Coisas preocupantes

Ultimamente tenho tido um sonho recorrente que já me está a deixar cansada!
Oras que vou eu a conduzir o twingo qual fitipaldi quando me aparece uma curva (às vezes também costuma ser uma rotunda) e eu quero virar o volante e não consigo, ou porque estou muito distante dos pedais e do volante ou porque quero virar e não consigo pois a direcção é pesada como os tomates do padre Inácio.

Acabo sempre por me despistar e enfiar-me para uma vala mas em vez de ficar ferida e preocupada saio do carro a praguejar e a sacudir o pó enquanto olho para ele e lhe digo "agora ficas aí"  qual animal de estimação mal educado, viro-lhe costas e vou-me embora.
Realmente isto deve ter um sentido qualquer implícito que eu não sei bem qual é.
Será de ser maçarica? Será de ser mesmo um perigo? Será que isto significa que eu tive um trauma de infância e bati com os cornos no tablier e que tal experiência marcou-me para o resto da minha vida? Não sei, só sei que esta noite certamente irei ter outra grande condução e vou novamente passear às couves, mas como também o Natal está aí à porta aproveito e trago umas para comer com Bacalhau.

Feliz Natal pessoal, e estamos todos ansiosos para saber o que é que o Abade me vai oferecer se bem que todos já conhecemos o extremo bom gosto dele e pessoalmente eu até estou com medo com o que dali vem.

Ho Ho Ho!

Shame on you

E aos 351 dias do ano de 2012, eu Didi, vi o Shame!
Aquele filme que tanta gente me dizia para ver porque tinha valentes cambalhotas e que de certeza que eu ia adorar ver uma vez que até tinha sido galardoado com umas Piças d'Ouro (não foi bem este prémio foi mais do Vencedor dos Prémios Fipresci, Volpi Cup e “CinemAvvenire” que não faço a mínima ideia que prémios são).
Pois que vi aquela bodega e dos 101 minutos que compõem a seca de filme estava eu à espera de um grande rebarbadão e apenas 3 minutos é que foram assim mais pró badalhoco! O que rebentou comigo nem foi o facto de ele rebentar as gajas todas e chegar ao ponto de rebentar um rabixas que se cruzou com ele mas sim de filmarem o Brandon (até o nome lembra a palavra Bronco) a correr na cidade durante uns 7 minutos, 7 LONGOS minutos esses, que eu poderia ter aproveitado para ver filmes de categoria como por exemplo; o Rei Leão.
Ah, e ainda o filmaram durante 5 minutos a olhar para uma gaja e outros 10 minutos num restaurante a jantar com uma gaja que queria que lhe apagassem o fogo mas queria compromisso sério e ele era demasiado sério para querer coisas sérias.

Maneiras que shame mas é on me por ainda acreditar que se fazem filmes de jeito! Valha-nos ao menos o Michael Fassbender que me lavou as vistas!

Os meus vizinhos

Queixava-me eu da minha vizinha de baixo que era chata como a potassa e até já lhe tinha feito um upgrade ao seu estatuto passando de "encalhada" para "pega-que-havia-de-morrer-de-avc-quando-me-viesse-bater-à-porta-sem-motivo" quando de repente retiro-lhe esse super estatuto e praticamente esqueço-me dela depois de ter novos vizinhos no piso.
Para começar, a senhoria que lhes aluga a casa havia de ser apanhada e partirem-lhe os cornos à bastonada porque num prédio pacífico a senhora só aluga a casa a escumalha; se antes era um casal de ucranianos que passava a vida em agressões conjugais, depois foi um casal de brasucas que era forró todo o santo dia e até às tantas da noite agora temos aqui um casal de cabo verdianos com dois filhos.
O rapaz deve ter os seus 14/15 anos é super educado... nada a apontar. Os pais, esses nem bom dia dizem. Deve-lhes gastar inteligência serem bem educados, a miúda... a miúda era atirá-la da janela!
Passa o dia inteiro aos guinchos, parece um porco na matança... oiço o irmão aos berros "cala-te", "fala baixo" quando aos pais? Nada, nem um pio... não a mandam calar-se, nem falar baixo.
Já cheguei ao degredo de me encostar a parede e desatar aos berros a mandá-la calar, funciona, durante 2 minutos e depois regressa a chinfrineira.
O meu maior desejo é que o agente da PSP que mora no meu piso um dia destes se passe (uma vez que trabalha por turnos e não consegue descansar) e vá tocar à porta e lhes aplique uma valente multa (e digo multa que é para não dizer qualquer coisa que inclua "balázio" no meio).

Bem feita para a senhoria da casa porque de cada vez que saem da casa partem-lhe tudo e roubam-lhe as mobílias, quem se mete com gente de boas famílias dá nisto.
Volta vizinha de baixo, estás perdoada!

E pronto... começou a guinchar! Que puta, havia de ter nascido muda.

Que sacanas

E um ano e sete meses depois da aquisição do meu pópó novo eis que o Abade me dá a notícia que temos um risco de um lado ao outro do lado do pendura claramente feito com uma chave.
Mas que merda de gente é esta?! O que eu queria mesmo era descobrir o cabrão que fez isto e agarrar numa chave inglesa e partir-lhe as trombas com ela e como bónus esmagar-lhe os dedos para nunca mais ter ideias parvas!

É apenas um carro, mas foi algo que me saiu do lombo e ver um carro tão perfeitinho desfigurado é algo para me partir o coração.
Infelizmente com a cambada de invejosos que para aí anda é o pão-nosso-de-cada-dia, menos mal que foi só um risco, a outros são pneus... era caçá-los e empalá-los!

Só comigo

Andei eu para aqui a elogiar o Bill para chegar ao final da noite de hoje com vontade de o apanhar a jeito e mandar-lhe uma sapa do caraças!
Raramente jantamos na mesa da sala, foi hábito que se criou jantarmos sempre na cozinha excepto quando se encomenda pizza. Claro que hoje encomendámos a dita e estávamos os dois a apreciar o pitéu quando o terrorista salta-me para o colo, ora eu, dona mimocas abracei-o, nisto vem o Yoshi ter connosco porque lhe cheirou às côdeas do pão e toca de abanar o seu mega rabão que vai contra um género de arbusto decorativo que estava na sala... oras, Bill assusta-se com o barulho daquela bodega a cair, faz fumo com as patas de trás nas palmas das minhas mãos a querer fugir e arranha-me mãos todas.
Só sangue...
Como se não bastasse levei com aquilo nos cornos e isto tudo perante um Abade impávido e sereno de fatia de pizza na mão fixado no Benfica.

Desato aos guinchos "Ó Abadeeee, ó Abadeeeeeee" enquanto corria para a casa de banho e nada de Abade, precisava mesmo de uma ajuda porque não queria limpar as mãos a papel higiénico, venho até à sala toda choramingona, olho para ele e pergunto-lhe se não me ouvia chamar e diz-me ele "Estou a ver o Benfica" e nisto mostro-lhe as mãos e diz-me ele "Afinal estas ferida, eu pensei que estavas na  brincadeira".

Com isto concluí-se que eu bem que podia esticar o pernil ali no chão que não ele não dava por nada.
Agora que reflicto sobre o assunto acho que quem merecia levar a sapa era mesmo o tótó do homem.

Mau Maria...

Sabemos que o mundo está próximo do fim quando a nossa própria mãe nos pede com jeitinho o livro As 50 Sombras de Grey só para ver o que é que tanta a gente fala.
Que nojo pá, supostamente uma mãe é pura e casta e só mandou uma berlaitada para nos trazer ao mundo e aí converteu-se ao freirismo porque pinar é nojento e sujo e quando ela me pede aquilo o mito do ser puro e casto caiu por terra e veio ao de cima uma imagem mental duma devassa!

"Didi, empresta à mãe o 50 Sombras de Grey para eu ver se é giro." giro... giro... giro... giro... giro... giro... giro... giro... giro... giro... giro... giro... giro... giro... giro... isto ainda ecoa pelos meus ouvidos e fora os pesadelos que tenho tido!

Nunca mais quero tocar naquele livro com as minhas mãos... irra!

Novembro: 30

30. on the wall

E pronto, chegámos ao último dia do desafio e por incrível que pareça esta foto veio praticamente ter comigo enquanto eu andava a comer uns Pastéis de Belém por Belém (que coincidência).
Nunca vos aconteceu cruzarem-se com coisas que parecem que foram lá colocadas propositadamente para vocês?! Foi o caso desta, até parecia que alguém lá de cima sabia que eu andava um bocadinho necessitada que me libertassem da burrice com que me cruzo diariamente.

Mas resumindo, gostei deste conceito do Photo-a-Day, não sei se não cumpra o do mês de Dezembro pelo menos é uma forma de me "obrigar" a vir aqui, que eu sou muito esquecida.

