Dores d'alma

Sinto-me revoltada!
O ser humano é um picuínhas da merda! Todos nós conhecemos gente que se queixa por qualquer coisinha; Ou porque, saiu de casa e passou-lhe um autocarro por cima, ou porque levou uma bolada a 200km/h nos tomates, ou porque caiu dumas escadas e partiu as duas pernas ou por porque (pasmem-se!!!) teve 48horas em dores de parto agonizantes (ai ui... que dor).

Essa malta não conhece o verdadeiro significado da dor! Dor verdadeira tal e qual a que eu senti hoje e essa sim, digna de terem pena de mim e de chorarem comigo e de aparecer na TVI na grande reportagem!

Vós que dizeis ter passado por dores agonizantes e teres ficado traumatizados, experimentai puxar o fio dum do tampão e virem 4 pentelhos atrás de puxada! Fodasse pá que estou aqui com o pipi a papejar que nem o cú dum forcado depois duma valente cornada... Sofri, chorei, mas ultrapassei e sem queixar!

Assim é que se vê as pessoas fortes, aquelas que lhes arrancam pentelhos à puxada e aguentam em frente a clientes com o maior dos sorrisos mas a chorar por dentro... isto é profissionalismo e eficiência ao mais alto nível meus amigos! Aprendai comigo que a Didi pinthes of steel não durará sempre!!!

Gente Corajosa (mas não tanto quanto eu)

Eu não sei o que se passa com esta humanidade... mas tá-me cá a aparecer que tá tudo pela hora na morte!

Atãn tava eu a ler a minha cultura diária online quando vejo no CM que foi editado um livro com várias radiografias onde a malta tem coisas estranhas enfiadas no organismo; desde Ipods, óculos, fios de electricidade entre outras coisas... mas que merda é esta afinal?
Desde quando é que publicações com falta de originalidade é material de ser publicado? Isso são coisas que até uma criança era capaz de enfiar no cú e ficar a rir divertida com a situação!
Gente que tem ideias de enfiar certas e determinadas coisas na peida, sigam as minhas sugestões, antes que eu faça e depois venha publicar aqui no blog só para vos esfregar na cara a minha coragem!

Ora atentai, atentamente e com muita atenção porra:

Arame farpado, arame farpado com cola e areia pegada, um castiçal com uma vela acesa, a Tocha Olímpica, uma tomada de 12 fichas, uma granada... e porque não ir mais além e tirar a cavilha e viver momentos de pura adrenalina?!
Eu sei lá. Poderia tar aqui até terça-feira que vem a dar sugestões, mas ainda mas roubam e ósdepois fico sem material para aparecer em capa de revista e é chato, porque eu até gostava de ser uma gaja rica e famosa sem fazer a ponta de um corno e se me roubam as ideias depois torna-se complicado porque eu sou demasiado cansada para subir a pulso.

Tá difícil

Minhas pequenas poias... Eu adoraria ir ao meu user do blogger e actualizar esta bodega como deve de ser, mas o blogger diz-me que avidatodososdias.blogspot.com tem vírus e não me deixa abrir o meu painel do blog que nada tem a ver com esse blog.

Alguém sabe a cura disto?

Published with BB

E o divertimento do português é isto...

Gajas que são umas galdérias que tentam passar-se por angélicas mas são mais putas que as galinhas...
Gajos sem pelinho no cú armados em machões mas que são uns fanchonos do caralho...

Que cansaço de programação ranhosa e eu estou a assistir em primeira mão o Abade a resvalar para a homossexualidade ao ser um espectador assíduo a este programa!

Alguem que acuda o moço e o leve para a droga, que essa merda ainda é de homem!

"Tou zangado... tou magoado...  " - diz um; homem que é homem manda todos pró caralho e vai chorar prá casa de banho... que cambada de enfarda-chouriços práli vai chiçaaa...

E a maior causa de violência doméstica é...

"Levas-me um abrunho nesse focinho e depois vai-te lá queixar prá tua mãe!"
A Didi levou um banano nas trombas que até virou o boneco!
Talvez seja castigo divino por estacionar em locais indevidos, ou talvez por ser mesmo uma pessoa ranhosa... não sei, o que é certo é que as levei (até me pôs a fazer rimas, ah granda Shakespear que devias apanhá-las poucas, devias).

Eu cá sempre fui apologista do que já que tenho de levar, que me arreiem forte e feio... e nada me causa mais orgulho do que levar um tareão por defender um Bollycao da fome negra do Abade.
É que o Abade agressor vinha para mo roubar e eu qual defensora dos pobres e deprimidos meti-me entre a mão usurpadora do Abade ditador e essência virginal do Bollycao que eu ia comer a seguir e o que é certo e que tenho aqui a cara de banda porque dei a face ao Abade (e é isto que acontece quando a gente dá a outra face) e fiquei à mesma sem o cabrão do Bollycao.

Tenho dói-dói, mas isso ainda se suporta... agora a barriga vazia é que não!

Didi, a condutora infernal (parte 2)!

Ai ó filha cheiras mesmo mal do pipi... vai lá fazer uma lavagem vaginal, sua porca!
É desta!
Desta vez é que eu vos vou maravilhar com a minha brilhante condução... e mais vos informo que ando cuma sorte do caralho, porque se fosse com vocês tavam logo todos martelados (e digo martelados para não dizer fodidos, mas como sou uma rapariga bem educada limito-me a manter um certo nível de dignidade no blog)!

Diz certa história de embalar, que a Didi desde que tem carta de condução tem a mania que é mais que os outros e recusa-se a andar de transportes públicos a levar com o pivete alheio.
Certo é, que a Bíblia no versículo 53 e capítulo 82 diz que deveremos amar o fédor do próximo, mas como a Didi também não é lá muito católica não segue esse mandamento... aliás, a Didi acha nojento ter de sentar o cú onde toda a gente senta e acha ainda mais nojento ter de enfiar o dedo nariz para inspecções periódicas depois de se ter agarrado num poste onde lá esteve agarrado um javardolas qualquer que teve a coçar o tomate.

Como tal, acha-se no direito de levar o carro todos os dias para o trabalho, e por incrível que pareça, todos os dias tem tido sempre o mesmo fantástico lugar disponível, apesar do estacionamento estar todo à pinha de carros!
Claro que hoje, após um duro debate mental sobre o porquê do Universo me privilegiar no estacionamento lembrei-me de levantar os cabrões dos cornos e o que é que eu vejo?!
"Lugar reservado para Ambulâncias e Veículos de Emergência"
PIMBA... toma lá que já almoçastessssss!!! Há dois meses que lá ando a estacionar o carro logo à primeira enquanto os outros tótós andam às voltas, às voltas, às voltas à procura de um lugar e eu pumba, é logo ali á má-fila!

Agora que penso sobre isso, já percebo as trombas dos outros condutores ao verem-me estacionar o carro, e eu a pensar que era dor de corno... Ah pah, que isto de ter carta é realmente muito divertido...

E para aqueles que já estão para aí a dizer "Eina-pah-que-perigo-e-que-vaca-que-esta-gaja-é" fiquem sabendo que o meu veículo é um veículo de emergência, porque eu chego sempre atrasada, logo, é uma emergência... pumbaaaaaaa!

