O papá, as gajas e eu!

É de mim... ou a vinda do Papa cá a Portugal fez com que se soltassem todas as gajas e mais algumas que estavam fechadas no fundo da arca de enxoval?!

Com a quantidade de pipis que andavam a conduzir os autocarros se eu tivesse andado muito mais de transportes públicos durante o dia de hoje tinha-me transformado numa lésbica de caixão à cova e o Abade nunca mais me punha as vistas em cima.

Até que eram umas moçoilas bonitinhas, sim senhora, mas conduziam tão mal, tão mal que até dava dó. Os solavancos e travagens bruscas (que ainda fizeram com que eu batesse uma vez com a cabeça no varão) eram dignas de um terramoto 7.9 na escala de Richter.
Eram um poucoxito mal encaradas, mas o facto de ver tanta mulher a conduzir despertava a curiosidade do porquê só ver no dia de hoje gajas ao volante.

O mesmo não posso dizer dos polícias, que na Av. EUA pareciam estar a aprontar-se para concurso do "Espelho meu, Espelho meu... existe barrigão maior que o meu?!"... tudo em filinha ao longo do passeio da Avenida para saudar o paizinho que estava mesmo à espreita, cada um com a barriga maior que o anterior, mas tão emproados, tão emproados que se quisessem enfiar-lhes um caroço de azeitona no cú o gajo fazia ricochete para trás e ainda vos vazava uma vista, de tão apertadinhos de orgulho que estavam!

O que vale é que hoje até participámos nas festividades da banda "Bentinho & Seus Outdoors" a cantar durante todo o dia o "Aleluia... Aleluia... Aleluia... Aleluiiiâââââ" (perdoem-me, mas eu só sei o refrão) e o "Avé Maria cheia de graça" e aproveitamos e de caminho ainda cantámos o "Eu levo no pacote" da Rosinha e os Chave de Ouro. O Papa bem que poderia vir cá mais vezes!

E com isto tudo, quem se deve ter vindo com a vinda do Papa foi aqui o gajo do talho adonde eu costumo ir. Isto porque, todos os dias religiosamente às 18h em ponto ele está a ouvir a missa na rádio... e não é que quando ele está a ouvir aquilo e a comungar os seus pecados as hamburgueres saem uma maravilha?! Já das vezes em que o seu religioso rádio esteve avariado as gajas ficaram sem jeito nenhum porque não foram abençoadas.

E convém que as minhas hamburgueres sejam abençoadas porque basicamente é o que o Abade come dia sim, dia sim com esparguete e se aquilo tá uma merda quem apanha nos cornos sou eu porque não cuido do meu homem... e apesar de eu gostar de levar uma porradita ou outra não gosto de apanhar todos os dias porque às tantas a coisa perde o encanto.

Esta imagem... esta imagem...

7 comentários:

  1. Epá...no outro dia até disseste que te apetecia levar uma porradita!!! Já é o hábito né????? lol

    ResponderEliminar
  2. Quando o PaPaTUdo for embora avisem para eu sair de casa...

    ResponderEliminar
  3. Que o Pai te abençoe... e o Abade te perdoe! lololol! Amén!
    Vou ali penitenciar-me pra ficar benta pra logo à noite ajoelhar e rezar ;)

    ResponderEliminar
  4. Ficam todas tolas com The Pope. Ai ai a franga aos saltos...

    ResponderEliminar
  5. Se as porradinhas forem de cacetete, até vais passar a comprar noutro talho eheheh.

    ResponderEliminar
  6. Olha, tu conheces o Zé dos Plásticos?
    O Zé dos Plásticos era um tipo que era tão, mas tão conhecido, que quando o Papa veio cá a Portugal, toda a gente perguntou:
    - Olha lá, quem é aquele gajo de branco ao lado do Zé dos Plásticos?

    Esta anedota é velha.
    E eu tenho cá para mim que o Zé dos Plásticos devia ser um tipo cheio de dinheiro e de poder, pois só a esses é que o Papa concede a "honra" da sua presença.

    Graças a Deus que não sou cristã!

    ResponderEliminar
  7. Se repararmos bem o teu discurso do início ao fim só tem uma corrente condutora:o Papa. Começas a falar de mulheres motoristas e acabas a falar de hamburguers e porrada. Oh cabeça imaginativa!

    ResponderEliminar

Opina aqui qualquer coisinha!