Novembro: 29

29. big (grandalhufo)

E o tema de hoje é BIG e eu estive mesmo vai-não-vai para publicar o piço do Abade e demonstrar a enormidade da coisa, mas achei por bem não o fazer uma vez que: ou me chamavam badalhoca ou então pediam-me o número dele e chamarem-me javardolas eu ainda admito agora gente rebarbada é que não porque para isso estou cá eu.
Maneiras que vos mostro a foto que tirei ao Pedrão dos Descobrimentos. Ora o Pedrão dos Descobrimentos é aquela segunda personagem a contar da ponta do barco que está ajoelhada com ares de arrependido por ter negado a Jesus com medo de também ir para o prego, por isso é que o chamo de Pedrão.

Enfim, eu quando era miúda também pensava que as pessoas viam a preto e branco (uma vez que as tv's eram a preto e branco), eu sempre tive grandes teorias só que nunca ninguém me compreendeu.

Novembro: 28

28. vehicle (o chaço)

Ai minhas fufes! Se vocês soubessem aquilo que me aconteceu nestes dias vocês não acreditavam.
Não sei se repararam mas não publiquei nada de fotos nestes últimos dias e eu JURO, eu JURO que andava a fazer por tudo para cumprir a promessa mas isto não foi mesmo culpa minha, ou melhor, foi mas eu não sabia o que ia acontecer.
Oras, Gina Maria decidiu instalar o Windows 8 porque gosta de estar sempre a par das últimas tendências da moda informática, claro que ao instalar o 8 apeteceu-me logo dar um tiro nos cornos porque não sei como é que a Microsoft conseguiu transformar um cagalhão num sistema operativo.
Maneiras que depois de me auto-flagelar por ser uma estúpida de 1ª categoria eis que formato novamente isto para voltar ao 7... tudo muito lindo, até à parte em que inicio novamente o pc e isto parecia estar em modo de segurança: janelas enormes, pixelizadas, pc lento... e eu a fazer contas à vida. Bem que tentava instalar as drives da placa gráfica mas só me aparecia a informação que não havia placa gráfica.
Após 2 dias a tentar resolver o problema sem sucesso lá me decidi a desmontar o portátil e ir tirar a referência da placa gráfica e só assim consegui resolver o problema.
Portanto, posso dizer que hoje é o dia em que finalmente estou no portátil mais de cinco minutos sem ter dores de cabeça pois nenhum ser humano conseguia olhar para aquela bodega!

Resumindo e concluíndo, não instalem o Windows 8 pois se por um lado ganham em rapidez perdem em usabilidade, ter dois ambientes de trabalho onde um é só atalhos e o secundário é que é o real não é nada prático!

Novembro: 26

26. in the cupboard (é mais uma tigela , mas era o que que havia à mão)

Novembro: 25

25. sky

Novembro: 24

24. a sound you heard (limpa as orelhas ó mouco)

E neste dia, tarde, noite de chuvada nada melhor do que o som das gaivotas que se ouviram!
Dizem que os corvos são os portadores de más notícias, mas as gaivotas para mim são muito piores pois quando as ouvimos já sabemos que lá vem coisa e é melhor ir buscar o chapéu de chuva, o kispo, a botinha, a luva, o lenço para limpar o pingo do ranho, e o Antigripine.. mas a chuva normalmente nem é a má notícia, a verdadeira má notícia são as probabilidades de levar com um cagalhão delas quando as bichas andam a voar, isso é que é mau minhas fufes!

Têm medo de cagadelas de pombos, dizem vocês?! E em verdade eu vos digo que deveis ter medo é da das gaivotas... aquilo não é uma simples defecação meus piquenos, aquilo é o chamado dilúvio do fim dos tempos a nadar em merda!
E ainda passados 3 anos tenho pesadelos recorrentes de estar encostada a um poste da luz na Praça de Figueira e levar com um senhor cagalhão nos cornos que até me escorreu para o braço. Não dá para colocar em papel a quantia que eu já gastei em terapia reversiva, posso-vos apenas dizer que foi coisa perto do... hmmm... zero.

Olhem... quem vos avisa vosso amigo é!

Novembro: 23

23. black (negrããããooooooo)

E no dia de hoje com este tema nada mais nada menos do que uma foto do meu gatinho preto, o Mischa.
Ainda me lembro disto como se fosse no ano de 2006, estava eu feita a moura do costume a trabalhar numa cave (olhá a exploração pessoal) quando oiço uns “miiiiii… miiiiiiii” que se prolongaram por mais uma hora até que decidi levantar o cú do banco. Subo as escadas e quando chego à porta vejo um cagalhãozinho preto com cerca de 3 semaninhas a largar uns “miiiiiiiiiiii” que mal se ouviam, abri a porta, peguei-o ao colo e fiquei parva com a minha audição pois o miar dele mal se ouvia ali quando mais um andar abaixo da terra, sempre suspeitei que tinha um dom para animais mas nessa altura tive mesmo a certeza, pois mais ninguém ouviu o miar.
Lá meto o pequeno gremlin dentro de uma caixa de cartão que tinha para lá e vou ter com o meu patrão que ao chegar-se à caixa para pegar no gato levou logo com uns “pffffffff pfffffff” e uma mordida no dedo… naquele momento fiquei orgulhosa, ele tão pequenino e já odiava o patronato, estava definitivamente no bom caminho para ser o meu amiguinho!

E hoje cá continua ele connosco. Um dos gatos mais mimoso e chato que conheço pois de tão meiguinho que é acabamos inevitavelmente por ficarmos cheios de pelo e cheios de baba (ele baba-se quando recebe festinhas) não trocava o meu Mischinha por nada, porque nada é mais gratificante do que ter um animal que nos dá amor incondicional.

Novembro: 22

22. grateful (aproveita enquanto podes sacana)

Sinceramente não sabia muito bem o que publicar com este tema, uma pessoa está grata por tanta coisa pá... ter saúde, ter família, ter o Niko, ter o Mischa, ter a Tsuki, ter o Yoshi, ter o Bill, ter o Godzilla, ter o Tobias&Malaquias, ter uma casa, mas acabei por publicar a foto do meu almoço, o suche.
Estou extremamente agradecida por ainda ter um trabalho que me permite pagar as minhas despesas e ainda me sobrar algum para chegar ao fim do mês sem problemas... coisa que em princípio deixará de acontecer em Janeiro de 2013 e possivelmente a foto que eu irei partilhar com vocês na altura será uma tigela de sopa ou uma côdea de pão rijo acompanhada por uns raminhos secos de árvore... pelo menos lá por Março de 2013 já estarei extremamente elegante e chegando a Junho já posso ir para a praia que não há celulite que resista à fome!

Novembro: 21

21. what you wore (o trapo que vestiste)

Ai filhas! Olhem ó tempo que eu andava para partilhar com vocês um outfit e hoje foi o dia! Desde já passo a explicar-vos o porquê das minhas escolhas, para que vós, vis imitadoras me possam imitar!
Portanto, o barrete foi na parte da roupa do Pingo Doce colecção Outono/Inverno 2010 pela fantástica quantia de 2,5€ um achado minhas pituxas; o casaco é de uma marca tão IN que já nem consigo lembrar-me onde adquiri esta samarra quentíssima que ainda por cima tem um gorro desmontável (uma preciosidade)... a roupa foi escolhida segundo um critério muito criterioso que é ele: cair da cama e vestir à pressa o que vem à mão (ou ao pé).

Como podem verificar ainda me encontro de franja e nesta foto estou ali com as mãozinhas encarquilhadas tal e qual uma beata a rezar ao Santo Prepúcio por alguém que lhe afague o lombo!
Bem sei que as clutch, ou clutches ou o caralhete (não sei como se chamam) estão na moda mas eu não sou pessoa dessas coisas, sou demasiado selecta andando sempre com uma malinha à tiracolo cheia de pastilhas, batôns de cieiro, tampões, aspirinas, e lenços por lá espalhados (e às vezes saquinhos para apanhar cócós)... bem minhas bitches agora ide, ide e tentai imitar um outfit tão gracioso quanto o meu!

Novembro: 20

20. work / play (ódio / coisinha-fofinha-que-eu-adoro)

Hoje foi daqueles dias considerados uma m... bosta! Daqueles dias em que parece que as pessoas acordaram com merda em vez do cérebro e não conseguem entender um cú daquilo que lhes explicamos... chegando mesmo ao ponto de ter de lhes fazer desenhos a ver se a coisa encaixava melhor naqueles calhaus a que eles chamam cérebro! Então os velhos são o top-of-tops da estupidez... eu bem sei que temos de ter respeito e compreensão, mas eles acham que os estamos a enganar mesmo quando estamos a dar o nosso melhor para os ajudar... que sejam todos enrabados sem recurso a vaselina, cabrões!
Bem, mas como hoje o tema era trabalho e diversão fica a foto da minha vida laboral, computadores, programas, computadores e pessoas estúpidas (cabrões)! No que toca a diversão, eu sei que sou um bocadinho geek mas fica uma capa da bd dos X-Men com a minha adorada Jean Grey ali toda armada em javardolas com o Wolverine... valha-nos as santas bd's para conseguirmos sonhar um pouco em termos super-poderes.