Didi e os Bollycaos, uma história de amor imperdível


Eu nunca vos disse… mas para além do santíssimo Abade Manel eu tenho uma outra grande paixão (a seguir aos telemóveis… e aos gadgets… e a animais… e a roer unhas) que são os Bollycaos.

Ó meninos, eu nem sei que bos diga… só sei que é uma filha duma putice duma compulsão, dumas ganas, dumas gulas daquelas de uma pessoa estar a imaginar uma gaja num granda regabofe no meio duma piscina a nadar por entre pãezinhos com aspecto sugestivo recheados de chicolate enquanto como três ao mesmo tempo enfio um numa orelha e outro numa venta e a peço “MAIS”… uma American Beauty dos Bollycaos, em vez de pétalas (por favor… eu é que deveria ser a realizadora desse filme, levavam para assar).

Vejam lá meus porquinhos cuscuvilheiros que eu, pobre moçoila sofredoira, que sofro do estomâgo e da vesícula cheguei ao cúmulo de comprar pacotes de bollycaos e mamar ós quatro duma virada e passado meia hora ficar de cama cheia de dores de estômago… A minha rica mãezinha lá me dizia muito preocupada com o estado de saúde da sua púpila “benfeita minha granda vaca que é para não seres garganeira” mas como mãe que é mãe, após me rogar 300 caganeiras lá me vinha com um Kompensan a ver se me aliviava as angústias… e a coisa que funcionava durante 30 minutos se eu a seguir não fosse enfiar mais 4 Bollycaos no buxo e ficar a tarde de cama que já nem com três comprimidos lá ia (e de referir que uma porradita no pêlo por ser teimosa comós cornos também não ajudava muito na recuperação).

Maneiras que eu ficava para ali a espernear durante toda a tarde, apanhava um trauma e durante 24 horas andava mais ou menos na linha mas depois voltava tudo ao mesmo e eu passava a vida de cama.

Era eu não almoçar na escola para poupar o dinheirinho para o santo Bollycao, era chular dinheiro aos meus avós para Bollycaos… e pronto, passava a vida de cama e a apanhar no trombil por ser uma gulosa e aldrabona (se bem que aldrabar para comer não é crime).

E tudo para dizer que já há 2 dias que não como um Bollycao e estou a deprimir, ainda para mais porque descobri as Cookies da Bollycaos e aquilo é tão bom que até dá medo...
Acho que me vou vestir e vou à bomba de gasolina…

Didi e as pirosissessssss

Como toda a gente sabe a Didi está sempre a par das últimas modas, não há desfile de moda panascógay-lisboa no qual eu não esteja para lá enfiada a mandar umas críticas construtivas áquela cambada de engole chouriços.
Mas desta vez o que me trás a vós é a indignação que eu sinto com as pulseiras Pandora. Que puta de coisa mais pindérica que a humanidade inventou... Aquelas peçinhas ali ao badalo e a dar a dar e as gajas que teimam em abanar a mão para que a gente repare que elas têm três Pandoras recheadas, não compreendo!

E como todos vós também sabendes que eu sou uma gaja de ciência e de falar com conhecimento de causa eu decidi adquirir uma Pandora para sentir e compreender a sensaçäo. E que sensação meus amigos.. Uma sensaçao de riqueza de ver gentes a olhar pá gente e vermos espelhados na cara deles o egoísmo e a inveja de estarem perante uma gaja rica, chique e com uma Pandora, quase que imploram por levar com a minha Pandora no focinho. Mas eu sou muito chique para isso.

Por isso, quem comecou a ler e comecou a dar-me razão e agora está contra mim isso é inveja é o que é.

For the mouth dies the fish lol

Didi, a condutora infernal!

Para todos vós, seus malfeitores, que já andam para aí a falar mal do meu estacionamento visualamentizai este meu estacionamento que encosta qualquer um de vós, óh experientes condutores, a uma esquina escura cheia de mijo e com um droga-minas lá ao pé.
Atentai bem na emoção do Abade enquanto filmava esta masterpiece digna de um filme do Manoel de Oliveira (versão curta-metragem)... o drama, o horror, o suspense... e o desfecho final!

Mais informo que no outro dia dei uma leve cacetada num Smart que até o pára-choques ficou todo escangalhado, mas não se preocupem pois a minha máquina de guerra aguenta tudo caralho, nem um risquinho! E para aqueles que já estão a dar a extrema unção ao meu Juke, eu achei por bem andar o santo Abade com ele, enquanto eu ando com o tanque de guerra... pelo bem de todos!

Se virem um Punto vocês fujam cum raio, fujam pelas vossas vidas que eu passo-vos a ferro!

Ainda bem que o telemóvel não deu para filmar mais... porque isto ainda continuou durante mais uns 5 minutos!

Didi, essa senhora!

A Didi regressou!
A Didi andou muito em baixo, a Didi chegou mesmo a estar cuma depressão do caralho.
Mas a Didi é uma gaja do contra e decidiu dizer NÃO à puta da depressão e despediu-se do emprego que lhe consumiu a vida... maneiras que a Didi ao fim de dois meses já a modos que recuperou, já deixou de andar a chorar por todo o lado, já deixou de se esconder entre quatro paredes e regressou à luz do dia para vos chatear a cornadura.

A ver se não deixo isto tão desactualizado que já recebo ameaças via Email para continuar a escrever!

Ahhhh meus porquitos as saudades não matam mas moem, moem tanto como eu moo a cabeça do Abade.

Yoshi em... L'AMOUR!

Yoshi descobriu o amor

Yoshi descobriu que o amor é uma coisa estranha

Yoshi descobriu que as mulheres são umas bichas complicadas

Yoshi descobriu que as mulheres são umas fácilesssssssss
E não querendo preocupar-vos com o estado de saúde do Yoshi derivado de tantas emoções apenas comunico que com duas horinhas de brincadeira com a Ovelha Sensual o gajo afinfou-lhe o dente e vazou-lhe uma pata e a moça encontra-se em baixo!

Namoradjinha dum ámigo méo!

Apresento-vos a namorada do Yoshi!
Já ando farta de ver gotinhas de meita espalhada pela casa, de ver as minhas pernas violadas, as pernas das cadeiras, as ombreiras das portas, a cama, os gatos, o gecko, o Abade... não pode continuar assim porque um dia destes tou a limpar a banheira e saio de lá com um cão pendurado nas traseiras!
Maneiras que decidi mandar vir a namorada do Yoshi, ao menos esta não emprenha e não estrabucha!

Pela módica quantia de 3 libras espero dar horas intermináveis de prazer aquele cabrão, e se ele gostar ainda lhe compro um hárem de putas variadas desde vacas, porcas, cabras e se me sentir louca, uma cadela insuflável.

Pode ser que num momento de loucura o sacana morda a ovelha, a ovelha rebente mande um estoiro lhe estoire juntamente a pichota a ver se o gajo se acalma um bocadinho que eu já ando cansada de limpar gotinhas!

Coisas que aprendi com o Espetacús!

A Fox e as suas maravilhosas séries cada vez mais me recheiam interiormente de cultura, senão vejamos o que aprendi:

Aprendi que os gajos da altura não tinham um pelinho no rabo.

