Coisas preocupantes

Ultimamente tenho tido um sonho recorrente que já me está a deixar cansada!
Oras que vou eu a conduzir o twingo qual fitipaldi quando me aparece uma curva (às vezes também costuma ser uma rotunda) e eu quero virar o volante e não consigo, ou porque estou muito distante dos pedais e do volante ou porque quero virar e não consigo pois a direcção é pesada como os tomates do padre Inácio.

Acabo sempre por me despistar e enfiar-me para uma vala mas em vez de ficar ferida e preocupada saio do carro a praguejar e a sacudir o pó enquanto olho para ele e lhe digo "agora ficas aí"  qual animal de estimação mal educado, viro-lhe costas e vou-me embora.
Realmente isto deve ter um sentido qualquer implícito que eu não sei bem qual é.
Será de ser maçarica? Será de ser mesmo um perigo? Será que isto significa que eu tive um trauma de infância e bati com os cornos no tablier e que tal experiência marcou-me para o resto da minha vida? Não sei, só sei que esta noite certamente irei ter outra grande condução e vou novamente passear às couves, mas como também o Natal está aí à porta aproveito e trago umas para comer com Bacalhau.

Feliz Natal pessoal, e estamos todos ansiosos para saber o que é que o Abade me vai oferecer se bem que todos já conhecemos o extremo bom gosto dele e pessoalmente eu até estou com medo com o que dali vem.

Ho Ho Ho!

Shame on you

E aos 351 dias do ano de 2012, eu Didi, vi o Shame!
Aquele filme que tanta gente me dizia para ver porque tinha valentes cambalhotas e que de certeza que eu ia adorar ver uma vez que até tinha sido galardoado com umas Piças d'Ouro (não foi bem este prémio foi mais do Vencedor dos Prémios Fipresci, Volpi Cup e “CinemAvvenire” que não faço a mínima ideia que prémios são).
Pois que vi aquela bodega e dos 101 minutos que compõem a seca de filme estava eu à espera de um grande rebarbadão e apenas 3 minutos é que foram assim mais pró badalhoco! O que rebentou comigo nem foi o facto de ele rebentar as gajas todas e chegar ao ponto de rebentar um rabixas que se cruzou com ele mas sim de filmarem o Brandon (até o nome lembra a palavra Bronco) a correr na cidade durante uns 7 minutos, 7 LONGOS minutos esses, que eu poderia ter aproveitado para ver filmes de categoria como por exemplo; o Rei Leão.
Ah, e ainda o filmaram durante 5 minutos a olhar para uma gaja e outros 10 minutos num restaurante a jantar com uma gaja que queria que lhe apagassem o fogo mas queria compromisso sério e ele era demasiado sério para querer coisas sérias.

Maneiras que shame mas é on me por ainda acreditar que se fazem filmes de jeito! Valha-nos ao menos o Michael Fassbender que me lavou as vistas!

Os meus vizinhos

Queixava-me eu da minha vizinha de baixo que era chata como a potassa e até já lhe tinha feito um upgrade ao seu estatuto passando de "encalhada" para "pega-que-havia-de-morrer-de-avc-quando-me-viesse-bater-à-porta-sem-motivo" quando de repente retiro-lhe esse super estatuto e praticamente esqueço-me dela depois de ter novos vizinhos no piso.
Para começar, a senhoria que lhes aluga a casa havia de ser apanhada e partirem-lhe os cornos à bastonada porque num prédio pacífico a senhora só aluga a casa a escumalha; se antes era um casal de ucranianos que passava a vida em agressões conjugais, depois foi um casal de brasucas que era forró todo o santo dia e até às tantas da noite agora temos aqui um casal de cabo verdianos com dois filhos.
O rapaz deve ter os seus 14/15 anos é super educado... nada a apontar. Os pais, esses nem bom dia dizem. Deve-lhes gastar inteligência serem bem educados, a miúda... a miúda era atirá-la da janela!
Passa o dia inteiro aos guinchos, parece um porco na matança... oiço o irmão aos berros "cala-te", "fala baixo" quando aos pais? Nada, nem um pio... não a mandam calar-se, nem falar baixo.
Já cheguei ao degredo de me encostar a parede e desatar aos berros a mandá-la calar, funciona, durante 2 minutos e depois regressa a chinfrineira.
O meu maior desejo é que o agente da PSP que mora no meu piso um dia destes se passe (uma vez que trabalha por turnos e não consegue descansar) e vá tocar à porta e lhes aplique uma valente multa (e digo multa que é para não dizer qualquer coisa que inclua "balázio" no meio).