Eu cá gostava de possuir o dom de conseguir que uma pessoa com Q.I. inferior a 100 se esmurrasse a ela própria por cada burrice e acção parva que tivesse e já agora que estamos a pedir gostava mesmo era que essa malta desaparecesse toda do planeta porque andam aqui a gastar recursos sem necessidade... que cabrões!

Novembro: 19 (ufa)

19. something awesome(qualquer coisa que te deixe "xinapáááá")

Pois é meus pirilaus já começo a ficar stressada... hoje na correria da hora de almoço é que me lembrei que ainda não tinha tirado a foto do castigo e depois se me esquecesse não havia quem vos aturasse maneiras que fui logo a correr (nem almocei) tirar uma para vocês terem orgulho em mim!
Eu ainda estive vai-não-vai para pedir à minha colega para me tirar uma foto em pose badalhoca e vocês ficavam todos "ah e tal é uma gaja awesome sim senhora, já desconfiávamos mas agora comprova-se" mas achei melhor não, porque possivelmente ia ficar sem publicar nada até ao final no mês com o internamento hospitalar que o Abade me ia oferecer como prenda de Natal antecipada.
E agora estão vocês a pensar "Porra Didi, podias tirar a foto à noite com tranquilidade", mas em verdade eu vos digo que fotos tiradas com luzes incandescentes ou florescentes ficam uma grande m... bodega e para além disso, não há nada mais AWESOME do que a Natureza é impossível não gostar de contemplar o céu, mais uma razão para não publicar uma foto minha porque ia tirar protagonismo à cena e com a Natureza não se brinca!

Novembro: 18

18. happened this weekend (o ponto alto da tua vida social)

Tcham! Tcham! Tcham!
E o ponto alto do meu fim de semana (que-não-é-bem-fim-de-semana-porque-sou-uma-moura-que-trabalha-todos-os-dias) foi o magusto em casa da minha rica mãezinha!
E porque é que isto se considera o ponto alto? Porquê? Porque comer castanhas em casa dela significa apanhar novamente o pifo com vinhaça do porto e é o início de uma semana de pesadelo para todos os que se encontram ao meu redor... para o cão, para os gatos, para o Abade, para a atmosfera, para os meus colegas... é uma semana onde toda a gente se afasta devido ao fedor nauseabundo que emana de mim e aproveito estes pequenos momentos de paz para pensar na vida e perder a cabeça e chegar à conclusão que devo comprar mais 1kg de castanhas e assá-las no forno, porque afinal de contas as castanhas só existem durante uma breve época do ano e há-que aproveitar e tornar os momentos laborais um pouco mais divertidos!

Novembro: 17

17. the last thing you bought (o estoiranço do teu último euro)

Para além de começar isto a meio, nada melhor do que começar com piroseiras à mistura.
Quem diria, que eu, Didi Maria, usava destas coisas nas pálpebras? Eu ainda consigo surpreender-vos, admitam lá?
Para vós verdes como a crise se apoderou do barraco posso dizer-vos que esta foi última aquisição que fiz (isto há coisa de 3 dias) e pela módica quantia de 3,25€... os 3,25€ mais mal dados da minha vida, pois este stay all day é uma sombra jeitosa para se por nos refregos da vagina pois de tão rosa pipi que é nem se nota nada, daí o efeito "stay all day"... estes tipos da essence pensam que a sabem toda, mas antes de começarem a aldrabar o pito feminino de Portugal já eu o fazia com mestria.
Mas pronto, sinto-me orgulhosa... pelo menos consegui cumprir um dia da promessa!

Promessas, promessas...

Ora vamos lá ver se eu consigo cumprir com esta coisa, normalmente não sou grande cumpridora de promessas e cenas que tal... mas tenho visto tanta gente na blogosfera a aderir a isto que me sinto tentada e acho que vou mesmo (tentar) cumprir.
Claro que como boa procrastinora que sou, só começo amanhã e dia 17, porque começar no dia 1 é muito banal... portanto se eu não escrever mais até dia 30 de Novembro é porque não cumpri com nada e para não dar barraca nem cá venho ao blog!
E com isto tudo já é quase uma da matina e eu tenho de trabalhar amanhã cedinho mas não tenho sono nenhum, culpa do filme The Girl with the Dragon Tattoo que me deixou bastante surpreendida e agarrada à televisão, agora olha... chucha no dedo que não há sono para ninguém... fuck.

Traz o vinho, ò São Martinho!

Estava a ver que nunca mais chegava o meu único fim de semana por mês, isto de trabalhar por turnos é extremamente desgastante e quanto às folgas... essas parecem uma miragem que se vê lá de longe (felizmente que não o são porque se fossem, neste momento estava a fazer check in de livre vontade num hospício).

Lá fomos levar o senhor Yoshi à manicure (4,00€ para cortar as gânfias... sai mais caro do que eu) e depois fomos vadiar com o malandro que parecia que não via o sol quase à 5 meses e ainda bem que esteve um lindo dia porque esta pessoa que vos escreve adora entrar em "modo lagarto" e ficar esticadinha que nem um pau ao sol!!!

Amanhã (bem, hoje, que isto já são 01:25) é dia de S. Martinho mas eu já me antecipei e enchi o bandulho com castanhas e estou bem tocada com uma garrafa de vinho tratado que a minha mãe tinha para lá escondida... pensava ela que escondia estas coisas maravilhosas de mim!
Maneiras que estou alegre, contente, quentinha e com as pernas a tremer do vinho... Viva o São Martinho que nos dá estas alegrias porra!

Oh Novembro...

Pensei que o Novembro chegasse em força e em grande estilo, mas aquilo que apenas trouxe foi mais uma desilusão... desilusão das chefias e dos directores das empresas que acham que os objectivos que estão a ser neste momento a ser feitos não correspondem às expectativas e acharam que a melhor forma de forçar os empregados a atingir o máximo é destabilizar a equipa, desculpabilizando-se com a "crise".
Desde hoje que perdemos um grande colega do trabalho, será colocado noutro departamento longe de nós e despromovido... um colega que sabia o que fazia e que nos ajudava imenso e ao invés de o manterem no seu sítio e nos ajudarmos mutuamente a superar esta "crise" decidiram trocar-nos as voltas e colocarem outra pessoa no lugar dele. Não conheço o novo colega mas acredito que também ele está a ser prejudicado com estas novas mudanças e que vai ser difícil esta nova integração para ele e para nós.

Já todos sabemos que para as grandes empresas somos apenas números, mas queremos sempre acreditar que no fundo eles sabem que somos seres humanos mas parece que não, nem sequer somos números somos montes de merda no caminho deles que os impedem de atingir o que querem, mas o problema é que sem os "montes de merda" eles não são nada!

Nem sei o que dizer, só sei que a minha equipa de trabalho ficou em choque, revoltada e desmotivada... só me apetece sair de Portugal.

Questões mecânicas

Local: vale das mantas
Hora: 01:45

- Abade??
- Hmmmmm...
- Os pneus não perdem o ar sem os pipos?
- Não...
- Abade??
- Quié?????
- Então para que é que servem os pipos?
- Se não me deixas dormir quem te aperta o pipo sou eu!

Lá está, uma rapariga quer perceber destas coisas e o único macho disponível não me auxilia nestes assuntos!

Quem é vivo sempre aparece

Olá babes :)
Não precisais de me dar na cabeça por deixar de vos dar notícias e não dizer nada mas é que não tinha vontadinha nenhuma de vir ao blogger, apesar de continuar a ir ver os vossos cantinhos assiduamente nem comentar me apetecia, dizem que isto costuma dar três dias antes de morrer.

Ora, numa altura em que toda a gente tem notícias fantásticas para a sua ausência... uns porque casaram, outros porque foram de lua-de-mel, outros emigraram, outros emprenharam aquilo que levou à minha ausência foi exactamente NADA, continua tudo na mesma como a lesma, comigo a ser uma grande viciada no Marvel Avengers e a trabalhar que nem uma mula.
Posso até acrescentar que a coisa que já aconteceu de mais interessante desde dia 6 de Setembro foi que finalmente (e pela 1ª vez) fui pôr ar nos pneus sozinha sem pedir ao Abade para ser minha muleta ao fazer aquela tarefa super difícil! Lá pus o ar dentro dos pneus, mas ao meter o pipo no pneu bati com os dedos na jante e fiquei com umas dores nas cabecinhas dos dedos (porque roí as unhas todinhas, todinhas) que acabei por soltar o pipo para dentro da jante e perdi aquela merda!

