Didi, uma tipa muito culta!

Para que vós não ficais com a ideia que por aqui é só galhofa vou-vos dizer uma cena que irá chocar a maioria dos perseguidores daqui!!!
Pois a Didi (preparem-se! Porque isto vai rebentar a escala) ADORA LER!
É fantástico, não é? Eu sei, eu sei pá! Sei que não me tinham em tal conta e mesmo eu fico desconfiada de mim mesma quando afirmo tal coisa... mas é a verdade! Gosto de ler tudo, papo livros como quem papa pizza ao pequeno almoço, em qualquer hora e qualquer local... mas tenho um gosto especial em ler enquanto arreio o calhau! Sou capaz de ficar horas a ler na sanita e até decoro melhor os textos com aquela corrente de ar fantástica que se me dá no olhinho!

E leio de tudo meus amigos! Desde romances, a ficção e banda desenhada... sendo que o meu cagalhão se altera consoante a minha leitura. Quando são romances noto que saem pequenos cagalhotos quais lágrimas caídas pela face abaixo, enquanto que com os de ficção sai com cada extraterrestre digno do filme do Alien... maneiras que consigo adivinhar que tipo de cagalhão brincalhão vou largar e (esta é a parte matemática da cena) consigo prevenir-me contra o respingo que dele advém!
Maneiras que tenho sempre o meu santuário no WC, normalmente contêm livros dos X-men, Tio Patinhas e a Revista Cães e Companhia... às vezes, quando me sinto louca, costumo ler as informações das pastas de dentes, sabonetes, maquilhagem e verniz e descobri que se precisar de fabricar uma bomba artesanal já sou capaz de me orientar sozinha!

Isto tudo para dizer, que caso um dia eu decida pedir um livro emprestado a alguém é melhor recusarem-mo porque existem grandes probabilidades de ele retornar a vossa casa com um leve aroma a cócó!

...

Flagelem-me que sou uma estúpida!
Ora então, tenho uma Canon 450D e já me julgava perdida para a fotografia... já desmoralizava de andar sempre com o tijolo atrás, porque me fazia doer tudo e via pessoas a olharem para mim com uns ares muito assustados como se a qualquer momento fosse saltar para cima delas! E sinceramente é cansativo, é certo que a qualidade dela rebenta tudo (especialmente costas e pescoço), mas entretanto arranjei uma Canon SX130is (mais pequena) mas tem uma qualidade e rapidez que até os meus pintelhos ficaram parvos! Para não falar que também tem modo manual.
Maneiras que agora é verem-me feliz aos pulinhos nos parques tal qual um cão com o frisbee na boca á procura de pessoas desprevenidas para fotografar (é do melhor pois já não reparam tanto em mim)!
Adoro a minha 450D mas só volto a sair com ela quando tiver mesmo sessões em vista, porque andar com ela armada em tourist tira-me anos de vida!

O 8 e o 80!

Se a edição da Playputa com a Rita Pereira quase que se pareceu com uma edição de coleccionador lançada por um convento de freiras já com a Dânia Neto foi a badalhoquice geral lançada pelo antro putéfio do Elefante Branco onde aquela porca chegou ao ponto de mostrar o umbigo perante todo o Portugal!

Puta!

Eu é que devia ser a directora dessa revista! Gaja que não mostrasse o pito não entrava, e mais ainda... não levavam nem um chavo! Puta que é puta vende-se pelo prazer e não pelo dinheiro!
Os valores morais da humanidade estão perdidos!

Face, esse conversor de almas!!!

Pessoal o mundo está das avessas e eu sinto-me no dever de vos avisar!
E a prova disso é a página inicial do meu Face! Outrora era toda a gente a publicar fotos (e eu ia logo coscuvilhar só para falar mal), frases indirectas mas que eram mais directas que outra coisa, para determinadas pessoas (e eu ia comentar para meter mais brasa na fogueira) e dizer asneiredo do grosso (grandes participações as minhas, estava sempre no top of tops) mas agora aquela cena quase que se parece com o Vaticano!
E é "Fatuxa, és a minha guia", "Jesus, és a minha Luz", (atentai ao mercado liberalizado da energia, mudem já de fornecedor de serviço para poupardes) mas para mim a melhor é "Princesa, aquieta teu coração que eu já cuidei de tudo - Deus", atão mas agora Deus é dread?!
"Yo princesa, dama di mi vida, vamo ali no cubículo rezar um terço?!", mas o que é isto?!?!?!?!?!? Deus deveria falar à episódios da Guerra dos Tronos, qualquer cena do género "Estimada donzela não vos apoquentais que eu irei providenciar a sua protecção" e aí eu até nem me importaria destas mensagens divinas... agora se ele me fala à gajo ali da Cova da Moura vou partir esta merda toda!

Mas isto até era uma situação que seria facilmente resolvida, não fosse o pessoal que publica estas cenas ser da minha família, ohh fatalidade do caralho!!! Estou destinada a ser católica através de lavagem cerebral, porque a gente já sabe que não podemos ir contra a ideologia da malta senão somos logo o demo em pessoa e vamos arrastar a humanidade para a decadência e luxúria....
Luxúria... hmmmm... já volto malta, vou só ali ao Face dizer umas cenas....

Didi e o cabrão do tritão!


Que cagaço pessoal! Ontem ia tendo um ataque cardíaco!
Tava a Didi e seu montador alapados no sofá, quando começamos a ver os gatos eufóricos aos pulos e muito assustadiços! Claro que sendo eles parvos como são, até porque era de noite e à noite todos os gatos são parvos não ligámos muito, deviam andar à procura da bola para fazer das suas jogatanas fantásticas à 1 da matina só para chatear a vizinha de baixo, quando me diz o Abade:

Ó Didi, o que é que o Bill tem na boca?!”
Sei lá” – digo eu – “Deve ser um bocado de cotão” (sim, às vezes andam bolinhas de cotão avoar tal e qual aquelas cenas do foroeste com a música a acompanhar Turu-ruru-ruuuu-uauaua).

Quando o Bill passa por mim muita depressa e contente parece-me ver uma patinha muito pequenina! “Não pode”, gelei… e guinchei “Abadeeeeeeee é um tritão”. Ai fodasse, nunca levantei o cú tão rápido do sofá (quem me conhece sabe que eu a sair do sofá vou-me arrastando e escorregando até cair de cú no chão), pareciam 1000 picos debaixo de mim e eu parecia um disco riscado “Ó BILL! Ó BILL! Ó BILL! Ó BILL! Ó BILL! Ó BILL!” abro-lhe a boca e tiro o Malaquias seco que nem um chouriço de dentro da boca, quando já estava preparada para dar a extrema unção o bicho começa a mexer-se!
Fui a correr para o lavatório da casa de banho e meti-o dentro de água enquanto o limpava, pobrezinho… magrinho e muito murxinho, estranhei a magreza dele! Foi quando me bateu, tal e qual como se levasse com um calhau nos cornos, que o Mischa (ai ca filha da puta) tinha ficado fechado na  sala um dia antes!
Cabrão do Mischa e as suas actividades piscatórias, pescou-me o tritão lá de dentro, andou a divertir-se com ele e deixou o animal para lá!

Safou-nos o facto de os tritões terem um género de gosma irritante que quando se vêm em apuros largam aquela nanha que é um bocado aflitiva e o Bill ficou de língua pendurada e a arfar! Toma lá que já almoçastes e é para não meteres a língua onde não és chamado.
Com isto tudo informo que o tritão se encontra bem e de saúde eu é que fiquei de coração partido de imaginar o que ele sofreu!