Bem feita para a senhoria da casa porque de cada vez que saem da casa partem-lhe tudo e roubam-lhe as mobílias, quem se mete com gente de boas famílias dá nisto.
Volta vizinha de baixo, estás perdoada!

E pronto... começou a guinchar! Que puta, havia de ter nascido muda.

Que sacanas

E um ano e sete meses depois da aquisição do meu pópó novo eis que o Abade me dá a notícia que temos um risco de um lado ao outro do lado do pendura claramente feito com uma chave.
Mas que merda de gente é esta?! O que eu queria mesmo era descobrir o cabrão que fez isto e agarrar numa chave inglesa e partir-lhe as trombas com ela e como bónus esmagar-lhe os dedos para nunca mais ter ideias parvas!

É apenas um carro, mas foi algo que me saiu do lombo e ver um carro tão perfeitinho desfigurado é algo para me partir o coração.
Infelizmente com a cambada de invejosos que para aí anda é o pão-nosso-de-cada-dia, menos mal que foi só um risco, a outros são pneus... era caçá-los e empalá-los!

Só comigo

Andei eu para aqui a elogiar o Bill para chegar ao final da noite de hoje com vontade de o apanhar a jeito e mandar-lhe uma sapa do caraças!
Raramente jantamos na mesa da sala, foi hábito que se criou jantarmos sempre na cozinha excepto quando se encomenda pizza. Claro que hoje encomendámos a dita e estávamos os dois a apreciar o pitéu quando o terrorista salta-me para o colo, ora eu, dona mimocas abracei-o, nisto vem o Yoshi ter connosco porque lhe cheirou às côdeas do pão e toca de abanar o seu mega rabão que vai contra um género de arbusto decorativo que estava na sala... oras, Bill assusta-se com o barulho daquela bodega a cair, faz fumo com as patas de trás nas palmas das minhas mãos a querer fugir e arranha-me mãos todas.
Só sangue...
Como se não bastasse levei com aquilo nos cornos e isto tudo perante um Abade impávido e sereno de fatia de pizza na mão fixado no Benfica.

Desato aos guinchos "Ó Abadeeee, ó Abadeeeeeee" enquanto corria para a casa de banho e nada de Abade, precisava mesmo de uma ajuda porque não queria limpar as mãos a papel higiénico, venho até à sala toda choramingona, olho para ele e pergunto-lhe se não me ouvia chamar e diz-me ele "Estou a ver o Benfica" e nisto mostro-lhe as mãos e diz-me ele "Afinal estas ferida, eu pensei que estavas na  brincadeira".

Com isto concluí-se que eu bem que podia esticar o pernil ali no chão que não ele não dava por nada.
Agora que reflicto sobre o assunto acho que quem merecia levar a sapa era mesmo o tótó do homem.

Mau Maria...

Sabemos que o mundo está próximo do fim quando a nossa própria mãe nos pede com jeitinho o livro As 50 Sombras de Grey só para ver o que é que tanta a gente fala.
Que nojo pá, supostamente uma mãe é pura e casta e só mandou uma berlaitada para nos trazer ao mundo e aí converteu-se ao freirismo porque pinar é nojento e sujo e quando ela me pede aquilo o mito do ser puro e casto caiu por terra e veio ao de cima uma imagem mental duma devassa!

"Didi, empresta à mãe o 50 Sombras de Grey para eu ver se é giro." giro... giro... giro... giro... giro... giro... giro... giro... giro... giro... giro... giro... giro... giro... giro... isto ainda ecoa pelos meus ouvidos e fora os pesadelos que tenho tido!

Nunca mais quero tocar naquele livro com as minhas mãos... irra!