Tudo isto para dizer que estou com uns dedos feios que pareço uma deficiente, cabeçudos e feridos... porra que nunca mais ganho juízo!!!

Tourist

Bem sei que tenho andado ausente mas o trabalho é muito, as folgas são poucas e eu ando sem um telemóvel de jeito, porque com 27 dias de vida o meu novo bebé decidiu avariar e a maioria dos posts que eu fazia eram através dele... já estou há duas semanas sem ele e já começo a andar atrofiada das ideias porque eu sou uma geek do carulho.

Para todos vós que se interrogavam sobre a minha franja aqui está ela, mas neste momento já se encontra com um tamanho mais aceitável e não tão à Beatriz Costa e apresento-vos o cú do Abade que andava ali aos apertões com o Yoshi, uma bela peida sem dúvida! Rijinho... ali nem um caroço de azeitona entra (palavra de honra).

Com isto tudo, lá se passou mais uma folga e eu continuo na mesma como a lesma... folgas às mijinhas, turnos, ordenados de xaxa e clientes cada vez mais parvalhões... tenho de ver se desencanto é um RSI que isto de trabalhar para aquecer não dá, para isso tenho ali o esquentador!

E quando a gente está bem...

... fazemos por nos por mal!

Pois que por aqui, regra geral, costumamos ser parvos de Segunda a Domingo e não fugindo à regra o que é que o Abade (com a sugestão de uma certa pessoa) se lembrou de fazer?!

Não sabendes?! Atão leiam.

Ora como todo o gato que se preze, sempre que se ouve um fiozinho de água a cair a gataria fica possuída e vem tudo a correr tal e qual uma debandada fazendo sismos de 7.3 na escala de Richter.
Se estou a tomar banho não consigo sair da banheira sem mandar uma cacetada com o mindinho no móvel para evitar pisar um emplastro que acampou à saída da banheira, se estou a lavar os dentes não consigo arranjar um buraquinho para mandar fora a pasta de dentes pois tenho o lavatório cheio de coisas peludas a matarem-se por uma gota de água... se estou a usar o bidé lá vêm eles a correr para lamber as côdeas que ficam no fundo (ficam com uma cara de satisfação que nem vos conto)... impossível de se aturar! Mas enquanto o Niko, o Mischa e a Tsuki mal ouvem um "Sai daqui" mais bruto desatam a correr o Bill fica feito parvo a testar-nos a paciência... maneiras que o Abade agarrou no Bill e enfiou-o na banheira... sem água... e assim que abriu um bocadinho o demónio apoderou-se do bicho. Ah-que-sacana-que-parecia-um-diabo-da-tasmânia-a-quem-enfiaram-um-dedo-no-cú.

Um bocadinho de água na banheira apenas a molhar-lhe as patas e o cabrão voava dentro da banheira parecia uma Twilight Zone na casa de banho, Um Alien a sair do bucho do gato, ele trepava pelo azulejo, mandava os champôos e amaciadores pelo ar e largava uns estrondosos MIAUUUUUUUUUUUUGHHHRRRRRRRRRRRR, pessoalmente acho que o ouvi dizer "EU MATO-TE MINHA PEGA, APANHO-TE A DORMIR E JURO QUE TE MATOOOOO, A TI E A ESSE GAJO QUE ESTÁ SEMPRE DO MEU LADO DA CAMA"...ele aflito e eu a rir-me agarrada à bexiga com medo que se soltasse um pinguinho.

A parte engraçada disto é que eu tinha acabado de fazer as limpezas... e a casa de banho ficou em tão mau estado que tive de me agarrar novamente ao pano... teve piada mas nunca mais torno a fazer a mesma proeza, chiça... que vi a vida a andar para trás!

Não houve porrada, mas ia havendo!

"Não saio daqui enquanto não falares comigo"
Por aqui gerou-se uma discussão do tamanho do Olimpo, que eu até acho que se criou um novo gangbang numa galáxia distante e os planetas já lá andam todos montados a fornicar uns com os outros.

Oras que eu e o Abade discutimos efusivamente durante um minuto porque fomos jantar fora e o moço embicou que lhe abasteceram mal o prato e para quem conhece o homem sabe que para ele o comer pouco equivale ao fim do mundo em cuecas e é complicado, porque normalmente ele tem sempre um buraquinho no sítio do colhãozito com que eu me divirto repetidamente ao enfiar lá o dedo fazendo com que ele se sobressalte num pulo e me chame diversos nomes ofensivos enquanto me eu me rio que nem a atrasadinha mental que sou.

Basicamente ele queria comer mais mas eu não o deixei (quem manda aqui sou eu só para que fique registado) e ele acusou-me de não ligar às necessidades alimentares dele! OH que MERDA que ele me foi dizer?! Se há coisa com que me preocupo são com os hábitos alimentares dele, tanto que certa vez fiz salmão grelhado para ele comer e ele recusou-se a comer porque disse (reparem na parvoíce) que ainda estava em gelo no meio! Que desculpa mais parva para se recusar a comer a refeição preparada por mim... eu cá ainda argumentei que o sushi também se come cru, mas ele continuou armado em cócó e não comeu nada passando fome o resto da noite.
Já eu... achei sinceramente que aquilo estava uma valente bosta, mas eu prefiro comer merda a admitir que errei... agora dizerem-me que não me preocupo, isso é que eu não admito!

Minhas ricas folguinhas...

Mais uma folga se passou e amanhã lá é dia de voltar para o trabalho (ca-filha-da-putice).
Quando tocar o despertador às 8h15 lá vou eu prometer novamente que às 22h00 estarei na caminha para não acordar cheia de sono no dia seguinte, promessa essa que nunca é cumprida pois acabo por me deitar às 2h da matina graças ao jogo Marvel Avengers no Face. Sim eu sei, sou pior que o putos mas dá-me um prazer descomunal arrear naqueles gajos todos, já não me divertia assim tanto desde que deixei de matar os bonequinhos nos Sims.
Eu era a maior nos Sims mas acabei por parar no 3 pois já não dava para lhes pegar fogo tirando o alarme de incêndio da cozinha, ou matar criancinhas tirando a porta da divisão e elas ficavam para lá a morrer de fome, agora há uma assistente social mostruosa que passa paredes e resgata os putos... não percebo porque é que terminam assim com o divertimento que uma pessoa tinha de explorar os bugs do jogo... bah.

E hoje esteve um grande dia de praia e eu, o meu pipi e o Abade lá fomos mergulhar as côdeas no oceano e até vos tirei umas fotos para comprovar; a primeira delas até trás o bónus do cú da velha que se foi deitar mesmo ali à minha frente com a praia praticamente vazia, a segunda tem o meu pézinho fofinho mais a patola 47 biqueira larga do Abade e at last, but not the least o regresso para casa pela Ponte dos Xupistas (que agora até em Agosto tem de se abrir os cordões à bolsa).

Só não vos tirei foto ao pipi, porque prontesssss... parecia mal e provavelmente o moço espancava-me!

Abade, um gajo que me tira do sério!

Why because tás aí pá?!

Eu juro-vos! Juro-vos que um dia destes o gajo vem-me limpar o cú com a mão.
Então não é que sempre que eu vou ao WC obrar e acabo a referida obra o papel nunca la está?! Está sempre na outra ponta da bancada da casa de banho... porra pá!

Ora, isto obriga-me a fazer uma ginástica mental e física para descobrir como é que vou buscar o papel sem borrar as nalgas todas e ao mesmo tempo como fazer o menor esforço possível porque não gosto de me cansar.

Maneiras que me agarro com força ao tampo da sanita enquanto faço uma esparragata no ar a ver se consigo apanhar o papel com a pontinha do dedo... não funciona!
Tentativa nº 2: esticar os braços todos, todinhosssss... mas tendo o cuidado de ficar com o olhinho do cú alinhado com a sanita... não funciona!
Tentativa nº 3: chamo o Niko... chamo o Mischa... chamo a Tsuki... chamo o Bill... nenhum vem... cabrões!
Tentativa nº 4: chamo o Yoshi, lá vem ele a correr de língua alçada e começa a lambuzar-me toda. Mando-o embora porque assim não consigo pensar.
Tentativa nº 5: Agarro na esfregona (que sorte ela estar ao meu lado), com jeitinho... muito jeitinho... quase que consigo mas o rolo cai para o chão e a esfregona já lá não chega.
6ª e última tentativa: Vou de gatas buscar o papel enquanto 4 gatos (que finalmente responderam ao chamado) olham para mim desconfiados.

