Facebook: a aplicação que resolve problemas que não teríamos se ela própria não existisse

Assumo. Eu sou daquelas personagens dependentes das redes sociais. A última coisa que faço antes de dormir e a primeira depois de acordar é ligar os dados móveis e poluir o face com publicações extremamente desnecessárias para o resto da humanidade, mas que mesmo assim, eu sinto-me na obrigação de as partilhar.
Preciso do facebook para viver como quem precisa de papel higiénico, mas se por um lado as redes sociais têm muitas coisas boas (não sei bem o quê, mas pronto) as más também não se ficam nada atrás.
Por exemplo; quem tem blogs tem quase sempre os anónimos "fofinhos" que tiram uma pessoa do sério, coisa que eu gostaria de ter mas que por algum motivo ninguém quer embirrar comigo mas em contrapartida eu tenho as chagas no facebook. Autênticos chatos que não reparam quando estão a ser extremamente incovenientes e burros que nem portas. Chagas essas, que, mesmo rejeitando os pedidos de amizade e não respondendo às mensagens claramente de engate continuam a insistir. Possivelmente são daquelas personagens que acham que quando uma mulher diz que 'não', na realidade ela quer dizer 'sim'. E quando chegam à conclusão que não vão levar resposta atiram um 'és tão mal educada' e um 'devias levar umas palmadas'. Eu admito. Gosto de um spanking, mas vamos lá ter calma que eu não dou a nalga a qualquer um.
Ora, chamarem-me mal educada é coisa para me fazer perder a paciência em dois segundos e libertar a parvalhona que há em mim. Dito isto, senti-me à beira da loucura e bloqueei o gajo. Enlouqueci!
Há quem goste de fazer bungee jumping, snowboard, levar no cú, tudo para libertar a adrenalina no sangue. Mas eu cá gosto é de bloquear a malta e ficar-me a rir maquiavélicamente sozinha por ser uma pessoa tão malvada.
O que me chateia nisto, é que eu até me considero uma porreiraça, pessoa de bom trato e bem disposta, mas se há coisa que nunca consegui suportar são os D. Juans mal-amados de Portugal. Às vezes questiono-me como é que deixei o Abade lançar a escada, eu devia estar num dia bom. Mas também as nossas primeiras palavras foram extremamente românticas com ele a pisar-me o pé e pedir-me desculpa e eu dizer-lhe um 'não desculpo' seguido de um 'olha vamos ali à Worten para eu comprar o CD dos Comme Restus?'
Obrigado facebook. Obrigado por teres essa maravilhosa opção de bloqueio que nunca seria necessária caso tu não existisses. Um dia destes fecho a minha conta. Um dia... mas hoje não é o dia que eu ainda tenho de ir partilhar coisas desnecessárias com a minha gente.

31 comentários:

  1. Das coisas mais bonitas que já li nas redes sociais: "Gosto de um spanking, mas vamos lá ter calma que eu não dou a nalga a qualquer um."

    Estou cu-movido!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu costumo ser uma pessoa sensível e profunda. Foi dito de cu-ração! ehe

      Eliminar
  2. Foi através do facebook que eu descobri que tinha sido a outra.. Se não fosse a obra do sr. Zuck (a cunfia), ia andar enganadinha muito mais tempo por isso estou grata à sua existência!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ah. Afinal então existe uma coisa boa. O problema é que o face às vezes estraga mais relações que outra coisa porque as pessoas não sabem estar e gostam de arranjar lenha para se queimar. Mas no teu caso, ainda bem que o face existe, não deixando de ser triste a falta de respeito por parte do "senhor".

      Eliminar
  3. Continuo a dizer que és a culpada, pois és um ser extremamente sensual e as pessoas não se aguentam. Eu incluída. Já sofro de bruxismo para não te por os dentinhos em cima.
    Para sempre tua <3

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ahhhh agora é que eu sei que barulhinho era aquele que ouvia mas que não sabia de onde vinha, és tu a ranger os dentes :-D. Malandra!

      Eliminar
  4. ahah és tu com os anónimos no facebook e eu com eles no blog -.- o blog também devia ter a opção de bloquear certas pessoas . Bom fim-de-semana *

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Peço desculpa por intrometer, mas o blogger permite não aceitar comentários de anónimos (eu não aceito) e tb permite bloquear utilizadores.

      Eliminar
    2. É o que eu digo. Toda a gente tem anónimos no blog menos eu :-/. Epá é que não se admite. Mas olha lá, como aqui o Gajo Qualquer referiu nas configurações dos comentários tens a opção de não aceitares comentadores anónimos, ou revisão de comentários em posts com mais de X dias. Eu não preciso de me preocupar com isto, porque não tenho anónimos :-D

      Eliminar
    3. Espero que não levem esmo a mal a intromissão, mas este assunto deu-me ideia para um post e estive a fazer uns prints, para desta forma dar umas luzes de como fazer isto tudo que eu disse.