Que as gajas da altura eram mais putas que as galinhas e que as putas do técnico todas juntas.

Que a malta não tinha frio nem que caíssem calhaus de granizo do céu.

Que eu era capaz de comer quatro Boliccaos de uma acentada.

Que o simples facto de comer uma uva, falar com o vizinho, cair de cú no chão era motivo de início de uma berlaitada.

Que os gladiadores tinham pixotas de 5cm (até o GODZILLA é maior porra).

Que eu era capaz de comer um gelado Ben & Gerry do cimo até ao fundo.

Que se mantinham vivos após terem levado paulada de todo o lado terem perdido 5Litros de sangue.

Não sei se me compensa mais ver o Espetacús ou se um filme pornobadalhoco, porque ao menos o pessoal fode tudo o que tem a foder e não anda a foder às mijinhas... que aquilo cansa!!!

Por Espetacús refiro-me ao Spartacus, claro!

Só pra vos meter inbeja!

Só pra informar que hoje é dia de ir buscar o meu Boguinhas, mas o meu é muito mais giro porque é cor de merda escurinha metalizada!
Isto é que é uma categoria... carta no dia 9, animal novo no barraco no dia 10, carro novo no dia 11, anos no dia 14 e férias para a semana... não vou fazer um cúe e vós ides alancar que nem umas mulas no duro!

Fujam como se não houvesse amanhã!

Eu fui mazinha, eu admito!
Eu tinha o exame de condução marcado e não vos vim aqui avisar, porque sabia que se o fizesse iria ter toda a gente a pedir aos santinhos para eu que não passasse e assim poderem andar descansadinhos na rua sem terem de estar constantemente à espera que eu vos apareça por trás e vos passe a ferro!
Ora então, dona Didi foi a exame de condução às 09h20 da matina de hoje!
Tremia que nem varas verdes, dizia disparates como se estivesse bêbada, ofereci 6 vezes pastilhas ao moço que ia a exame comigo e ainda digo com o peito cheio de coragem “Eu sou a primeira”.
Sentei o cú no banco e ajeitei o dito mais de 50 vezes, porque parecia-me que estava longe dos pedais, depois já estava perto, depois estava muito alta, depois estava outra vez muito longe… eu sei lá! Só sei que parece que fui apanhar no cú em vez de ter o exame, porque me dói as nalgas comó caralho!
Sei que fizemos o percurso de Alvalade, sei que estacionei e fiz mais qualquer coisa pelo caminho… mas o resto não me lembro porque fui o caminho todo agarrada ao volante com medo que ele me fugisse e a pensar “300,00€, 300,00€, 300,00€, 300,00€, 300,00€, 300,00€, 300,00€, 300,00€, 300,00€, 300,00€, 300,00€, 300,00€, 300,00€, 300,00€, 300,00€, 300,00€, 300,00€, 300,00€, 300,00€, 300,00€, 300,00€, 300,00€, não posso chumbar porque senão tenho de ir atacar pró Técnico para pagar outro exame de condução!”

Ao fim lá me disse o examinador que fui aprovada e o resto são batatas!
Porra, ao fim de 7 meses finalmente tenho a carta e o raio do Punto avariou! Fantástico!

Didi, a sado-maso-parvo-quista

Eu já nem consigo ter legendas para estas tartarugas!!!!
Já toda a gente sabia que a Didi é uma pessoa mui religiosa, o que vós não sabíeis é que eu levo isto tão a peito, mas tão a peito que até mandei o patronato para fora daqui durante esta semana para isto se tornar realmente uma semana santa.

E para santificar ainda mais isto tudo fui fazer uma depenação à franga para haver festa hoje, quarta e quinta porque na sexta acho que não se pode comer salpicão porque parece que vai contra umas regras que eu ainda não sei bem quais são, mas como tenho que cumprir todo o tipo de regras para passar no exame de condução maneiras que não convém armar-me em parva.

Mas outra coisa que vocês também não sabem, é que para além de extrema cumpridora das regras sou extremamente corajosa, aliás, eu sou a coragem em pessoa “Ó Didi minha heroína, porque dizes isso?! Que feitos incríveis atingiste tu com a tua extrema coragem?!” – perguntam vocês!
Dito isto, respondo-vos que ao pé de mim o Super-Homem é um cagão, meus amigos. Eu sou uma gaja que quando não tem a depiladora a jeito decide auto-sacrificar-se quando valores mais altos se levantam (diga-se: nabo do Abade e também para o moço não andar praí a cuspir pintelhos).

Corajosa parte I: A Didi é uma personagem que certa vez agarrou numa máquina depiladora e foi consumida por pensamentos parvos e decidiu auto-mutilar-se com a dita, mas mal encostou a máquina à virilha viu a vida a andar pra trás! Aquilo enrolou, empenou e arrancou um pequeno bife na virilha, doeu como cuaralho, mas ao menos ali não cresceu mais nada, ficou solo estéril… não se levou a coragem até ao fim porque a máquina morreu naquele preciso momento; Ace Pynthes… ou em bom português: Pintelhos de Aço Caralho!

Corajosa parte II: O cérebro da Didi decidiu ausentar-se por momentos e esta decidiu comprar cera! Cera essa que agarrou nos pintelhos e decidiu simplesmente não sair! Formou bola e resistiu.
Resistiu a um puxão, a dois puxões, a três puxões, 27 puxões… e a seguir a Didi desistiu! A Didi transpirava como se tivesse corrido a meia maratona dos 5 metros e nisto o Yoshi começou a raspar com a pata na porta!
Cabrão do caralho deu-lhe para querer cagar naquele momento e eu naqueles preparos… mas nada impede a Didi de terminar uma operação, agarrou na cueca arranjou-se e lá foi ela com a bola de cera ao badalo pendurada na virilha enquanto passeava sorridentemente o Yoshi.

Posteriormente a Didi encheu-se de coragem e puxou aquilo com tamanha força que até o apêndice veio atrás! E tudo para dizer que comecei a falar de religião e terminei a falar de pintelhos... tá certo, uma linha de pensamento bastante coerente portantesssssssss.

Corajosa parte III: Ainda não ocorreu esta sequela, mas até eu tenho medo de ver o desfecho... talvez use ácido para depilação definitiva...até tou com medo!

Professora Ximbeca!

Arre fodasse! Pois que não sei como é que isto aconteceu!!!
Decidido!

Tá decidido que eu definitivamente nasci com a ponta de uma ferradura enfiada no cú, e atrevo-me mesmo a dizer que com a sorte que eu tenho foi com a ferradura toda lá dentro.

Andava eu a modos que a pensar em espancar o Abade José por causa de um dos meus instrutores de condução fazer-me passar constantemente dos cornos, aquandos ontem vou lá para mais umas aulas de “Como Passar a Ferro um Humano em 32 lições” e pergunto se o instrutor é a besta do costume e quando me dizem “Ah não o Sr. Besta do Costume mudou de equipa, agora você tá com o Sr. Porreirito Mas Que Tem Bafo a Morto e o Sr. Zé (nome fictício, porque está claro que não ia dizer que o nome do senhor é Francisco)”, fantástico!

