E quando a gente está bem...

... fazemos por nos por mal!

Pois que por aqui, regra geral, costumamos ser parvos de Segunda a Domingo e não fugindo à regra o que é que o Abade (com a sugestão de uma certa pessoa) se lembrou de fazer?!

Não sabendes?! Atão leiam.

Ora como todo o gato que se preze, sempre que se ouve um fiozinho de água a cair a gataria fica possuída e vem tudo a correr tal e qual uma debandada fazendo sismos de 7.3 na escala de Richter.
Se estou a tomar banho não consigo sair da banheira sem mandar uma cacetada com o mindinho no móvel para evitar pisar um emplastro que acampou à saída da banheira, se estou a lavar os dentes não consigo arranjar um buraquinho para mandar fora a pasta de dentes pois tenho o lavatório cheio de coisas peludas a matarem-se por uma gota de água... se estou a usar o bidé lá vêm eles a correr para lamber as côdeas que ficam no fundo (ficam com uma cara de satisfação que nem vos conto)... impossível de se aturar! Mas enquanto o Niko, o Mischa e a Tsuki mal ouvem um "Sai daqui" mais bruto desatam a correr o Bill fica feito parvo a testar-nos a paciência... maneiras que o Abade agarrou no Bill e enfiou-o na banheira... sem água... e assim que abriu um bocadinho o demónio apoderou-se do bicho. Ah-que-sacana-que-parecia-um-diabo-da-tasmânia-a-quem-enfiaram-um-dedo-no-cú.

Um bocadinho de água na banheira apenas a molhar-lhe as patas e o cabrão voava dentro da banheira parecia uma Twilight Zone na casa de banho, Um Alien a sair do bucho do gato, ele trepava pelo azulejo, mandava os champôos e amaciadores pelo ar e largava uns estrondosos MIAUUUUUUUUUUUUGHHHRRRRRRRRRRRR, pessoalmente acho que o ouvi dizer "EU MATO-TE MINHA PEGA, APANHO-TE A DORMIR E JURO QUE TE MATOOOOO, A TI E A ESSE GAJO QUE ESTÁ SEMPRE DO MEU LADO DA CAMA"...ele aflito e eu a rir-me agarrada à bexiga com medo que se soltasse um pinguinho.

A parte engraçada disto é que eu tinha acabado de fazer as limpezas... e a casa de banho ficou em tão mau estado que tive de me agarrar novamente ao pano... teve piada mas nunca mais torno a fazer a mesma proeza, chiça... que vi a vida a andar para trás!

Não houve porrada, mas ia havendo!

"Não saio daqui enquanto não falares comigo"
Por aqui gerou-se uma discussão do tamanho do Olimpo, que eu até acho que se criou um novo gangbang numa galáxia distante e os planetas já lá andam todos montados a fornicar uns com os outros.

Oras que eu e o Abade discutimos efusivamente durante um minuto porque fomos jantar fora e o moço embicou que lhe abasteceram mal o prato e para quem conhece o homem sabe que para ele o comer pouco equivale ao fim do mundo em cuecas e é complicado, porque normalmente ele tem sempre um buraquinho no sítio do colhãozito com que eu me divirto repetidamente ao enfiar lá o dedo fazendo com que ele se sobressalte num pulo e me chame diversos nomes ofensivos enquanto me eu me rio que nem a atrasadinha mental que sou.

Basicamente ele queria comer mais mas eu não o deixei (quem manda aqui sou eu só para que fique registado) e ele acusou-me de não ligar às necessidades alimentares dele! OH que MERDA que ele me foi dizer?! Se há coisa com que me preocupo são com os hábitos alimentares dele, tanto que certa vez fiz salmão grelhado para ele comer e ele recusou-se a comer porque disse (reparem na parvoíce) que ainda estava em gelo no meio! Que desculpa mais parva para se recusar a comer a refeição preparada por mim... eu cá ainda argumentei que o sushi também se come cru, mas ele continuou armado em cócó e não comeu nada passando fome o resto da noite.
Já eu... achei sinceramente que aquilo estava uma valente bosta, mas eu prefiro comer merda a admitir que errei... agora dizerem-me que não me preocupo, isso é que eu não admito!