      Mais uns minutos sai post. (para não dizerem que estou a fazer publicidade, não vou deixar link do blogue, quem estiver interessado passa lá :))

      Eliminar
    4. Isto é plágio! Plágio Um Gajo Qualquer. Voutxi deletar do meu orkutxi :-D

      Eliminar
    5. O que é que é plágio?
      Já fizeste um post a explicar isto ??

      Eliminar
    6. Post explicativo, efectivamente executado! :p

      Eliminar
    7. Irei imediatamente verificar tal situação e dar o meu aval :-D. Mas não me bloqueies ehe

      Eliminar
    8. O problema é que agora os anónimos têm perfil no blog embora não dê para entrar no blog do mesmo, mas mesmo assim vou dar uma vista de olhos no post :p obrigada *

      Eliminar
  5. Pssstttólha esta. Queres anónimos merdosos no blogue e no mail do blogue? Envio-te os meus. Mas depois não devolves, 'tá?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Desculpem lá, mas a bem da verdade, se têm anónimos é porque os querem!

      Existe a opção de não aceitar anónimos, mas vocês não, insistem em fazerem-se de tolas e continuam a ter essa opção activa e lá aceitam os comentários e fazem-se de vítimas.

      Não querem anónimos, mudem essa opção na caixa de comentários e deixem de se armarem em desgraçadas.

      Eliminar
    2. Olha um anónimo :-D Bem vindo!!! Eu cá tenho plena consciência que dá para bloquear anónimos mas eu sou uma moça de livre expressão e gosto de toda a gente dê a sua opinião, mesmo que não queira dar a cara (ou neste caso, o nome).

      Eliminar
    3. Lá voltamos ao mesmo... Vamos a ver isto por partes para ver se me faço entender:

      1 - O meu comentário foi em resposta à moça de cima que se veio para aqui queixar que, coitadinha da menina, tem anónimos. Porra, se os tem é porque os quer ter.

      2 - Comentei em anónimo para provar o meu ponto de vista. Resultou, já que ficaste toda abespinhada!

      3 - Eu podia colocar um nome, claro que sim, uma Marlene, um Manuel, uma Ana, um António... No entanto, isso iria mudar alguma coisa?! Para mim, comentar em anónimo, significa não me dar ao trabalho de inventar um pseudónimo. Ou tu chamas-te Didi?!

      4 - No dia em que chegar a um blogue e quiser comentar, mas o autor não permitir anónimos, eu dou-me ao trabalho de criar um perfil. Simples! E digo isto para provar a minha teoria de que se as meninas têm anónimos é porque isso vos ajuda a ter mais visitas, mais comentários aos post´s e outras mordomias mais. Como tal, moças como a bloguer de cima, é favor não se fazerem de inocentes, sim?

      Eliminar
    4. Eu fiquei abespinhada? Vê lá que pensei que estava a ser simpática e até dei as boas vindas porque respondo sempre a quem comenta.
      Ufas... que agressividade.

      Eliminar
    5. "A moça de cima" vem avisar que não tem comentários anónimos porque há 4 meses bloqueou essa possibilidade.

      Inocentíssima. Mais alguma coisa?

      Eliminar
  6. Comme Restus, boa cena!
    Não sou anónimo, mas também sei ser palerma e "fofinho".

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Por acaso tenho pena que depois do Pharmacia Ananaz eles nunca mais lançaram nada. Apesar de as letras serem uma parvoíce pegada as músicas deles brutais.
      Olha, eu deixo-te seres palerma mas um palerma sem ser anónimo é mais fixe porque admite que é palerma :-D

      Eliminar
  7. Respostas
    1. Às vezes dá-me vontade de o matar. Mas depois lembro-me que passado uma semana volta-se a ressuscitá-lo :-D

      Eliminar
  8. E stalkers no facebook, alguém quer?? Uma gaja não pode dar um peido ou arrotar, pimba. Um nanosegundo chega para comentarem e ainda por cima não entendem ironias, piadas ou humor genuino. Xiça!! Vivam os bloqueios e os offlines :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olha por acaso gente parva que não percebe piadas não tenho no meu face, mas tinha era um primo que sempre que eu publicava qualquer coisa sobre defesa de animais (que sou bastante defensora) ele começava a mandar comigo, que eu devia era ajudar pessoas. E sinceramente até ajudo, quando há recolhas de alimento eu ajudo sempre que posso, mas também ajudo e defendo animais e ele criticava-me até que eu comecei a sentir-me que não podia publicar aquilo que me apetecia porque lá ia ele cair-me em cima, tirei-o dos amigos. Não gostei que ele só conversasse comigo quando era para criticar os meus pontos de vista, para mandar um beijinho ou lá o que fosse não era capaz... mas para criticar estava lá sempre :(

      Eliminar
  9. Raio dos stalkers. Um chuto no cu.

    ResponderEliminar

Opina aqui qualquer coisinha!