Este gajo dá-me gazes!

Quem conhece o Abade sabe bem a desgraça de esfomeado que ele é, e para quem não o conhece eu vou fazer aqui um breve resumo do que eu passo com este sub-nutrido (coitadinho).

Ora, o Abade é daquelas personagens que come que nem um alarvo e por mais que a gente pense para onde é que vai aquela comida toda nunca conseguimos saber a resposta. Come que sa farta e depois ainda fica a olhar para o prato alheio com olhinhos de carneiro mal morto.

Depois há alturas em que ele me diz muito sério e com ares de quem passou fome:

"Sabes o que é que eu almoçei hoje?"
"Não sei e até tenho medo de saber, mas vindo de ti deve ter sido para aí um boi."
"Não, não! Então comi: Uma sopa, dois pratos bem recheados de esparguete à bolonhesa, uma tijelona de salada, pão, três mousses, duas peças de fruta e ainda fui pedir ao cozinheiro um iogurte natural."

Mas há coisa de uns dias, o homem vinha a mirar-se no espelho do elevador e a fazer força na pança para a empurrar para fora (de maneiras a que parecesse um gajo prenho) e dizia-me muito tristemente "Tenho que começar a fazer dieta", ouvi aquilo e fiquei logo com as orelhas em bico e a fazer continhas à vida e nos 50% que eu tinha de direito da casa. Ah pois... porque se um esgalgado como ele anda a pensar em dietas das uma uma, ou virou panilas ou então já anda a abrir caminho para me enfeitar, tamos bonitos tamos.

E no outro dia o moço chegou-se ao pé de mim todo orgulhoso e diz-me de peitaça inchada:

"Sabes... hoje comecei a fazer dieta."
"Ai sim? (parelha de cornos já metida, certamente) E como é que fizeste esse milagre e sobreviveste para o contar?!"
"Então, não comi a sopa. Parece que não, mas já estou a fazer progressos."

E prontes... se tivesse colhões, os gajos tinham-me caído ao chão, um carro iria passar-me por cima deles e depois vinha um cão e agarrava nos tomates e mordia-os todos... tudo para me moer ainda mais a alma.
Claro que o Abade e as suas mirabolásticas conversas dão-me logo a volta à tripa e antes que eu me começe a desgazeificar ao pé dele fui à casa de banho... e só aí é que descobri onde é que ele enfia toda a comida.
Ó minha gente... aquilo era tanto cagalhão a boiar tal e qual o pessoal do Titanic a boiar no Atlântico, quase que dava para andar à pesca desportiva.

Descobri também que o Abade tem o dom de cagar super-cagalhões com poder de imortalidade que não vão ao fundo nem com quatro puxadas de autoclismo e três de baldes de água em cima.

Eu já não sei o que faça, certamente um dia destes tenho a minha amada vizinha a queixar-se que lhe estão a cair cagalhotos do tecto... eu sei lá... sei lá.

10 comentários:

  1. “Tásse” mesmo a ver que o rapaz acabou de perceber que o Verão estava aí à porta. Daí a dieta!
    Mas pronto, com a deita escusas de gastar dinheiro com uma sanita mais larga, a coisa deve acalmar e deixar de parecer o pessoal do Titanic a boiar no Atlântico.

    ResponderEliminar
  2. Eu se fosse a ti comprava uma cisterna daquelas com que costumam despejar as fossas... acredita que o investimento se paga a si próprio :):)

    ResponderEliminar
  3. Em relação ao que deixaste escrito no meu blog. Por acaso deu-me uma iluminação, fui experimentar e encontrei-te lol

    ResponderEliminar
  4. Pois tanta comida a entrar dá muitos desperdícios que têm que sair por algum lado. lol tadita de ti!

    ResponderEliminar
  5. tu tas lixada mulher! se o abade come assim tanto e o Yoshi nao deve comer menos, ainda vais a falencia

    ResponderEliminar
  6. ah ah aha
    Coitado do Abade, ele sabe que tens um blog??? lollll
    Esse rapaz a comer leva-te a falência, mais vale por o menino a render para pagar o que come loll
    E ainda por cima entope sanitas com cagalhões astronómicos???
    ai o que me ri com este post

    ResponderEliminar
  7. Só tu! Pois o homem se não fosse assim já tinha explodido! lololol!

    ResponderEliminar
  8. Fogo!!!!! Mas isso aí em casa também é assim????? E eu a pensar que era só aqui!!!!!! Afinal há mais como nós!!!! :D

    ResponderEliminar
  9. lol Aqui em casa de vez em quando acontece isso. Até já demos um nome ao cagalhão boiante: é o Sr. Castanho.

    :) Daqui a uns dias ele vai embora!

    ResponderEliminar

Opina aqui qualquer coisinha!