Minhas ricas folguinhas...

Mais uma folga se passou e amanhã lá é dia de voltar para o trabalho (ca-filha-da-putice).
Quando tocar o despertador às 8h15 lá vou eu prometer novamente que às 22h00 estarei na caminha para não acordar cheia de sono no dia seguinte, promessa essa que nunca é cumprida pois acabo por me deitar às 2h da matina graças ao jogo Marvel Avengers no Face. Sim eu sei, sou pior que o putos mas dá-me um prazer descomunal arrear naqueles gajos todos, já não me divertia assim tanto desde que deixei de matar os bonequinhos nos Sims.
Eu era a maior nos Sims mas acabei por parar no 3 pois já não dava para lhes pegar fogo tirando o alarme de incêndio da cozinha, ou matar criancinhas tirando a porta da divisão e elas ficavam para lá a morrer de fome, agora há uma assistente social mostruosa que passa paredes e resgata os putos... não percebo porque é que terminam assim com o divertimento que uma pessoa tinha de explorar os bugs do jogo... bah.

E hoje esteve um grande dia de praia e eu, o meu pipi e o Abade lá fomos mergulhar as côdeas no oceano e até vos tirei umas fotos para comprovar; a primeira delas até trás o bónus do cú da velha que se foi deitar mesmo ali à minha frente com a praia praticamente vazia, a segunda tem o meu pézinho fofinho mais a patola 47 biqueira larga do Abade e at last, but not the least o regresso para casa pela Ponte dos Xupistas (que agora até em Agosto tem de se abrir os cordões à bolsa).

Só não vos tirei foto ao pipi, porque prontesssss... parecia mal e provavelmente o moço espancava-me!

Abade, um gajo que me tira do sério!

Why because tás aí pá?!

Eu juro-vos! Juro-vos que um dia destes o gajo vem-me limpar o cú com a mão.
Então não é que sempre que eu vou ao WC obrar e acabo a referida obra o papel nunca la está?! Está sempre na outra ponta da bancada da casa de banho... porra pá!

Ora, isto obriga-me a fazer uma ginástica mental e física para descobrir como é que vou buscar o papel sem borrar as nalgas todas e ao mesmo tempo como fazer o menor esforço possível porque não gosto de me cansar.

Maneiras que me agarro com força ao tampo da sanita enquanto faço uma esparragata no ar a ver se consigo apanhar o papel com a pontinha do dedo... não funciona!
Tentativa nº 2: esticar os braços todos, todinhosssss... mas tendo o cuidado de ficar com o olhinho do cú alinhado com a sanita... não funciona!
Tentativa nº 3: chamo o Niko... chamo o Mischa... chamo a Tsuki... chamo o Bill... nenhum vem... cabrões!
Tentativa nº 4: chamo o Yoshi, lá vem ele a correr de língua alçada e começa a lambuzar-me toda. Mando-o embora porque assim não consigo pensar.
Tentativa nº 5: Agarro na esfregona (que sorte ela estar ao meu lado), com jeitinho... muito jeitinho... quase que consigo mas o rolo cai para o chão e a esfregona já lá não chega.
6ª e última tentativa: Vou de gatas buscar o papel enquanto 4 gatos (que finalmente responderam ao chamado) olham para mim desconfiados.

Também podia chamar pelo homem é certo, mas não... não gosto de dar o braço a torcer e muito menos de o ouvir dizer "Eh mulher, cheiras a cadáver" prefiro perder 100 calorias mas manter a dignidade.
Mas sim, tenho de lhe perguntar porque é que me tira sempre o papel do sítio.