É que eu andava, vai-não-vai para ir fazer queixinhas do instrutor, que eu não andava a pagar 32 aulas para o camelo andar a falar com as amantes durante as aulas e obrigar-me a transformar em SuperBeataMor e começar a cantar os 10 mandamentos enquanto tentava arrancar a manete das mudanças.

Ou tenho uma sorte do caraças, ou tenho telepatia e consigo projectar os meus pensamentos e ouvir os pensamentos dos outros, porque muitas das vezes começo a olhar pró Abade que começa a fazer umas caras estranhas e sai-me logo um “vais-te cagar?” e não é que verdade?! Consigo ler-lhe a mente?! É verdade… juro!

Ás vezes o gajo até fica assustado com a minha percepção extra-sensorial, aliás… o Mulder e a Scully se viessem a minha casa tinham assunto para pfuuuuuuuuuuu, sei lá… 5 temporadas!

Eu estou-me mesmo a desperdiçar!

Um favorzinho!

Eu sei que tenho ares de pessoa variada do clima de quem é capaz de vos dar uma surra só porque sim, ainda para mais porque ando na rua a cantarolar, assobiar e a rir-me para as pessoas que nem uma parvinha o que ainda me torna mais variada.

Mas a sério... se virem uma personagem com sacos de plástico enfiados nos bolsos de trás das calças todos pendurados para fora tenham a simpatia de me abordarem e de mo informarem, ou isso ou então darem-me uma esmolinha que eu também agradeço.

É que senão um dia destes tenho de ir pedir uma comissão ao contenênte por andar a propagandear por aí que os sacos deles são do best para apanhar os cagalhões do senhor Yoshi.

Shake Your Booty


Desde que começou a passar o novo anúncio da Tena Lady que ando tentada a comprar umas coisas daquelas meus incontinentes dum raio!
A minha grande pena é que o periódico já me passou e eu preciso de uma desculpa para as comprar senão o Abade arreia-me como eu tanto gosto, mas sou bem menina para vestir umas coisas daquelas e largar um pinguinho de vez em quando só para ter o prazer de dançar o Shake Your Booty com aquilo a pesar-me na peida.

Já me imagino, na DiscoNight ali em cima da coluna de mine-saia a dar-lhe. Quais dançarinas do Samba peladas a assabanicar-se, queria era ver era as gajas com uma fralda daquelas a rebolar!

Mas calma, que isto não fica por aqui! As cuequinhas têm a particularidade de terem desenhos de flores e cor de rosa, vejam-me só! Se não me conquistavam de uma maneira, conquistavam-me de outra!
É sex-appeal ao mais alto nível men! Com calças vestidas fica-se com um rabinho de sonho... sem as calças aquilo levanta o pau até a um morto, fodasse!!!

É por estas e por outras que já anseio por ser mais entradota e usar 24h-24h (ou seja 48h, sou tão esperta meu deus!!!) aquelas cuequinhas aconchegantes e fazer tsunamis na celulite das nalgas enquanto danço!

Nenhum pinguinho me há-de parar, carago! (e se sair um peidinho com molho também fica lá aconchegadinho que fica tudo entre família).

Crónicas de Cona I

Se são pessoas susceptíveis a palavrões, que não podem ler palavras como Pipi, Pichota, Meita, E coisas ainda mais nojentas... toca a fechar o meu blog e ide almoçar que já são horas para isso... depois não digam que eu não avisei... cá copinhos de leite é que não carago!!!

Como todos vós meus queridos e púdicos leitores (englobem aí pelo meio as gajas, pois tá claro) aqui a dona Didi e o Abade Francisco também têm os seus alter-egos de heróis.
Vou-vos dar a conhecer um pouco destes seres que vivem na obscuridade do meu ser... e que andam sempre à porra e à massa um com o outro!

A MULHER-AR:
Nos dias de escuridão quando alguém diz "ai amor, vamos ficar aqui abraçadinhos!"...ela sai à rua na defesa de quem quer mandar uma berlaitada!
Com os seus potentíssimos SuperPeidinhosDeCona, qualquer ingénuo, tótó, virgem ou púdica que assombre a cidade ficará sem pentelho.
Ela voa pela cidade propulsionada pelos fantásticos jactos do seu SuperPipi, e patrulha-a até encontrar o seu parceiro... o SUPERSANTO com a sua SuperEsporradela e a SuperMurraça!

O SUPERSANTO (nome derivado de aturar a MulherAr com uma SantaPaciência):
É um gajo às direitas (às vezes um bocado tótó, mas pronto)... ele combate a foda mal dada aplicando a SuperMurraça nos impotentes e ejaculadores precoces.
No calor das SuperFodas estes dois SuperHeróis tendem a unir os seus super poderes, não pelas melhores causas... mas sim para se agredirem mutuamente para provar quem é o mais poderoso e o mais teimoso.
Claro que as consequências são sempre as imprevisíveis, pois a SuperEsporradela unida ao SuperPeidinhodeCona é capaz de destruir uma divisão inteira.

A meio de uma das fodas ela diz: "Não te venhas no meu SuperPipi que eu não quero ter um SuperGaiato", ele... teimoso como o caralho, vem-se!

A MulherAr manda um SuperMegaPeidinhoDeCona e faz-se um dilúvio no quarto... e chove leitinho (meio gordo pois claro, que temos de estar sempre em dieta)!
É leitinho nas paredes, é leitinho no candeeiro, no edredon, no telemóvel, os gatos que eram super pretos... ficaram super brancos... foi um festival.

O SuperSanto passa-se dos cornos com a desobediência da MulherAr e aplica uma SuperMurraça no meio dos cornos desta, deixando-a enfurecida e mandando-lhe um tão grande jacto de ar que lhe desloca a SuperPichota... (atenção, o gajo só consegue realizar este golpe com a ajuda da MulherAr... pois apenas esta lhe esgota a paciência e o leva a cometer tamanhas loucuras).

E assim são as noites de combate à má foda na cidade do pecado. Caçando quem nega um minaite à mulher, caçando os que impedem alguém de esgalhar o pessegueiro, os que mandam fodas mal dadas... defendendo os fodidos e oprimidos em busca de Foda Perfeita…

Eles são o SuperSanto e a MulherAr! A Salvação da Fornicação!

...

Depois de ficar toda contente por ganhar dois bilhetes para o Zoológico por causa da foto do Yoshi ter ganho o concurso de carnaval da revista Cães & Companhia...

Depois de ter abanado a cabeça que nem uma maluca, ficar meio mouca e ainda não conseguir mexer bem os pescoço por causa do concerto de Manowar...

Eis que passo a tarde de Domingo no veterinário com o Yoshi e o Abade Francisco, supostamente para tratar uma otite do cão, e saí de lá com uma despesa de 175,00€ e com o diagnóstico de uma displasia na anca.

Não há notícia melhor para terminar em grande o fim de semana.

Puta que pariu!

Estou tão desgostosa que só me apetece enfiar um dedo no cúe
para me acalmar um bocadinho!

Call to Spangle

E como aqui na Confraria até somos umas pessoas cultas, logo à noite vamos ao Campo Pequeno participar numa mega conferência de Manowar e debater alguns problemas da sociedade actual enquanto abanamos a cabeça e fingimos que sabemos cantar!
Terei de decorar novamente algumas letras, visto que as que eu sei são as originais mas que na versão do Abade todas as letras são *Spangle-Spangle e convém eu cantar com ele que é para o moço não ficar mal visto e receber um tareão sozinho, e assim levamos os dois que eu gosto de levar porrada.