Também podia chamar pelo homem é certo, mas não... não gosto de dar o braço a torcer e muito menos de o ouvir dizer "Eh mulher, cheiras a cadáver" prefiro perder 100 calorias mas manter a dignidade.
Mas sim, tenho de lhe perguntar porque é que me tira sempre o papel do sítio.

Le Bill

Não vos deixais enganar por este gato fofinho pois por detrás dele encontra-se uma fera!
Ele morde dedos debaixo dos lençóis, morde dedos fora dos lençóis, rouba a comida ao Yoshi e se nos distraímos um pouco até a nossa comida marcha e é vê-lo a correr casa fora com o bife nos dentes...

A última que me fez a meio da noite fez-me pular da cama... estava eu de cú para ao ar a roncar e vem-me o gajo e enfia-me a pata no meio das nalgas... a intenção certamente seria boa, devia querer apanhar uma melga mas acabou por tirar mal as medidas e pregar-me um cagaço do caraças!

Ele é terrível... mas é tão fofinho e eu adoro-o ♥
(quer-se dizer... às vezes apetece-me mesmo apertar-lhe o pipo)

Psicopatias crónicas!

"Porquê Didi, porque é que és assim????" - pensa este gato que tem ares de filósofo!
Isto de ter uma semana de férias não dá para nada... dá apenas para tomar o gostinho e quando já estamos mesmo, mesmo empenhados em não fazer um cú eis que chega o trabalho e nos prega um valente cagaço!
Mas enfim, Serafim... nem vou falar muito disto senão ainda parto esta merda toda!
Ora bem, como todos os meus Tarecos leitores sabem eu tenho muita cagufa do mar e toda a água que me suba acima do joelho eu começo logo a papejar, a arfar e a gritar "Ó Abade, Ó Abade anda cá", tanto que não é à toa que me recuso a tomar banhos de imersão que eu ainda morro lá para dentro, mas isto tudo para dizer que se o mar estiver picado PIOR! PIOR porque eu só entro dentro dele em último caso, e o nome desse último caso é "xixi".

Didi a torrar as côdeas, levanta-se da toalha, tira a cueca do meio da regueifa e chama o Abade para ir à água (de notar que o rapaz ficou admirado pela minha coragem repentina e levantou-se prontamente) lá vai a gente... chap para aqui, chap para ali, eu a levar com ondas por todos os lados e de repente o Abade afasta-se e eu digo-lhe "Abade anda cá para ao pé de mim que eu quero mijar" o moço não percebeu bem e chega-se a mim para me perguntar o que é que eu lhe estava a dizer e no preciso momento em que abri a boca para lhe dizer que me sentia mais segura ao mictar com ele por perto vem uma puta duma onda e dá-me mesmo nas fuças... ora, não é preciso ser grande génio para descobrir que levei com o meu próprio mijo na boca! Entretanto disse ao Abade porque é que o tinha chamado e acabei por não perceber porque é que ele se afastou a correr e a atirar caralhadas para o ar...às vezes não percebo mesmo este rapaz!

Com isto tudo fiquei variada dos cornos, cheguei a casa e tomei o belo do banho... olhei-me ao espelho e pensei cá para comigo "Hmmm... estás com mais cara de parva do que o costume! Deve ter a ver com esse nariz de palhacito que tens por causa do sol. Temos de arranjar uma distracção para não olharem para isso" e dito isto, agarrei na tesoura e arranjei uma franja nova...
Estou com cara de parva na mesma, mas agora duvido que alguém se lembre de olhar para o meu nariz pois o olhar pára na franja e ninguém tem a coragem de descer o olhar, porque uma gaja que usa uma franja como a minha é uma gaja segura daquilo que usa e é certamente uma psicopata certificada pela Ordem Portuguesa dos Psicopatas.

Agora a sério... pareço mesmo uma tótó... fodasse...

E porque o sonho comanda a vida...

Imagem de Pusheen the Cat - o gato com ares de panisgas!
É por estas e por outras que eu chego à conclusão que deveria ter acompanhamento psicológico antes que fique uma psicopata maluca dos cornos porque os meus sonhos são das coisas mais bananas ao cimo da Terra.
Ora então: estou eu e o Abade na palhaçada quando a meio da parvoíce o moço caí para cima de uma mesa e espeta uma faca na cabeça! Didi e seu montador põem-se então a caminho (e a faca continua espetada) do Hospital de autocarro (de autocarro!!!), nota-se a minha extrema preocupação com o Abade ao ir de transporte público para chegarmos lá o mais rapidamente possível, mas a meio caminho abro a minha mala e dou de caras com um Samsung Galaxy S3 e... nunca mais me lembrei do Abade.

O que é que isto demonstra?
Primeiramente que o Abade devia-me dar uma surra por eu ser parva.
Segundo, que em casos de aflição não vale a pena contarem comigo para nada porque provavelmente vou-vos deixar pendurados, faz-me lembrar aquela história da Mulher de Ló (não, não é do pão mas sim de um malandro que era anti-rabetas e abandonou Sodoma e Gomorra) que ficou garganeira com as cenas que deixou em Gomorra e olhem... lixou-se!

Hmmm... sonhos variados do clima misturados com cenas bíblicas... é desta pessoal, arranjem-me já um psicólogo, um exorcista ou Galaxy S3 ide... ide antes que seja tarde de mais!!!!!!!!!!!!

Didi e o fifa 12

Realmente, eu nem sei porque é que ainda me ponho com invenções! Já deveria saber que eu e o futebol somos os equivalentes a um burro a olhar para um palácio.
Ora bem, o Abade já andava a deprimir por estar há dois meses de baixa e decidiu comprar o FIFA 12 pensando ele que ia ser um grande mister e arrear neles todos, claro está que se viu grego e quem foi o arreado foi ele, a levar cabazadas de 5-0.
Fartando-se ele de apanhar no toutiço decidiu convidar-me para jogar FIFA  (para lhe levantar a moral porque eu cá não sou parva nenhuma). Óbvio que lhe disse logo que não porque eu tenho mau perder de rivalizar com Zeus ao ponto de partir o comando no chão e desatar a atirar caralhadas para tudo o que é sítio... mas para não parecer ter tão unfairplay disse-lhe que era melhor não porque o comando estava todo pegajoso da CocaCola (não perguntem…) e não me apetecia ir limpá-lo.

Claro está que lá me obrigou a ir limpá-lo com álcool, sim sim… porque ninguém faz farinha com o Abade senão ainda se habilitam a levar com uma bujarda nas fuças vinda não sei de onde… e começou a partida!

E os bonecos da Didi pareciam formigas perdidas no meio do campo.
E os bonecos da Didi passavam a vida no chão a fazer carrinhos.
E os bonecos da Didi andavam perdidos sem saber onde andava a bola.
E os bonecos da Didi estavam sempre a receber cartões amarelos por fazer faltas.
E a Didi apanhou cabazadas de 20-0.

Eu sei lá, sei que fiz dois jogos e levei para xuxu, fiquei perdida da vida e irritada… mas ao menos o Abade ficou um bocadinho mais feliz pois descobriu que havia alguém mais fraquito que ele no FIFA 12 e agora ninguém o cala a dizer que joga muito bem... 'tá visto que tenho de aprender a jogar aquilo para desatar a malhar nele a ver se se acalma um bocadinho.

Caiu-me tudo ao chão!

Nunca imaginei eu que quando levantasse a peida da cama iria ter um dia tão preenchido como o de hoje!
Pois bem que tive uma grande surpresa (acalmai os pipis! O meu estado civil ainda não se alterou). Estava eu ao balcão a atender os malucos dos cornos do costume quando olho para o lado e reconheço uma rapariga que lá estava a olhar para mim com um sorriso todo pepsodent (olhá publicidade pessoal), mas como sou um bocadinho lerda virei a cara à moça e pensei cá para comigo "parecia mesmo uma pessoa que eu cá sei... mas devo estar a fazer confusão" e continuo a atender a personagem à minha frente, mas torno a olhar para o lado e lá continua ela a sorrir, e eu "mau, mau Didi.. queres ver que te vão fazer a folha?!" e continuo a atender mas sempre fisgada que não poderia ser a pessoa que eu pensava que era porque ela vinha de longe até que me viro novamente (a esta altura o cliente já se encontrava a espumar da boca e a pensar mandar-me uma murraça nas fuças) aponto para ela, ela aponta para mim, eu balbucio qualquer coisa "Tu és..." e ela responde-me "Sim, eu sou..." e pronto foi um choque do cuaralho para mim quando dei de caras com a Sissa, quase que parecia um reecontro amoroso de Mil Nove e Oito!!! Claro que a personagem por detrás desta artimanha foi a Miss Dreams (essa malandra...)!
Se ela tinha a leve ideia que eu era um bocadinho banana, hoje tirou as conclusões com a minha conversa de surdos... epah, mas não estava nada à espera e fiquei mesmo contente e caiu-me tudo ao chão!

