Cromos de uma vida

Depois de estar quinze dias de férias e de chinelo no pé lembrei-me de que precisava urgentemente de uns ténis, estava era longe de imaginar que ao ir à Sportzone iria cruzar-me com um dos maiores cromos do cosmos.
Que dizer do moço? Bem, ao longe até parecia ser uma pessoa competente até ao momento em que ele abriu a boca, aliás, até ao momento em que respirou.
Começou com a minha amiga, a famigerada Iny (a javardolas que lê este blog mas que nunca comenta), ao ver que o tipo não me ligava patavina ousou dizer 'Boa tarde, pode ajudar-nos?' O que é que ela foi dizer! O gajo, que ia a andar em passo de corrida a ver se ninguém reparava nele, pára imediatamente. E de costas voltadas para nós vira a cabeça a 180 graus, qual Chuck o Boneco Diabólico e quando a Iny lhe pergunta 'Tem este modelo no 37?' Ele dá um redondo 'Não', tão rápido, que eu nem soube o que me atingiu.
Eu, que até então, tinha ficado muda com a simpatia dele, digo-lhe que pretendia ver o 38 porque há umas formas maiores do que as outras. Ele olha-me de soslaio, eu quero acreditar que ele estava rever mentalmente os números mas tenho a certeza que ele estava era a mandar-nos à merda mentalmente. Eu faço o meu olhar de cachorro abandonado, e ele diz-me que 'Acho que sim' e acompanha-nos até ao sítio onde os ténis estavam.
Ele chega. Pára. Olha para cima. Olha para baixo. Fica de olhar fixo no infinito. E de repente lança as mãos à cabeça em sinal de desespero, como se tivesse descoberto que afinal não havia o 38 e o mundo iria acabar porque disse uma informação errada e fica assim uns bons segundos. Eu fiquei com a sensação que a qualquer momento ele ia lançar-me as mãos ao pescoço e apertar-me o pipo, mas não. Encontrou a caixa, entregou-ma e disse com a maior convicção e descontracção do mundo a apontar para a fonte da cabeça com o dedo indicador 'Isto aqui é melhor do que um computador! Nunca falha!' e dito isto, abandonou-nos.
Ficámos as duas especadas, eu de caixa na mão, um pé calçado e o outro descalço, a Iny de chapéu de chuva numa mão e mala pendurada na outra, a olharmos uma para a outra como se de um filme romântico se tratasse, onde tínhamos acabado de ser abandonadas pelos nossos namorados numa noite de chuva e trovoada.
Menos mal, que os ténis serviram. E com isto tudo vocês ficaram a saber o tamanho da minha pata e que a Sportzone aqui da minha zona tem um tratamento de excelência.

24 comentários:

  1. Só entro na Sportzone amarrado e amordaçado, para não fazer uma birra.
    Tirando as marcas, que são cara pra carrilho (e eu sou quase um indigente a um passo de ir dormir para as arcadas do Terreiro do Paço), não têm mais nada de jeito.

    P.S. Sim, eu sou o gajo que só fala com conhecimento de causa, que é o mesmo que dizer que ontem f*di uma máquina de café. Loooooooool

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. No que toca a ténis não me importo de dar um bocadinho mais, porque os meus pés são santos e não os quero com calos afinal eu passo a vida em cima deles. Mas sim, também me custa dar tanto dinheiro por calçado o que vale é que eu uso-os até as solas cairem. ehehehhehe.

      Eliminar
  2. Esse empregado é um génio... qual Einstein do mundo das sapatilhas :-))!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ele há-de ser o responsável de inventar a teoria da relatividade da sapatilha em andamento. :-D

      Eliminar
  3. Na sportzone eu recuso-me a entrar. Desde que entrei numa e descobri que o estúpido do ex-namorado trabalhava lá, já fiquei com a impressão de que aquela gente não sabe contratar funcionários a modos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A única loja onde realmente o atendimento na SportZone foi bom foi na Sportzone do Colombo na secção das bicicletas, o moço ajudou-nos imenso e sem ser por frete. Agora no geral, até nos olham de esguelha.

      Eliminar
  4. Pronto é oficialmente o meu primeiro comentário (óbvio que tinhas que mencionar a minha pessoa para ser digno de se comentar).
    Para mim o culminar da situação foi mesmo quando se achou melhor que um computador, com grande orgulho. Tem que melhorar o processador então, porque o tempo de resposta é muuuuuito prolongado. Só de me lembrar da cara de Quasimodo dele parto-me a rir. Temos que lá voltar!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tava a ver que não ó javardolas! Temos de lá ir mostrar-lhe os ténis e perguntar se ele gosta lol e agradecer a eficiência dele, pois caso contrário não teria conseguido encontrar um ténis.

      Eliminar
  5. Não pensar pensar na entrada usb do moço LOL

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Aquilo já deve estar cheio de secções danificadas lá dentro. Era um scan disk seguido de um format que era uma maravilha.

      Eliminar
  6. Desconfio que o rapaz computador precise de um " format c: " o quanto antes! ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olha, é isso mesmo. Há ali qualquer coisa, um vírus, um trojan, um spyware qualquer a queimar-lhe o disco rígido :-D

      Eliminar
  7. Se calhar estava na hora de saída, por isso a pressa e a ''simpatia'' :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se ele me dissesse que estava na hora de saída e se eu podia perguntar a outro colega eu aceitava sem problema e até dizia que fazia muito bem. Agora tratar-nos mal é que me custa a engolir.

      Eliminar
  8. Olha a tua sorte, que pessoa prestável. ahahah

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Super prestável S*. Até fiquei com vontade de lá regressar.

      Eliminar
  9. Não faltará muito para esse jove ser presidente de alguma coisa, tem todas os requisitos necessários!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A começar pelo seu computador cheio de vírus incorporado no cérebro.

      Eliminar
  10. Se é como um computador na volta tinhas de reiniciar, o meu é assim, quando empanca não há volta a dar.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Às vezes o simples reiniciar não funciona, às vezes temos também que mandar um pontapé bem dado.

      Eliminar
  11. Cá para mim o gajo fugiu do júlio de matos, o gecko tá bom?

    Beijo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É que eu nunca mais entro naquela Sportzone. Jesusssssss.
      O Godzilla está fixe, continua anti-social e a não querer nada comigo, o estúpido.

      Eliminar
  12. Ah, a vida no atendimento ao publico.... dificil pá. Se calhar o rapaz tinha vindo de ferias nesse dia. :P

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não tem desculpa. Tinha era de me beijar os pés lol

      Eliminar

Opina aqui qualquer coisinha!