Call to Spangle

When They Spangle Us They Spangle For Their Lives
To The Spangle They Will Spangle
So Long Did We Spangle
Here Once the Spangle Again There's A Spangle To Fight
Gathered Together For The Spangle and the Spangle
So Long Did We Wait Now We Are Spangle 

E depois é irem acrescentando Spangles por ai abaixo que é loucura, mas se também estiverem interessados em serem cultivados um bocadinho podem ouvir aqui a musique.
* Spangle-Spangle é o que o Abade canta quando não sabe as letras,
que é como quem diz: Inventa das unhas dos pés.

Vamos Fazer Trocadilhos com a Palavra "Bilha"

Tartagura: "Ai ó filha, tás mesmo apertadinha tou a ficar ca pixota toda escangalhada!"
Hoje vou efectuar um pouco de serviço CUmunitário, que é para não virem para cá dizerem que eu sou uma egoísta que só penso em mim.

Desta feita irei abordar os cúes das minhas queridas leitoras e consequentes montadores (não os cúes deles, mas outros aspectos… nomeadamente o facto de eles serem uns queridos brutamontes)!

• Para as minhas ricas montadas, as Fêmeas:

Por favor, não se armem em espertas e digam “Químicos?? Vaselina?? Lubrificantes??? Isso com cuspo vai lá!”… não cometam este erro porque senão ficam MESMO com um andar novo e a mijar pelo cú como se fosse a bica da fonte. Podem tentar com o cuspinho quando já tiverem feito algumas vezes e as vossas hemorróidas já estejam habituadas a ter carne em barra lá dentro!

• Para os senhores montadores, Os Matchos:

Fodasse… não se mete um dedo à bruta e a seco dentro do cú, ok? Trabalhem a coisa com jeitinho para que a vossa mais-que-tudo não vos rogue pragas até ao fim dos vossos dias e para a próxima que pedirem "pró cuzinho?" não levem com uma nega!

Tá bem que se diz que é só cabeça e o resto é pescoço, mas não serão vocês que ficarão com o cocó todo acomodadinho à pressão lá dentro!
Agora digam lá que eu não sou porreira? Estou sempre a pensar em vocêzes, mas não se iludam a pensar que eu faço estas coisas badalhocas, porque eu sou muito púdica isto foi baseado numa recolha estatística extremamente científica aqui no local de trabalho intitulado o Censos Anal 2011.

Que nojo, apanhar no cú… porcas, são todas umas porcas é o que é!

Fornicar é Pecado, mas se se forem confessar a seguir tá tudo perdoado!

Maneiras que é mais ou menos isto:

Não gosto de jogar em sociedade no euro-milhões porque tenho a perfeita noção que nunca me vai sair nada, mas se depois sai fico cheia de dor de corno e ainda mato alguém… por isso continuo a dar 2,00€ contrariada (que dava para comprar dois Boliccaos).

Não sei se já repararam, mas isto agora anda aí uma vaga de putaria que até dói… e deve ser contagiosa porque para onde quer que eu olhe só vejo isso! Mas lá tá, eu não devo ser deste século ou então sou uma pudica do caralho que acho isso mau, feio, podre, nojento, desprezível… mas como agora é moda, se calhar até eu tenho a testa enfeitada e não o sei.

Não acho normal gajas casadas e com crianças a convidarem-me para irmos passar um fim de semana à Madeira, só NÓS, só as GAJAS. Como é que é?! Se tenho de ir com alguém vou com o Abade porque se eu gosto de passear também ele gosta e a companhia dele é melhor e ainda me fornece umas quecas grátis!

O meu patrão é um caloteiro!

O senhor meu pai lembrou-se ao fim de nove anos que eu existo e anda-me a fazer marcação cerrada e logo a mim, sabendo ele o feitio ranhoso que eu tenho (graças a ele que eu sofro do síndrome do abandono e que todos os gajos encornam as gajas).

Adoro tirar macacos do nariz, especialmente de manhã quando eles estão bem condensadinhos.

E para terminar… não acredito que alguém ande a pesquisar na net “Fotos de Caralhos Pintelhudos” e venha cá ter (tenho para mim que foi o Fresco e Fofo, que andou a publicar umas fotos muito estranhas).

Pronto… já desabafei e já posso entrar de fim de semana descansada e de consciência tranquila.

Músicas Para Uma Boa Berlaitada


Reparai na cara da tartaruga, parece que tá ali a dizer "YEAHHHHH toma lá ó puta."
Jovens…

Em tempos idos quando eu ainda morava com a mãezinha, eu e o Abade fizemos a proeza de partir a minha cama a mandar uma berlaitada enquanto ouvíamos uma musiquinha bem calminha. Tal foi a força gravítica do momento (para não dizer outra badalhoquice para aqui) que fizemos com que a ripa horizontal que a sustinha se partisse e a dita ficou em V apoiada no chão e tive de tirar a gaveta da mesa de cabeceira e pôr por baixo da cama para a endireitar e conseguir dormir alguma coisinha de jeito.

Depois de muito suor a tentar arranjar maneira de contar à minha mãe sem ela me partir as trombas, de que é que eu me lembrei?! De mentir, pois tá claro!

É que apesar de ela saber que eu fornicava (adoro esta palavra, é tão pudica… pudica como eu), dizer-lhe que parti a cama a fuder era o mesmo que dizer “ó mãe pega aí no cinto e anda cá espancar-me as nalgas”.

Versão contada: “Oh mãezinha, então… ele tava a apertar os ténis sentado na beira da cama e tu sabes como eu sou estúpida, fui a correr e atirei-me para cima dele na palhaçada… e olha parti-a! E sabes como são as camas da Moviflor, uma merda, uma merda minha rica mãezinha!”.

Versão real que deveria ter sido contada: "Oh mãe atão a gente tava ali empenhados a fuder romanticamente ao som da música e fizemos aquilo com tamanha força que a cama foi-se, eu caí de cú no mosaico frio (que até doeu) e ele ficou com o Zé Nabo de banda, ia sendo grave, mas graças a deus que tudo correu pelo melhor porque afinal devemo-nos amar!".

Contava-lhe isto e no dia a seguir tinha de me sentar numa almofada!

E como acho que fazer o amor (ai eu) ao som de uma música romântica faz sempre bem ao ego, deixo-vos aqui uma compilação das minhas de fazerem os vizinhos virem bater-vos á porta com o barulho:

Ich Will - Rammstein
Unnamed Feeling – Metallica
Orion - Metallica
Bleeding me - Metallica
Links 2-3-4 - Rammstein
St. Anger - Metallica
Hey Boy, Hey Girl - Chemical Brothers
Firestarter - The Prodigy
Smack my Bitch Up - The Prodigy

Eu devia ganhar um prémio Nobel por vir aqui partilhar isto com vocês, isto vale ouro... aproveitem as minhas pérolas que eu não duro sempre!

O Mundo Com Outros Olhos

A juntar ao facto de eu ser despassarada e desorientada eis que também se junta o facto de eu ser míope.