E estava eu toda contente com esta surpresa, quando chega a hora de fazer o meu fecho de caixa e por-me na alheta, agarro no meu envelope com o dinheirinho todo do dia a ver se não faltava nada e meto-o no colo mas o gajo escorrega e caem cento e tal euros em moedinhas no chão... era moedinhas nos sacos, moedinhas nas sabrinas, moedinhas na bainha das calças, eram as putas das moedinhas em todo o lado menos no meu bolso!

Com isto tenho a dizer a quem teve o prazer de me ver o rego das nalgas enquanto andava de cú para o ar a apanhar aquela merda toda que se acuse porque a visualização desta obra de arte não é gratuita e está reservado por direitos de autor (diga-se do Abade, sob pena de apanharem um arraial de porrada).

Basicamente hoje caiu-me tudo ao chão!

Didi e o pé de feijão

Pois é meus porquinhos lindos, os meus dois dedinhos do meio (do pé) foram atacados por um rigor mortis, que é como quem diz, uma puta duma cãmbria (ou caimbra, epah... não sei como se escreve e não me apetece usar a correcção automática)... como se não bastasse o ataque de dores ainda me deu um ataque de riso ao ver os dedos espetados ao qual se juntaram as lágrimas pois não sabia se havia de rir, chorar ou atirar com o chanato ao Mischa porque estava a olhar para o meu pé com cara de poucos amigos e por momentos pensei que me fosse atacar pois quase que parecia que tinha um Alien a sair do buxo.

E o Abade só se ria, porque eu chorava e ria mas queria jogar Fifa 12 e eu não o deixava porque espetava o pé em frente à TV enquanto tirava fotos por entre o choro e dizia "Olha, olha que giro! Parece que tem vida própria o cabrão!"
Ai Didi, Didi... não tenhas férias rapidamente que vais parar ao manicómio, ai vais vais...
Por falar em feijão, amanhã tenho chili para o almoço, e o que é que isso significa? Significa que me vou bufar de fininho ao pé de clientes e colegas e depois saio discretamente e deixo-os arcar com as culpas... Ah pah, a vida sem mim como colega era uma seca!

(Tenho ali uma nódoa negra no pé, fruto dos pisões que o Yoshi me dá, 40KG em cima do pé é obra)

Alguém que me acuda!

Amiguinhos!!! Eu estou aqui com um problema que espero que me possam ajudar!

Estão a ver a ceninha ali em baixo da quantidade de comentários feitos? Simplesmente de um dia para o outro aquilo alterou de “doações de esmolinhas (deduzíveis no IRS)” para “comentários: ” e nem pela lei da  bala eu consigo arranjar isto!
Eu já tirei os comentários, eu já coloquei outra descrição, eu já tomei banho e passeei o cão mas aquilo fica-me sempre ali com um ar deslavado e é daquelas coisas que não mata mas mói, porque parece que estou a dizer à malta “comentem práí a ver se eu me importo com o que vocês escrevem”.

Se alguém souber como por esta definição correcta que ponha a mão no ar que eu estou desesperadamente a precisar de ajuda.

Tanque iúúúúú!

Adele, minha traidora!!!

"Olha para mim, com ares de quem levou na coninha e ficou serena e em paz"

Adele, nunca me enganaste! Eu sempre soube que essas tuas canções de cortar os pulsos eram fantochada… és uma aldrabona é o que é!
Tu, que eras o escape de 97,5% das gajas que com desgostos amorosos ouviam as tuas músicas e pensavam em terminar com a vida de forma dolorosa ao som do “Ó filho, alguém sacana como tu”, do “Vou partir e virar as merdas das mesas todas” e do “Sou uma pirómana do caralho que até a chuva arde” acabaste por te engalfinhar com um gajo, e PIOR, emprenhar dele e esfaqueando nas costas todos os teus fãns encalhados por esse mundo fora!

Todos achavam que ias morrer encalhada e cheia de côdeas de sebo a chorar agarrada ao micro  a pensar na patada que levaste do teu grande amor no alto dos teus 13 anos e tiveste o desplante de nos cortar as voltas, não se faz… eu já tinha apostas feitas com a malta do trabalho e agora que é que vai ter de pagar 50,00€, que é? Fodeste-me bem...
Ainda bem que eu nem te ligava muito, prefiro Pink Floyd como música que se me toca no Epitálamo e me acede às emoções e me faz cair umas cenas estranhas e molhadas dos olhos, porque se ligasse às tuas músicas nunca mais as ia conseguir ouvir sem ficar com a ideia que estavas gozar forte e feio com as minhas fuças!

Mas minha malandra, eu até que te entendo! És carente e precisaste de levar nesse pipi para te sentires realizada e feliz, só por isso dou-te a desculpa… agora esperamos um comunicado de imprensa a pedir desculpa a todos os teus fãns traídos (não precisas de me incluir porque graças à Rádio Comercial e ao Abade fiquei imune a ti).
Ide, ide e sê feliz… mas deixa-te das merdas pirómanas que isso dá cadeia!

Didi, uma tipa muito culta!

Para que vós não ficais com a ideia que por aqui é só galhofa vou-vos dizer uma cena que irá chocar a maioria dos perseguidores daqui!!!
Pois a Didi (preparem-se! Porque isto vai rebentar a escala) ADORA LER!
É fantástico, não é? Eu sei, eu sei pá! Sei que não me tinham em tal conta e mesmo eu fico desconfiada de mim mesma quando afirmo tal coisa... mas é a verdade! Gosto de ler tudo, papo livros como quem papa pizza ao pequeno almoço, em qualquer hora e qualquer local... mas tenho um gosto especial em ler enquanto arreio o calhau! Sou capaz de ficar horas a ler na sanita e até decoro melhor os textos com aquela corrente de ar fantástica que se me dá no olhinho!

E leio de tudo meus amigos! Desde romances, a ficção e banda desenhada... sendo que o meu cagalhão se altera consoante a minha leitura. Quando são romances noto que saem pequenos cagalhotos quais lágrimas caídas pela face abaixo, enquanto que com os de ficção sai com cada extraterrestre digno do filme do Alien... maneiras que consigo adivinhar que tipo de cagalhão brincalhão vou largar e (esta é a parte matemática da cena) consigo prevenir-me contra o respingo que dele advém!
Maneiras que tenho sempre o meu santuário no WC, normalmente contêm livros dos X-men, Tio Patinhas e a Revista Cães e Companhia... às vezes, quando me sinto louca, costumo ler as informações das pastas de dentes, sabonetes, maquilhagem e verniz e descobri que se precisar de fabricar uma bomba artesanal já sou capaz de me orientar sozinha!

Isto tudo para dizer, que caso um dia eu decida pedir um livro emprestado a alguém é melhor recusarem-mo porque existem grandes probabilidades de ele retornar a vossa casa com um leve aroma a cócó!

...

Flagelem-me que sou uma estúpida!
Ora então, tenho uma Canon 450D e já me julgava perdida para a fotografia... já desmoralizava de andar sempre com o tijolo atrás, porque me fazia doer tudo e via pessoas a olharem para mim com uns ares muito assustados como se a qualquer momento fosse saltar para cima delas! E sinceramente é cansativo, é certo que a qualidade dela rebenta tudo (especialmente costas e pescoço), mas entretanto arranjei uma Canon SX130is (mais pequena) mas tem uma qualidade e rapidez que até os meus pintelhos ficaram parvos! Para não falar que também tem modo manual.
Maneiras que agora é verem-me feliz aos pulinhos nos parques tal qual um cão com o frisbee na boca á procura de pessoas desprevenidas para fotografar (é do melhor pois já não reparam tanto em mim)!
Adoro a minha 450D mas só volto a sair com ela quando tiver mesmo sessões em vista, porque andar com ela armada em tourist tira-me anos de vida!

O 8 e o 80!

Se a edição da Playputa com a Rita Pereira quase que se pareceu com uma edição de coleccionador lançada por um convento de freiras já com a Dânia Neto foi a badalhoquice geral lançada pelo antro putéfio do Elefante Branco onde aquela porca chegou ao ponto de mostrar o umbigo perante todo o Portugal!

Puta!

Eu é que devia ser a directora dessa revista! Gaja que não mostrasse o pito não entrava, e mais ainda... não levavam nem um chavo! Puta que é puta vende-se pelo prazer e não pelo dinheiro!
Os valores morais da humanidade estão perdidos!

Face, esse conversor de almas!!!

