocos?) talvez por isso eu goste tanto de Abade que reúne todas estas características e ainda vem com o bónus de ter um bonito sorriso incorporado.
Posto isto o meu problema prende-se com o facto de que sempre que vou a um concerto das minhas bandas preferidas não sei se faça um headbanguing ou se coce o clito. Esta vida é um problema.

7 comentários:

  1. Ah homens pro badalhocos...como compreendo. E deixa lá, enquanto tivermos as vistas limpas está tudo bem...nem que estejas a ouvir fandango em mute. Mas ninguém bate um rockeiro/metaleiro em tempo algum

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É só porque eles tem aquele ar de mauzões que o mulherio adora. Tome-se de exemplo o Bieber... é que nem comparativos existem.

      Eliminar
  2. Opá, e a gargalhada que eu mandei no metro quando li a ultima frase? Tudo à minha volta a olhar para mim com cara de parvo muhahahah Adoro estes first world problems :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É complicado porque uma pessoa paga um bilhete para ir curtir e depois chega lá e não sabe o que é que há-de fazer.

      Eliminar
  3. Eu, em tendo essas duas opções escolhia sempre coçar o clito. Só tu...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu também ia para essa opção, e depois o dinheiro que dei pelo bilhete? Eu penso demasiado nas cenas e depois dá nisto.

      Eliminar
    2. Gosto de rentabilizar o meu tempo :D

      Eliminar

Opina aqui qualquer coisinha!