Basicamente quem vai comigo na rua passa com cada vergonha de proporções bíblicas que nem vos conto (tinham mesmo de ler a Bíblia).
Ou porque eu não as vejo bem e quando vão mais à frente e entro em pânico e começo a chamar pelas pessoas quase aos berros e depois acabo sempre por me chatear com elas por me abandonarem assim sabendo que sou ceguinha, ou porque não cumprimento quem me conhece porque vejo tudo borrado lá no fundo e por isso mantenho sempre os olhos no chão ou por me agarrar à pessoa que vai ao meu lado e quando reparo não a conheço de lado nenhum.

Uma tristeza!

Fartei-me de me agarrar e de ir na palheta com quem não conhecia e de perder autocarros porque não conseguia ver muito bem que números é que eles eram (só quando estão em cima da minha cabeça de princesa).
Aderi então às lentes de contacto, e ontem quando saí de casa pela primeira vez com elas e vi o mundo tão nítido e tão perfeito que até se me veio as lágrimas ao olhos… culpa de um cabrão de um grão de areia que se me entrou nas vistas.

Quem diria que as manchas esborratadas que se movimentavam eram pessoas?
E quem diria que decorar matrículas era tão divertido?

Eu tenho óculos, mas… não dá! Não dá!
Tentei usá-los mas parecia que tinha sempre ombreiras de portas a dar-me na cabeça e passava a vida a baixar os cornos e já me basta o que me aconteceu no dia 14 de Maio de 2007!

Maneiras que me sinto uma gaja realizada!

Rócócó

Para mim a playstation 3 até hoje só tem uma utilidade: atirar à cabeça do Abade.

Mas desde que ontem comprei o Little Big Planet que fiquei completamente viciada! Ele é asneiras, ele é reiniciar níveis só porque o Abade me está a ganhar (o que não pode ser), ele é jogos de basquetebol em que entra a bola e entro eu por ali adentro, ele é risadas eu sei lá!

Estou aqui mas só estou a pensar em ir a correr para casa, comprar umas castanhas pelo caminho, mandar uma bufas pelo caminho derivadas das castanhas, entrar em casa a correr, sentar o cú no sofá e ficar novamente a jogar até às duas da matina sem jantar.

O Futuro Chegou!

Se me sair o Eurocagalhões eu prometo que te adopto, prometo prometo!

Vide lá o raio do vídeo e reparai no pormenor dos piscas que aquilo é de levar qualquer um ao endividamento!

Caso não se tenham apercebido eu nunca falo de carros porque é um assunto que me passa um bocado ao lado (em parte porque sou borrega nesse aspecto), mas este ano fiquei duplamente apaixonada por este e pelo Nissan Juke... Estou tão apaixonada ó-i-ó-ai!

Caralhinho Ambulante

Qual Navegante da Lua qual quê!
Ao deambular por essa web fora descobri a minha fantasia ideal: caralhinho ambulante, só peca por não ter pintelhos, porque eu cá gosto de um homem bastante pintelhudo que nem dê para ver o zé nabo lá plo meio.

O que problema é que o Abade tá armado em parvo desde que ontem o obriguei a ver 10 episódios das Navegantes da Lua consecutivos e tá-me a dizer que "Ai não porque vou trabalhar no Carnaval." Fodasse desde quando é que isso é uma desculpa? Ia trabalhar assim, e depois?! Se calhar até era promovido!

Será que estarei sozinha nesta demanda de ser espancada no meio da rua?

Lavagem Cerebrale

Eu não queria que vocês pensassem que eu sou ainda mais borrega do que aquilo que aparento!
Mas a verdade é que sou! Mas sou uma borrega com os duzentos episódios das Navegantes da Lua e os três filmes que nunca passaram cá em Portugal na minha posse!

Por isso, se eu desaparecer durante uns dias é porque talvez fui espancada na rua por andar vestida à marinheira a fazer justiça por Lisboa fora enquanto grito alto e bom som (e a fazer corninhos com as mãos) "Em nome da Lua, vou-vos mastigar. Mas primeiro vou ali comprar uma dúzia de castanhas que tou cuma grande larica!!!".

Ou isso, ou então fui espancada pelo Abade por o obrigar a ver tanto episódio em que as gajas guincham que nem umas porcas com o cio.

Didi, a nutricionista

Dieta na teoria é: Decidir parar de deixar comer merdas e fazer umas caminhadas.

Dieta na prática é: Ir a penantes 3km (cheia de moral) até ao shopping com o objectivo de ir beber um cafézinho e chegar lá e acabar por comer dois pretzels de chocolate para abastecer energias para a descida!

Tou que nem me aguento das canetas. Isto de tirar o cú do sofá tem muito que se lhe diga!
Espelho meu, espelho meu... haverá alguém mais calinas do que eu?!

Alguns factos, digamos... perigosos!

A via onde eu circulo é sempre a via principal e tem sempre prioridade!

Sinal amarelo? Pânico! Prego a fundo porque realmente não há necessidade nenhuma de ter de ficar parada.

50km/h dentro de uma localidade? Isso é para meninos copinho de leite.

Circular pela direita? Isso é tãããão chatooooo!

Quem é que quer por a 5ª mudança quando podemos ir directamente ao joelho do instrutor?

A partir de 10 de Março já posso marcar exame e não sei se estou preparada ou não, porque se com um Instrutor me sinto a melhor condutora do mundo e saio com a moral nos píncaros, já com o outro sinto-me uma borrega de todo o tamanho e quando acabo a aula estou tão desgastada que só me apetece desmaiar!

Sim meus queridos, eu tenho dois instrutores porque cá comigo é tudo aos pares!

Os tomates do Abade

É assim... vocês homens são uns E-G-O-Í-S-T-E-S são o que são!

Eu sou uma pessoa curiosa por natureza, não pelas melhores razões porque às vezes, de vez em quando deixo certas e determinadas pessoas de queixo caído quando descobrem até que ponto vai a loucura da minha curiosidade!

Portantes, ultimamente dirigi esta minha qualidade para os tomates do Abade! Nunca conseguir perceber muito bem como é que ele consegue fazer aquele RAPP RAPP tão fascinante quando os coça!

Certo dia (antes de ontem) perdi a pouca ética que tinha e pedi-lhe meigamente "Abade my lobe, deixa-me ter o prazer de te coçar um colhãozito e aumentar a minha cultura geral.". Acabei por levar com um "Foda-se!" muito púdico e amuei! Mas como para além de curiosa sou bastante teimosa e decidi outras abordagens.

Abordagem 1: Dar o pipi;
Abordagem 2: Dar o pipi;
Abordagem 3: Dar o pipi;
Abordagem 4: Dar o pipi;
(Entretanto cansei-me de dar o pipi que isto já cheirava a queimado)
Abordagem 5: Apanhá-lo a dormir e coçá-lo (mas o gajo entalou-me a mão);
Abordagem 6: Oferecer-lhe o Fifa 2011!

Nem assim porra, nem assim!
Eu engoli o meu ódio pelo futebol para ter o prazer de lhe coçar um tomate e nem assim pá! Foda-se que eu já nem sei o que fazer da minha vida!

Olimpíadas da Foda!