Pessoal o mundo está das avessas e eu sinto-me no dever de vos avisar!
E a prova disso é a página inicial do meu Face! Outrora era toda a gente a publicar fotos (e eu ia logo coscuvilhar só para falar mal), frases indirectas mas que eram mais directas que outra coisa, para determinadas pessoas (e eu ia comentar para meter mais brasa na fogueira) e dizer asneiredo do grosso (grandes participações as minhas, estava sempre no top of tops) mas agora aquela cena quase que se parece com o Vaticano!
E é "Fatuxa, és a minha guia", "Jesus, és a minha Luz", (atentai ao mercado liberalizado da energia, mudem já de fornecedor de serviço para poupardes) mas para mim a melhor é "Princesa, aquieta teu coração que eu já cuidei de tudo - Deus", atão mas agora Deus é dread?!
"Yo princesa, dama di mi vida, vamo ali no cubículo rezar um terço?!", mas o que é isto?!?!?!?!?!? Deus deveria falar à episódios da Guerra dos Tronos, qualquer cena do género "Estimada donzela não vos apoquentais que eu irei providenciar a sua protecção" e aí eu até nem me importaria destas mensagens divinas... agora se ele me fala à gajo ali da Cova da Moura vou partir esta merda toda!

Mas isto até era uma situação que seria facilmente resolvida, não fosse o pessoal que publica estas cenas ser da minha família, ohh fatalidade do caralho!!! Estou destinada a ser católica através de lavagem cerebral, porque a gente já sabe que não podemos ir contra a ideologia da malta senão somos logo o demo em pessoa e vamos arrastar a humanidade para a decadência e luxúria....
Luxúria... hmmmm... já volto malta, vou só ali ao Face dizer umas cenas....

Didi e o cabrão do tritão!


Que cagaço pessoal! Ontem ia tendo um ataque cardíaco!
Tava a Didi e seu montador alapados no sofá, quando começamos a ver os gatos eufóricos aos pulos e muito assustadiços! Claro que sendo eles parvos como são, até porque era de noite e à noite todos os gatos são parvos não ligámos muito, deviam andar à procura da bola para fazer das suas jogatanas fantásticas à 1 da matina só para chatear a vizinha de baixo, quando me diz o Abade:

Ó Didi, o que é que o Bill tem na boca?!”
Sei lá” – digo eu – “Deve ser um bocado de cotão” (sim, às vezes andam bolinhas de cotão avoar tal e qual aquelas cenas do foroeste com a música a acompanhar Turu-ruru-ruuuu-uauaua).

Quando o Bill passa por mim muita depressa e contente parece-me ver uma patinha muito pequenina! “Não pode”, gelei… e guinchei “Abadeeeeeeee é um tritão”. Ai fodasse, nunca levantei o cú tão rápido do sofá (quem me conhece sabe que eu a sair do sofá vou-me arrastando e escorregando até cair de cú no chão), pareciam 1000 picos debaixo de mim e eu parecia um disco riscado “Ó BILL! Ó BILL! Ó BILL! Ó BILL! Ó BILL! Ó BILL!” abro-lhe a boca e tiro o Malaquias seco que nem um chouriço de dentro da boca, quando já estava preparada para dar a extrema unção o bicho começa a mexer-se!
Fui a correr para o lavatório da casa de banho e meti-o dentro de água enquanto o limpava, pobrezinho… magrinho e muito murxinho, estranhei a magreza dele! Foi quando me bateu, tal e qual como se levasse com um calhau nos cornos, que o Mischa (ai ca filha da puta) tinha ficado fechado na  sala um dia antes!
Cabrão do Mischa e as suas actividades piscatórias, pescou-me o tritão lá de dentro, andou a divertir-se com ele e deixou o animal para lá!

Safou-nos o facto de os tritões terem um género de gosma irritante que quando se vêm em apuros largam aquela nanha que é um bocado aflitiva e o Bill ficou de língua pendurada e a arfar! Toma lá que já almoçastes e é para não meteres a língua onde não és chamado.
Com isto tudo informo que o tritão se encontra bem e de saúde eu é que fiquei de coração partido de imaginar o que ele sofreu!

Metallica, o Regresso!


Olá minhas piquenas preciosidades! Como estais vós?
Eu neste preciso momento só tenho três palavritas para vós: “Ai … Ui… Espectáculo!” Realmente os gajos são os deuses da música, quando começa a Ecstasy of Gold uma pessoa até fica com os pelos do buço arrepiados só de pensar o que para ali vem e a mocada que vamos apanhar!

Mais uma vez as organizações de concertos ficam muito a desejar, pois estou eu a espera para ser afalfada na entrada do recinto e o sacana do polícia manda-me sempre para a fila das mulheres, mas que discriminação é esta meus amigos?!?!?!? Uma pessoa quer igualdade de direitos, mas assim é complicado. O Abade até na bochecha operada foi apalpado, e com sorte ainda lá metiam o dedo para confirmar se não haveria alguma granada lá escondida, já eu… fiquei a ver navios… não concordo, aliás, discordo!
Ao menos tive a minha pequena (grande) vingança quando vi toda a gente a largar as tampas das garrafas à entrada e eu com as tampas enfiadas no soutien… tava cá com um mamaçal que fazia ver à Pamela Anderson, toda eu era um ecoponto ambulante!

Lá fui eu , o Abade e um amigo do Abade para o concerto já sabendo de antemão que aquilo ia encher para carulho, começamo-nos a infiltrar lá para a frente enquanto ainda dava Evanescesce... que M-U-S-I-C-A, uma categoria para cortar pulsos! Que vozinha de cana rachada tão fantástica para ficar surda! Que vontade de ter uma tesoura comigo e rasgar em fanicos aquela saia froufrou mas felizmente têm um reportório tão pequeno que ela lá esgotou as músicas e bazou deixando-me a mim a pedir por uma morte rápida.
Eu nem vos digo nada… nunca tinha levado com o moche (eu até sou Moche, mas só no telemóvel) no focinho, e nas costas, e nas pernas e na alma! Ás duas primeiras músicas de Metallica foi uma libertação de estupidez que eu andava a apanhar encontrões de todos os lados e quase que afocinhei no chão não fosse o Abade a zelar por mim (mesmo com a sua peida doentinha o homem é um cavalheiro… sim senhor)!

Os Metallica nunca desiludem, estou a pedir aos santinhos para que regressem para o ano!
E como foi a primeira vez que fui a um Rock in Rio tenho a dizer que não gostei lá muito, para ir aos comes e bebes uma pessoa quase tem de andar 1Km, gosto de cenas mais pequeninas… espero nunca mais lá por os cotos!

Didi, a mete nojo!

Olá minhas preciosidades!!!

Como têm passado vós? Benzinho? Já tá tudo de balão e essas coisas? É que isto agora anda aí uma epidemia tão grande que eu já tenho medo de vir o blogger, ir ao face e sair à rua não vá apanhar uma gravidez daquelas fortes... é que eu cá tenho uma cagufa dessas cenas que nem vos conto! Tenho visto tanta gaja a perder-se para a maternidade como gajos para a paneleirice e já me estou a preocupar pois se um dia destes me dá numa de cheirar cricas é a morte do artista!
Mas passando a assuntos considerados mais sérios, certamente já sabem que Metallica vêm cá (se não sabem deviam ser espancados só porque sim!) e como tal a Didi vai ao Rock in Rio, portantes, se encontrarem lá pelo chão uma moça acabada da vida e a balbuciar temas do Black Album e a gritar Pikachu I Love You, certamente sou eu!
Se alguém quiser conhecer a Didi e seu Abade é só procurar um gaja com uma camisola de Metallica e um gajo com boné... mais explicíta não posso ser!!!

O Abade e a Peidófilia!

"Para aqueles mais distraídos: o olho do cú é ali no meio... perto da virtude!"
"Eina pá!!! - dizem vocês - o Abade?! Nunca pensei, ele tinha ares de machão e de arrear reais cargas de porrada em gajas e agora anda a levar na peida?!"

Pois é verdade minhas preciosidades, o Abade encontra-se neste momento longe de mim a recuperar de cú para o ar depois de ter levado levado um valente enxerto de porrada após se ter negado a lavar a loiça, porque essas merdas de machismo cá comigo não pegam!

Mas pronto, assim resumidamente, o Abade tem uma cena que se chama cisto pilonoidal, não... não é um cisto na ponta da gaita é mesmo ali entre o meio das nalgas que basicamente foi um pêlo com frio que se recusou a sair, maneiras que ficou lá dentro (a minha lógica é demais) e começou a formar uma nhanha de pús e carne e pús e carne que começou a encher e às tantas parece criou um ovinho no meio da peida, daí a expressão "Deixa aí ver se tens ovo bebé!" (realmente eu vou buscar as verdadeiras essências das frases, fodasse Didi! Que filósofa que és).

