Her. Uma lição de vida

Como vocês já puderam constatar eu sou uma rapariga que gosta de opinar sobre filmes e hoje trago até vós um filme do futuro que nos ensina a nós, mulheres, novas formas de dar com os pés a alguém e deixá-los a sentir os maiores incompetentes à face da Terra.
Her, ou em bom português, Grande Vaca é um filme em que Theodore (Joaquin Phoenix) se apaixona por um sistema operativo com a voz da Scarlett Johansson, que se auto-intitula de Samantha. Ora se já de si, Samantha é nome de travesti, a juntar à voz sensual da Scarlett só podia sair dali uma grande badalhoquice.
Samantha é a chamada IA (inteligência artificial) que após conhecer o Theodore e experimentar emoções e sensações pecaminosas acaba por se apaixonar por ele mas que, atempadamente, viu que ia cometer o maior erro da sua vida e conseguiu mandá-lo à fava antes de ficar com uma penhora para a vida.

Não se enganem pelo que aqui escrevo, porque o filme é bonito e eu aconselho mas o que considero realmente útil é a forma como um sistema operativo nos ensina a dar com os pés a um gajo. Louvo o facto de ela ter aprendido rapidamente que o ser humano é um bocado labrego tanto que "falava" com ele e com mais oito mil humanos, 641 dos quais estava apaixonada, logo aqui se vê que a Samantha é uma boa gestora de recursos e de tempo. Mas o auge foi quando ela disse ao Theodore que o ama, mas que ela é muito mais evoluída do que ele e como tal não pode ficar à espera que ele evolua. Longe vai o tempo quando para acabar uma relação se dizia "o problema não és tu, o problema sou eu que não sei o que quero", a Samantha elevou isto a outro nível ao dizer basicamente "Olha meu atrasado tu não sais da cêpa-torta e eu já estou a emburrecer. O problema és tu. Tenho de evoluir. Adeus ó burro que eu vou fornicar com outros Programas" e assim se terminou uma relação virtual à bruta.
Fosse comigo e eu perseguia a Samantha até aos confins do mundo. Para ser tão promiscua e badalhoca, de certeza, que era Linux. Eu punha-lhe um vírus em cima tão grande, mas tão grande que ela nunca mais fazia sexo virtual com mais ninguém. Era o que mais faltava pagar um balúrdio por um sistema operativo excêntrico e depois levar um chuto na peida, é pior do que ir às putas e apanhar uma DST.

10 comentários:

  1. Pois.. isso foi para mim o que estragou o filme. Se a Samantha fosse uma espécie de assistente pessoal que vinha com o sistema operativo, até se comia.. mas ser ela "o" sistema operativo que tu compras, e que depois te manda ir à fava quando topa que és básico e desinteressante e que o mundo está cheio de oportunidades não me parece nada bem.. Incomoda-me a ideia de que no futuro o software deixe de ser fiável por estar cheio de defeitos humanos lol

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Para imperfeitos estamos cá nós. Agora SO imperfeitos é uma bela treta!

      Eliminar
  2. Melhor review que vi até agora sobre o filme! =D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Foi um filme fixe, mas eu mando vir com tudo :D

      Eliminar
  3. Vi o filme, adorei o filme, achei que dava para pensar em muitas coisas sobre o amor e as relações, já falei sobre o filme com muita gente, já ouvi muitos comentários sobre o mesmo... mas nenhum como este. Fantástico! Mas depois admiram-se que os homens digam "os sistemas operativos são todos iguais!". :P

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também me fez pensar muito, mas depois olhei para a minha carteira e pensei que se fosse comigo e um software me desse tampa eu passava-me do clima :D

      Eliminar
  4. hahaha
    tu......
    a falares mal do linux, linux é cada vez mais o futuro e tu como utilizadora dele devias dar graças a ele existir!

    PS. Android

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu sei disso Salsa :-D e por saber, e por saber que o Linux é o mais opensource que existe daí dizer que ele é um fácil loool

      Eliminar
  5. Ora como a vinha vida amorosa anda tão animada como as noites do Cavaco, essa fórmula perfeita de mandar um gajo dar uma volta ao bilhar grande não me serve de nada.. Maneiras que preferia saber como é que posso ser "manager" dessa Samantha. É que mais de 8 mil clientes, deve dar dinheiro do bom!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se esse sistema operativo existisse eu iria comprá-lo para to ofertar, desde que me desses uma percentagem do lucro :D

      Eliminar

Opina aqui qualquer coisinha!