Crescem bananas por essa internet fora, parecem míscaros!

Queixei-me certa vez que o meu facebook estava atulhado de imagens religiosas e achei por bem eliminar alguns amigos fanáticos. Irritei-me levemente quando comecei a ver fotografias de mulheres só de cuecas e soutien a mostrar a barriga de grávida. Tempos depois foi uma enchente de imagens de bebés já que toda a gente decidiu parir ao mesmo tempo e obrigar o resto da população a admirar o seu rebento e o tudo o que ele fazia. Irritei-me a sério quando vi uma foto de um vomitado de bebé com uma legenda para lá de orgulhosa. Tomei uma decisão, ou apagava mais uns quantos malucos ou publicava uma foto do estado em que ficou o meu carro com a carraspana que apanhei na passagem de ano, achei que era menos vergonhoso apagar mais umas pessoas e lá o fiz. E então agora o meu facebook está cheio de bananas? Por este andar fico sem amigos virtuais o que já me começa a preocupar.

Bananas. Bananas acompanhadas de mensagens contra o racismo. Vamos lá ter calma e pensar com lógica! Lá porque alguém atirou uma banana a um jogador não quer dizer que o esteja a chamar de macaco. Uma banana é um alimento altamente rico em magnésio e que levanta a glicose enquanto o diabo esfrega um olho e por acaso já viram o preço a que está o kilo da banana? Um roubo! Pelo que se saiba o rapaz até pode ter passado dificuldades apenas para poder atirar um alimento altamente nutritivo com conotações racistas e em alta velocidade ao seu jogador preferido e agora já estão a acusá-lo de racismo? 
Quer dizer... um dia destes que passe por uma prostituta e que lhe atire com um vibrador à tromba estarei a ser preconceituosa? Quer-me cá parecer que não. Parece-me sim que estou preocupada com o prazer da senhora da vida, e quiçá, dar-lhe umas quantas ideias para investir no seu ofício. Mas no entanto, apenas as conotações negativas são realçadas. Assim é complicado ajudar pessoas.

Agora, peço desculpa pela ausência mas vou fazer uma check-list das pessoas que vou apagar.

16 comentários:

  1. Respostas
    1. Eu quero acreditar na humanidade... Eu tento.

      Eliminar
  2. eu q estava a leste das notícias não estava a perceber o porquê de tanta banana!! lol

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também me apanhou de surpresa, foi preciso eu ver tanta banana nas redes sociais para ir investigar o que se passava.

      Eliminar
  3. ahahah não sabia dessa história das bananas, mas concordo contigo, vêm tudo em todo o lado....

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não se pode fazer nada. Imagina, ias a andar de bicicleta importavas-te que te atirasse uma banana? Claro que não. Certamente do esforço que tinhas feito até ali até te ia saber bem!

      Eliminar
  4. Agora é a moda da banana pelo andar da carruagem o preço vai subir em flecha porque toda a gente quer ser trendy :-p

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já estive a ver nas notícias que a banana subiu de preço graças a esta parvoíce. Como se já andássemos a pagar pouco pela alimentação ainda nos lixam com estas coisas.

      Eliminar
  5. O racismo está mesmo nisso: em associar logo um gesto como sendo racista. Okay... a probabilidade de ser essa a realidade é elevada MAS não é 100% certo. Até pode ter sido alguém a levar um lanche e com a emoção ter agitado os braços e ter-lhe escorregado a banana. Acontece com telemóveis e máquinas fotográficas, porque não com bananas?
    A verdade é que o pessoal, mal viu a banana, achou logo que alguém estava a chamar macaco a outro alguém. Com o mundo assim, já sei que esperam que eu toque um sininho quando estou na esplanada a comer amendoins.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boa ideia. Quando vir alguém a comer amendoins numa esplanada vou-lhe atirar dinheiro. Não penses que é para tocar o sino, mas sim, estarei a dar dinheiro para que a pessoa em questão compre mais uns quantos amendoins que já vi que gosta. Ai esse pensamento preconceituoso aha

      Eliminar
  6. Ai estas modinhas não fazem senão incomodar-me, porque não acredito em tanta "boa vontade".
    Ainda hoje postei "somos todos macacos? o caralho, só se forem vocês, eu sou é um gato".

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. São modas um bocado estúpidas e são estas pequenas coisas que para mim são consideradas racismo. Aliás, nunca hei-de perceber porque é que se chamo preto a um preto sou racista mas se um preto me chama branquela é tudo na boa... só vêm um lado é o que é.

      Eliminar
  7. Não tenho paciência para essas modas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olha nem eu. Só me dá para gozar com a situação.

      Eliminar

Opina aqui qualquer coisinha!