Estou para aqui a gozar com o amoire, mas estou preocupada com o meu Abade Francisco uma vez que o Abade não é homem para deixar qualquer pessoa lhe tocar no olhinho, mesmo eu, por inúmeras vezes já lho tentei enfiar mas sem sucesso porque ele diz que não gosta dessas cenas... onde é que já se viu?! Homem que é homem tem de ter confiança em si para se deixar encanvar pelo dedo da mulher! É a maior prova de amor dada... qual declarações amorosas, qual quê?! Deixo essas merdas para os panascas.

Mas também me encontro preocupada com os camaradas de quarto do Abade, pois como vós sabeis o moço tem um roncar poderoso que faz tremer dois andares e uma vez que ele vai estar internado até Segunda não sei como é que a malta se vai orientar... pode ser que tenha alta mais cedo só para o verem pelas costas!
Já estou mesmo a ver que amanhã chego lá na horinha de visita e vai estar tudo com alheiras de mirandela... e a fazerem-me sinais por trás para o levar embora de lá!
Abade my lobe, tu põe-te fino que eu quero-te bom!!!

A febre do tomate!

Meus piquenos e piquenas pulguentas! Como estais vós? Estais bem? Estais de saúdinha? Estais com o cócó acomodadinho?!
Eu andei a modos que pronta a me atirar da janela abaixo pois já não dormia quase há uma semana. Tudo porque o Xô Bill decidiu começar com a tesão e a casa virou um campo do batalha!

E a Tsuki voava, e o Mischa corria, e o Yoshi encolhia-se a um canto a ganir... mas o sacana do Niko foi o único gajo com tomates que lhe fez frente e era PFFFF para aqui e PFFFF para ali e AHRRGGGG por todo o lado e pêlo a voar todo enchouriçado... quase parecia um cabrão dum western.
Um em cima de um balcão da cozinha e o outro em cima do outro, frente a frente, aos guinchos e aos gritos um com o outro e eu a passar entre eles de fininho e a ver a minha vida a andar para trás pois a qualquer momento vinha-me a APAV bater à porta para tentar ajudar a mulher que estava a levar porrada nos cornos.

Mas balha-me a Santa Eufrásia dos Agricultores que retirou os tomates que estavam a apodrecer a cena e hoje estou em paz e sossego com o gajo a dormir em cima das minhas patas (que nem as consigo mexer).

Nunca mais defendo a masculinidade, fodasse... os homens haviam de serem todos capados e acabava-se a guerra no mundo!!!

Aviso - Post Caginxas!

Com 26 anos, prestes a completar os 27 a 14 de Maio acho que nunca vou conseguir realizar alguns dos meus grandes sonhos:
Acho que nunca irei sair da porcaria de um apartamento...
Acho que nunca irei sair da cidade...
Acho que nunca irei fazer uma grande viagem...
Acho que nunca me irei casar...
Acho que nunca terei um trabalho estável e onde ganhe minimamente bem...

Foda-se os políticos que só enterram esta merda de País e fodem a economia!
Foda-se para as leis que só protegem a escumalha!
Foda-se para isto tudo que só me apetece sair de Portugal.

A neura tomou conta de mim hoje...

Que cagaço!!!

Vós caros leitores tão a ver aqueles dias onde as coisas nos correm sempre muita bem?! Daqueles dias que temos um feeling que se jogássemos no Euro-milhões tinha-nos saído o 2º prémio? Estão a ver não estão?!

Epah... é que o dia de hoje foi mesmo exactamente, exactamente o oposto disso!
Primeiramente foi o vinho na tigela dos cereais em vez do leitinho que tão bem que me soube, mas estava eu a ir para o trabalho e a pensar cá para comigo "Didi... deixa de te armares em fitipaldi dos Twingos que o piso não está para brincadeira que tu ainda te matas para aí e depois que isto anda uma burocracia para morrer que é melhor nem pensar nisso."

Oh que fodasse! O que é que eu fui pensar, entro numa rotunda e a sair dela (é muito apertada e faz uma curva acentuada a subir) o carro começa-me a tremer que nem varas verdes, a fazer um barulho de trepidação que mais parecia que se tinham rebentado os 4 pneus e de repente o cabrão foge-me para a direita, e eu viro o volante para a esquerda, e ele volta-se para a direita e eu digo "ah cabrão que não hás-de ser mais teimoso que eu" lá andamos ali ao jogo do empurra e consegui dominá-lo, tive pelo menos o sangue frio de o controlar com o volante e não travar, porque senão era a loucura.

Foi o meu primeiro susto de viação oficial... e... borrei-me toda!
Não contente com isto, termina o trabalho e venho em para casa a 10km/h (sim, sim vinha devagar porque o meu olhinho do cú estava tão apertado de cagufa que mal me conseguia mexer) e quando chego ao hall do meu andar saio do elevador e funde-se uma lâmpada mesmo por cima dos meus cornos, foi cá um estalo que aquela merda mandou que eu vos estou a escrever estas piquenas linhas directamente da sanita porque isto já é muito emoção para um dia... fosgasse que ninguém merece!

Momentos de pura lamechice!

Quem é que daqui já recebeu serenatas super lamechas no local de trabalho?! Hãn? Hãn?
Vááá, não comecem já aí a dizer "eina o Abade é um granda maluco, sim senhora" porque está escrito nas estrelas que é mais que óbvio que não foi comigo, até porque o Abade não é dado a essas coisas e se um dias fizesse paneleirices dessas estava mais que visto que fez borrada da grossa.

Ora atão já eu e os meus colegas já sabíamos de antemão que algo ia aconteceu a uma nossa colega perto da hora de saída porque durante o dia gente estranha dirigia-se ao balcão e entregava-lhe rosas (a inveja, oh a invejaaaa), e pelas 18h00 vemos 3 mafarricos de viola na mão e câmara a entrar loja a dentro a passar a frente de toda a gente chegarem-se ao pé dela e desatam para ali a entoar canções de amor a dar cum pau enquanto a rapariga ficou congelada com os olhos cheio de lágrimas e sem saber como reagir, enquanto se ouvia uns "Ahhhhhhh" e "Ohhhhhhhh"... quase parecia um filme porno.

Foi um momento bonito a não se repetir porque o meu paneleirómetro bateu os 100% e eu não tenho estaleca para aguentar coisas sentimentais muitas vezes seguidas.

Ficou para recordar frases do género:
"Quando chegar a casa vou-me divorciar do meu marido."
"Será que o marido dela tem irmãos?"
"Vamos matá-la e ficar com o marido dela!"
"Era um processo disciplinar em cima dela e ser despedida" (a esta velha frustrada era partir-lhe os cornos no balcão)

Ah e no final ainda vieram ter comigo a perguntar "Foi à menina a quem dedicaram a serenata? Foi muito bonito" (olha outra a ficar com a cabeça rachada...).

Com isto tudo prova-se que ainda há espécimes da raça masculina que gostam de fazer surpresas, que pena que agora que isto acontece está provado cientificamente que os genes masculinos estão todos a morrer!

Didi, a monstertruck da potassa!

Como todos vós sabeis, eu sou uma dotada condutora de todo o terreno, especializada em conduzir em rectas a 30km/h e a fazer picanços com velhos.
Pois bem, que certo dia destes, ia eu a caminho do trabalho quando a meio da rotunda lálálá o Punto simplesmente se desliga... puff... Didi não compreende tal acção de um carro que nunca mostrou sinais de amuanço, nem ciumeiras. Mas nenhum carro é mais teimoso que eu, ligo o bicho e ando mais dois metros e puff novamente e assim foi por mais uma três ou quatro vezes.

Já toda eu transpirava, já tremia que nem varas verdes, já estava prestes a largar o carro no meio da rotunda e sair disparada enquanto dizia asneirado à mistura, ofendia a mãe de alguém e ia a penantes para o trabalho, mas ainda insisti mais umas vezes até que acabei por chegar à bomba de gasolina para chamar o reboque quando me atinge uma lembrança que já não punha gasóleo há cerca de 3 semanas e olhei para a ceninha da reserva e ela a piscar "oh, oh... Didi minha vacarrona tu queres ver que esta merda é falta de bebida..." pensei eu cá para comigo... e não é que era? Após 20,00€ de gasóleo o Punteco ressuscitou dos mortos e ainda largou mais fumarada do que é costume.
E a culpa disto tudo foi do Abade que andava ha 3 semanas a dizer-me que o carro ainda tinha muito gasóleo, que ainda dava para mais uma semana, que o manómetro é que estava avariado... e depois as mulheres é que não percebem nada do assunto.

Mas como isto tudo tenho a relatar que o punto morreu! E de quê? De quê? A embraiagem foi-se, ia eu a meter a mudança no dia seguinte e fez PUFFF de vez.

Adeus punteco, que tantas alegrias nos deste com os filmes de estacionamento, mudanças arranhadas, farol fundido, todo cagado e com comida de cão e areão espalhado... e agora abram alas para a nova aventura como um Twingonáitessssssssssssssss.