Metallica, o Regresso!


Olá minhas piquenas preciosidades! Como estais vós?
Eu neste preciso momento só tenho três palavritas para vós: “Ai … Ui… Espectáculo!” Realmente os gajos são os deuses da música, quando começa a Ecstasy of Gold uma pessoa até fica com os pelos do buço arrepiados só de pensar o que para ali vem e a mocada que vamos apanhar!

Mais uma vez as organizações de concertos ficam muito a desejar, pois estou eu a espera para ser afalfada na entrada do recinto e o sacana do polícia manda-me sempre para a fila das mulheres, mas que discriminação é esta meus amigos?!?!?!? Uma pessoa quer igualdade de direitos, mas assim é complicado. O Abade até na bochecha operada foi apalpado, e com sorte ainda lá metiam o dedo para confirmar se não haveria alguma granada lá escondida, já eu… fiquei a ver navios… não concordo, aliás, discordo!
Ao menos tive a minha pequena (grande) vingança quando vi toda a gente a largar as tampas das garrafas à entrada e eu com as tampas enfiadas no soutien… tava cá com um mamaçal que fazia ver à Pamela Anderson, toda eu era um ecoponto ambulante!

Lá fui eu , o Abade e um amigo do Abade para o concerto já sabendo de antemão que aquilo ia encher para carulho, começamo-nos a infiltrar lá para a frente enquanto ainda dava Evanescesce... que M-U-S-I-C-A, uma categoria para cortar pulsos! Que vozinha de cana rachada tão fantástica para ficar surda! Que vontade de ter uma tesoura comigo e rasgar em fanicos aquela saia froufrou mas felizmente têm um reportório tão pequeno que ela lá esgotou as músicas e bazou deixando-me a mim a pedir por uma morte rápida.
Eu nem vos digo nada… nunca tinha levado com o moche (eu até sou Moche, mas só no telemóvel) no focinho, e nas costas, e nas pernas e na alma! Ás duas primeiras músicas de Metallica foi uma libertação de estupidez que eu andava a apanhar encontrões de todos os lados e quase que afocinhei no chão não fosse o Abade a zelar por mim (mesmo com a sua peida doentinha o homem é um cavalheiro… sim senhor)!

Os Metallica nunca desiludem, estou a pedir aos santinhos para que regressem para o ano!
E como foi a primeira vez que fui a um Rock in Rio tenho a dizer que não gostei lá muito, para ir aos comes e bebes uma pessoa quase tem de andar 1Km, gosto de cenas mais pequeninas… espero nunca mais lá por os cotos!

Didi, a mete nojo!

Olá minhas preciosidades!!!

Como têm passado vós? Benzinho? Já tá tudo de balão e essas coisas? É que isto agora anda aí uma epidemia tão grande que eu já tenho medo de vir o blogger, ir ao face e sair à rua não vá apanhar uma gravidez daquelas fortes... é que eu cá tenho uma cagufa dessas cenas que nem vos conto! Tenho visto tanta gaja a perder-se para a maternidade como gajos para a paneleirice e já me estou a preocupar pois se um dia destes me dá numa de cheirar cricas é a morte do artista!
Mas passando a assuntos considerados mais sérios, certamente já sabem que Metallica vêm cá (se não sabem deviam ser espancados só porque sim!) e como tal a Didi vai ao Rock in Rio, portantes, se encontrarem lá pelo chão uma moça acabada da vida e a balbuciar temas do Black Album e a gritar Pikachu I Love You, certamente sou eu!
Se alguém quiser conhecer a Didi e seu Abade é só procurar um gaja com uma camisola de Metallica e um gajo com boné... mais explicíta não posso ser!!!