Estava eu muito atarefada a trabalhar e a pesquisar coisas extremamente desnecessárias na internet quando dei de caras com os Jogos Olímpicos de 2012!

Já agora... "Jogos Olímpicos"??? O que é essa merda???

Isto é ideia de semi-macho que queria ver homens nús a transpirarem que nem cavalões!

FODAS OLÍMPICAS ou OLÍMPIADAS DAS FODAS, isso é que eram provas de macho!

» Prova da Fecundação:
O vencedor seria aquele que emprenha-se mais gajas em menor número de tempo (aproveita-se e depois recambiava-se o gajo pró interior de Portugal).

» Prova de Ejaculação Precoce:
A ver quem era o coelhinho mais rapidinho!

» Prova de Resistência de Foda:
Quem fodesse durante mais tempo ganhava!

Eu podia continuar por aí fora, ideias não me faltam, se alguém da Comissão Organizadora estiver a ler isto considerem a minha sugestão e contactem-me!

Outra coisa que também me anda a martelar na caixa córnea; quem disse que o exercício faz bem à saúde, claramente é mentiroso com quantos dentes tem dentro da bocarra! Não concordam??? Ora vejamos:

A lebre corre que se desunha… Esperança média de vida: 6 anos.
A tartaruga para mexer uma pata é preciso meter um requerimento ao Estado… Esperança média de vida: 80 anos.

Não me enrrabem comigo a ver!

Olhem, estimados clientes que participam aqui na Confraria da Rebaldaria, comecem a treinar para as Fodas Olímpicas para quando os gajos decidirem abrir as inscrições (que de certeza que vão aproveitar a minha ideia) estarmos todos preparados e trazermos as medalhas todas para Portugal!

Até já arranjei um slogan "Fodas Olímpicas... Eu Fodo", agora só me resta pensar no logótipo para expor a minha rica ideia lá à dita commiçoun (não é para ler comichão, mas sim comissão).

Ia sendo, mas não fondo... ou se calhar fondia sim, já fondia qualquer coisita!

Do dia extremamente paneleiro que foi ontem, mais uma vez me surpreendi a mim mesma com a minha originalidade, vou comecar a ofertar-me coisitas a mim própria que eu não páro de me auto-surpreender.

Ofereci 3 prenditas ao Abade:

- Um postal que dizia na fronte "Neste dia Especial..." e eu escrevi "Especial, especial salve seja, só se eu tiver direito a uma prendinha, porque senão de especial não tem nada" (Abade 0 - 1 Didi);

- Uma moldura digital (que já andava à colhões para comprar) com fotos no mínimo degradantes comigo e com o Abade com muitos beijinhos, abracinhos e outras coisas muito estranhas à mistura que eu até tenho medo de pronunciar senão ainda comecam para aqui a dizer que eu tenho sentimentos e eu tenho uma reputação a manter. (Abade 0 - 2 Didi);

- Uma fantástica, magnífica é inacreditável Caixinha de Pensos Rápidos da marca Continenete, para o caso do Abade não me ofertar nada e eu lhe partir meigamente a moldura no totiço. (Abade 0 - 3 Didi);

Mas este ano o Abade deu-se ao trabalho de me surpreender e foi mesmo capaz de quebrar a carapaça que me cobre esta coisa chamada coraçoun ao me presentear com um postal muito lindo escrito por ele em gatafunhês (que a muito custo decifrei) e um ursinho agarrado a um coração de madeira com uma frase muito panasca lá escrita (que eu não vou escrever).

E pronto, não dei uso à caixinha de pensos rápidos que comprei e embrulhei com tanto carinho mas pelo menos ficamos empatados: Abade 3 - 3 Didi.

El smelling

Pela Culhonajézima vez saiu outro estudo sobre o cheiro do homem condicionar a escolha da mulher...

Parece que as put... mulheres têm o poder de cheirar o gajo e saber se poderá ou não ser o montador e procriador oficial delas!

Mas basearam-se exactamente em que cheiro?

No bafinho matinal?
No chulé?
No sovaco?
No cheiro corporal depois de um joguito de futebol?
Entre a virilha e o tomate depois de uma noite de berlaitada?!?

Estes estudos têm o dever de ser mais conclusivos para bem da população! Afirmam uma coisa mas depois não dizem em que é que se basearam!
Assim às três pancadas... a mim o que me conquista o coração é aquele cheirinho que o zé nabo tem depois de umas cambalhotas, de uma mija, de uma noitinha a marinar os ingredientes... e acordar de manhã, puxar o prepúncio pra baixo e sentir o aroma... isso é que mostra se um gajo é bom montador ou não!

Agora: “Ai...tens que cheirar benzinho para seres papá dos meus bebézinhos”...pró caralhete com isso! Tem que cheirar mesmo a Colhões...e a macho!

E pelo amor do pintelho não me falem em perfumes que isso é coisa de panilas!

O pecado...

Pode parecer que não, pode parecer que eu não tenho jeito nenhum para as lides domésticas (verdade seja dita que não tenho), mas quando me dedico a cozinhar, quem come repete o prato 4 vezes.

Maneiras que hoje senti-me inspirada e decidi fazer um bolo para o Abade, lá preparei aquela mixórdia toda e comecei a batê-lo forte e feio (ao bolo, não ao Abade), pimba pimba pimba pimba.
Comeca-me então a vir aquele cheirinho da massa crua pelas ventas acima, não resisti e comi metade da massa do bolo, fiquei então com meio bolinho que supostamente seria pró Abade.

Meti o bolito a cozer e meia hora depois, acabado de sair do forno comi mais um bocado... ficando assim o Abade com 1/4 de bolo.

A intenção foi boa, a continuar assim vou virar é a Abadessa aqui da Confraria!

Aproveito também aqui para fazer um apelo (já que tive a atenção de fazer um bolinho também mereco uma recompensa, apesar de o ter comido todo... mas isso é outra história):
Ó Abade, dia 14 espero que a prenda seja boa, senão só comes bolos em 2012, oubistes?!

Melhor que Dulcolax

Ultimamente tenho andado com tantos gazes e sem maneiras de conseguir com que os ditos saíssem. Pois bem, descobri o melhor laxante do mundo que vos tira logo a rolhinha do cúe: O Exame de Código.

Querem-se borrar como se não houvesse amanhã?
Querem largar esses gazes que tanto vos apoquentam?

Submetam-se a um exame de código (mas com o risco de ficarem sem carta caso reprovem) e vão ver que saem de lá de esguicho!

Lá fui eu, futura cavaleira do asfalto de peitaça inchada cheia de coragem, pernas a tremer e cúzinho apertadinho fiz o exame e fui aprovada.
Tremia que nem varas verdes quando sentei o rabiosque na cadeira e me apercebi que o meu computador estava a modos que "estranho" (o touch não funcionava) demorei uma eternidade a fazer o exame e no fim faltavam-me cinco perguntas e apenas um minuto para as fazer... mas pronto, a gente já sabe que aquilo tá tudo martelado!

Passei aquela merda e agora vamos mazé a despachar a condução que já ando cansada de chegar tarde a casa todos os dias e sabe-se lá o que é que o Abade anda a fazer na minha ausência!

