Oh Novembro...

Pensei que o Novembro chegasse em força e em grande estilo, mas aquilo que apenas trouxe foi mais uma desilusão... desilusão das chefias e dos directores das empresas que acham que os objectivos que estão a ser neste momento a ser feitos não correspondem às expectativas e acharam que a melhor forma de forçar os empregados a atingir o máximo é destabilizar a equipa, desculpabilizando-se com a "crise".
Desde hoje que perdemos um grande colega do trabalho, será colocado noutro departamento longe de nós e despromovido... um colega que sabia o que fazia e que nos ajudava imenso e ao invés de o manterem no seu sítio e nos ajudarmos mutuamente a superar esta "crise" decidiram trocar-nos as voltas e colocarem outra pessoa no lugar dele. Não conheço o novo colega mas acredito que também ele está a ser prejudicado com estas novas mudanças e que vai ser difícil esta nova integração para ele e para nós.

Já todos sabemos que para as grandes empresas somos apenas números, mas queremos sempre acreditar que no fundo eles sabem que somos seres humanos mas parece que não, nem sequer somos números somos montes de merda no caminho deles que os impedem de atingir o que querem, mas o problema é que sem os "montes de merda" eles não são nada!

Nem sei o que dizer, só sei que a minha equipa de trabalho ficou em choque, revoltada e desmotivada... só me apetece sair de Portugal.

12 comentários:

  1. I know the feeling! O pessoal quer vingar na carreira e ainda se lixa, ou vai para o estrangeiro ou não sai do mesmo. Pior ainda é que se possível ainda regride.
    São uns filhos da mãe, e se puderem deixar ir alguém embora, contratam outro por um ordenado mais baixo...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Andamos a ganhar uma miséria para ainda levarmos patadas... isto realmente é um país de terceiro mundo.

      Eliminar
  2. Quando fores embora apita que nós também vamos.
    Este país é uma pura anedota que nao tem piada nenhuma!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já vi a ideia mais longe Kami... se calhar ainda só não avancei mesmo com a ideia porque parte-me o coração deixar cá a minha mãe sozinha.

      Eliminar
  3. Didi, andas por aí! Vá-se lá saber porque fenómeno estranho, eu aparecia desafiliada! Já tratei de firmar a minha vinculação a sua excelência depois de assegurar que não estava no blog errado com imagem tão ternurenta! Mal sabia eu o que vinha a seguir... tira esses idiotas de onde estão e vai tu para a presidência. Mas não vás, fica cá e faz melhor... Quero acreditar que o problema não é "o país", essa entidade tão fácil de nomear porque tão indirecta, são mesmo as "pessoas" e se as boas vão embora não sobra ninguém para o reerguer. Digo eu, que já vi a perspectiva de ir para fora bem mais longe.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ai o malandro do blogger andou-te a pregar partidas :) mas o Halloween já passou ele já se devia portar bem!!!
      Sabes Mary Jane, eu acho que este país não dá mesmo para mais, já demos o que tínhamos a dar e agora andamos aqui como um barco sem rumo pois não capitão que nos dirija a bom porto.

      Eliminar
  4. Infelizmente, nesta altura sofre sempre quem não tem culpa. E as grandes empresas aproveitam-se do mal dos outros porque para eles o único objectivo é lucro e lucro e lucro. Eu já desisti de tentar a minha sorte cá, vou-me daqui embora!

    Beijinhos *

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É uma tristeza Portugal estar a perder a população activa, ficam os velhotes, os incapacitados e os chulos... quero ver como é que isto vai conseguir andar.

      Eliminar
  5. Respostas
    1. Acredita. E o pior é que nas costas dos outros vemos nós as nossas... se uma pessoa que já lá estava há 5 anos que dominava aquilo tudo é assim encostado quando mais outros que entraram depois dele.

      Eliminar
  6. Infelizmente partilho a vontade de sair deste país :(

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se calhar, a única razão porque eu ainda não avancei com essa ideia é porque custa-me deixar cá a minha mãe sozinha...

      Eliminar

Opina aqui qualquer coisinha!