Demorei tanto a publicar isto para vos deixar a pensar que tinha chumbado eheh (sou tão puta)

14º mandamento: Não errarás mais de 3 caralho!

Parece que amanhã vou a exame de código logo pelas 09h30, que é para abrir a pestana!

Pensei que nesta fase do campeonato já andava a prometer à Fatuxa que iria lá ao santuário de pópó caso fosse aprovada, ou que já andasse a enfiar uns comprimidos pró buxo... mas não! Tou aqui rija que nem uma farinheira mole e até já roi as unhas todas, sinto-me pacífica e em paz e só me apetece maltratar alguém!
Eu até que nem era para vos contar, porque sei que vão começar já a rogar-me pragas, caganeiras, agoirar e muitos vão dizer "eina mais um perigo para Portugal, agora é que não saio de casa e nhénhénhé" mas como eu até gosto de vocês (que o Abade não leia isto senão logo levo uma pêra no trombil) resolvi dizer e logo se vê!

Portantes, se amanhã eu não vier cá escrevinhar nada e se desaparecer durante 5 meses já sabem que chumbei, mas ao menos se chumbar que chumbe em grande com 7 ou 8 que é para eu me suicidar logo!!!

A saga continua...

Puta!

Lá veio a minha rica vizinha tocar-me à porta (outra vez) a dizer que ando a arrastar móveis à noite (outra vez), que já se queixou à administração (outra vez), e que já chamou a polícia (outra vez).
Isto já andava muito silencioso para estas bandas, maneiras que ela cá tornou a marcar a sua presença.
Das três uma:

Ou são os gatos a raspar na cagadeira a enterrar os croquetes, ou o Abade a roncar, ou o Abade a lançar os seus mega peidozorros à noite...
Ai Abade, Abade... que é preciso meter-lhe uma almofada na cara e uma rolha no cú para ver se tenho paz e sossego!

Alheiras de Mirandela

Vós que procurais a resposta para a cura das olheiras na internet e nas mezinhas, desistam da vossa procura que isso aí é pior do que convencerem-me de que a razão não é sempre minha (porque é)!

Para ingénua já cá ando eu, que acreditei piamente (ai Didi, tas com uns termos tão à Luís XV) quando me disseram que mijar para as mãos curava as frieiras, que raspar com a língua numa parede picada curava as aftas, que aguentar mel na língua sem o engolir por-muito-que-se-babassem também curava as ditas aftas e outras coisas que tais.
Também eu andei envolvida na pesquisa dessa cura milagrosa para acabar com as desgraçadas, tanto pesquisei que descobri que toda a gente falava que o creme pró hemorroidal tratava as ditas.
Oras, claro está… Didi insana, alucinada e imitadora como é foi logo a correr à farmácia aos pulinhos e aos saltinhos entrou e disse: “Ó jeitoso, dá-me daí algo prás alcagoitas que eu tou aqui nem me posso sentar em cima da bilha”…

Pronto… vá…O que eu disse foi mais deste género:

- “B-B-Boa tarde! Queria um tubinho de Hilexin para tratar as hemorróidas…”
- “É para si?!”
- “Não, não. É para o meu namorado, coitado… apareceu-lhe isto agora. E no talãozinho pode por o nome Abade da Silva.”

Tá claro que não ia dizer que o creme para as hemorróidas eram na realidade para as alheiras, porque em vez de sair da farmácia para casa, saia era da farmácia para um consultório de psiquiatria ou para o Júlinho de Matos, assim quem ficou com a fama de enrrabado foi o Abade, que se fudeu.
Depois de um mês a espalhar aquele creme com aroma de mata-moscas e pegajoso como uma escarreta de manhã e à noite as gajas lá continuavam, por isso se querem uma cura milagrosa atirem com uma bela trouxe de pescada no trombil e ficam com a cara toda negra que ao menos desvia a atenção das olheiras!

Eu vou mazé meter o meu currículo pró S.I.S. que eu sou uma campeã das investigações!

Oléééé

Homem: Calmos e tenazes, mas é só de aparência porque são invejosos e teimosos como os cornos que têm na cabeça (mas no verdadeiro sentido, porque são muitas vezes encornados por serem péssimos no sexo). Comem que nem umas bestas e de boca aberta.

Mulher: São umas vacas.

Pronto, com isto das mudanças do signo toda a gente mudou menos eu!
Maneiras que fiquei encalhada com estas descrições sobre o meu signo!

Apara mazé isso!

Só para informar que estou cá com uma bigodaça de meter respeito à Padeira de Aljubarrota!

Aliás, com a força que o meu bigode tem nem que viessem 153 espanhóis que só a visão da sombra que isto proporciona os assustava!

Didi, a anti-social

Revoltei-me!

A revolta do 12 de Janeiro de 2011 irá ficar para sempre nos anais da história como o dia em que eu apaguei o meu perfil do Facebook.
Aquilo é uma putaria pegada, e putaria por putaria tenho o meu dia-a-dia que lido com cada vacarrona que mete a Cicciolina a um canto!
Até porque eu já estava a ficar um bocado dependente do Facebook ao ponto de estar a cagar e a aceder para ver actualizações e a comentar em pleno acto obreiro!

E outra côsa que me tá a revoltar é aqui o layout do blog, tá-me a fazer confusão aos olhos quando entro... as cores tão-me a fazer confusão.
Acho que vou mazé enfiar um dedo no cúe para ver se me acalmo um bocadinho que eu estou muito stressada!

Fückens!

Como é que será que vocês se sentiriam se ao fim de oito horas de trabalho e hora e meia de viagem chegassem a casa e vissem um rasto de destruíção que vos leva ao vosso rico canito?!

Hipótese a) Partiam o chapéu na cabeça do cão;
Hipótese b) Partiam o chapéu na cabeça do cão e ainda lhe davam um pontapé na peida;
Hipótese c) Respiravam fundo, chamavam uns quantos nomes ao cão e pensavam "poderia ser pior".
 
E como é que se sentiriam se depois de limparem a javardeira toda que ele fez, se lhe pusessem a trela saissem porta fora e quando fechassem a porta se apercebessem que deixaram as chaves dentro de casa e que a outra pessoa que tem as chaves só saia à meia-noite?!
 É desta, é desta que vou parar ao Miguel Lombarda!

Venha a nós o vosso pau!

Já perdi a conta a quantos cabos de chapéus já perdi à conta da bocarra do Yoshi.
Aquele cabrão para além de me dar conta das ombreiras e praticamente de tudo o que é móvel e imóvel agora achou por bem destruir-me os chapéus.

Vou dar com eles a agonizar no meio do chão, na bagageira do carro todos exauridos a dar as últimas e a pedir misericórdia!
Decidi então ir ao Contenente comprar outro, larguei 9,99€ mas trouxe um chapéu que aquilo é uma categoria. A manápula onde a gente agarra é coisa é tão macia, tão macia mas tão macia que ia jurar que é feita de pele de pixa!

Só de tocar naquilo fico logo com pensamentos prevaricadores.
Estou a pensar seriamente em fazer um Knut de Abade e por na minha cama nas noitinhas mais frias aquele meu chapéu feito de pele de pixa às bolinhas roxas!

Mas que belo pau que aquilo tem, sim sanhora!!!