Didi, a Terrível.

É só mesmo para dizer que um dia destes as pessoas fazem um ajuntamentozinho para me fazerem a folha!

Ora então porquê?!

Então aqui a Didi durante o dia de Sábado foi ao Freeport ver uma exposição de animais venenosos, e aposto que agora toda a gente ficou arrepiadinha! Até os pintelhinhos se encaracolaram todos ao imaginarem-se no meio de aranhas, lagartos e cobrinhas..., mas se vos deixa mais aliviados ficam desde já a saber que eu e o Abade fomos completamente enrabados nessa exposição! Paparam-nos três euros cada para ver três cobrinhas, dois lagartos e umas rãzitas... e eu a pensar que ia ver moooooontes de répteis, anfíbios e outras coisas assim, mas nada!

Mas a melhor parte foi quando ao sairmos o Abade me diz "Queres levar uma recordação??". Eles tinham lá peluches de cobra, bolinhas com lagartos lá dentro e cobrinhas de plástico que pareciam mesmo verdadeiras, claro que a primeira coisa que disse foi "Claro que quero! Vou pregar um cagaço á minha mãe que a mulher vai-se borrar toda".

Lá comprei a cobrona e fomos para casa da minha mãe jantar! E enquanto ela nos mimava a preparar a sua fantástica pizza eu meti a cobra ao pé do prato, ela cortou a pizza e sentou-se... conforme vai a agarrar no garfo, toca naquilo faz uma careta estranha, olha para baixo e vê a cobra... manda-me um grito e voa 3 metros para trás a dizer caralhadas a torto e a direito e só dizia "Sua estúpida, sua estúpida, sua estúpida."!
Esteve a noite inteira a dizer que até tinha ficado com a mão dormente com impressões.

Claro que esta não é a primeira partida que lhe prego! Já em tempos tive o descaramento de pedir a um colega meu de ligar para a minha mãe a dizer que ele era da PSP e que eu tinha sido apanhada em atentado ao pudor na rua e que estava detida e a minha mãe só dizia "impossível, a minha filha não rouba nada" e o meu amigo "minha senhora, ela não roubou... foi apanhada a fazer coisas menos próprias em público" e a mulher a teimar "impossível, ela não rouba nada"... e eu ria-me que nem uma perdida, e quando finalmente atendi o telefone e lhe disse que era brincadeira só ouvi do outro lado da linha "Sua estúpida, sua estúpida, sua estúpida" e o pu pu pu do telefone desligado mesmo nas minhas trombas.

E depois fora a outra vez que no Dia da Mãe lhe fiz uma carta igualzinha à de um tribunal e enviei-lha para casa ela começa a ler "...convocada para um julgamento na qualidade de arguida..." e torna a reler e só balbucia "não pode ser, eu nunca fiz nada... nunca fiz nada, é engano, só pode!" e eu "Oh mãe isso é mesmo para ti, olha aí os teus dados todos" e a mulher já chorava, já se benzia, já jurava pela minha saúde que nunca fez nada de mal... quando virou a folha e viu o testamento a desejar-lhe um feliz dia da mãe só me dizia "Sua estúpida, sua estúpida, sua estúpida".

Ah coitada! Agora é que eu entendo a alegria dela quando comprei casa mais o Abade... ela lá deve ter pensado que se ia livrar das minhas traquinices... mas tá muito enganada, ai tá tá!

14 comentários:

  1. Matas a mulher com um susto e ficas o resto da vida a remoer remorsos eheheh.

    ResponderEliminar
  2. Muito bom...O que eu me ri! ;) beijocas

    ResponderEliminar
  3. Meu Deus! Tivera eu pintelhinhos e ter-se-iam arrepiado não com os anfíbios mas com a cobrinha Didi! LOL! Pobre senhora!

    ResponderEliminar
  4. Tadinha da Ti'Nélia :) Agora percebo porque dizes que não vês como mãe :P sabes bem o que fizeste e não te queres ver nos mesmos propósitos...

    eheheheh

    ResponderEliminar
  5. Olá!
    A tua Mãe é uma santa:=)))

    Beijocas

    ResponderEliminar
  6. Tadita da tua mãe... eu não conseguia fazer isso. Que crueldade!

    ResponderEliminar
  7. Galo,

    A mulher é difícil de matar... ou pensas que já não tentei (lol), bem quero ficar com a fortuna dela, mas não há maneiras de a despachar ehe

    ---

    Talisca & Luísa,

    Eu não sou má... eu sou é muito brincalhona, muahahaha.

    ----

    Suspiro,

    Ri-te Ri-te um dia que uma filha te faça isso até choras ehe

    ResponderEliminar
  8. Não sei se sabes, mas caso não saibas, vais gostar de saber:

    a origem etimológica da palavra "dinossauro" é:

    dino - terrível
    ssauro - significa lagarto

    Portanto, se tu és Dina, és etimologicamente terrível.

    Estás certíssima!
    ;)

    ResponderEliminar
  9. Ai ai...
    Com um curriculum desses, não te queria para minha dona não!!!
    ...ainda consegues ser mais "capeta"
    que eu!
    Mas olha...GOSTO DE TI!!!

    ResponderEliminar
  10. Silk,

    Aquilo era uma cobrinha de plástico... que medricas que as senhoras são :-D

    ----

    S*

    É verdade que eu ás vezes (mas só ás vezes) sou um bocadinho má.

    ----

    Su,

    Ora aí está! Tu é que me entendes, olha lá uma filha minha fazer-me isso, apertava-lhe o pipo lol.

    ----

    MJF,

    A senhora não é santa, também mas fez frescas nomeadamente dizer-me que esfregar a língua nas paredes ajudava a curar as aftas... pobre de mim que andava com a língua cheia de cal.

    ----

    Lizzy,

    Não podemos ver isto como crueldade... é uma brincadeira que aumenta os batimentos cardíacos e logo activa a circulação... vê lá tu que com o meu cagaço ainda lhe fiz bem á saúde!

    ----

    Hazel,

    Acertaste na parte de eu ser terrível, mas infelizmente não me chamo Dina :-D logo não sou assim tããããõ terrível, só sou um bocadinho.

    ----

    Paxá,

    Com o meu currículum já me podia candidatar a deputado, ou coisa do género :-D

    ResponderEliminar
  11. Ora... "Didi" e "Dinona", pensei que fosses Dina.

    Querem lá ver que te chamas "Kátia Vanessa"?

    ;)

    ResponderEliminar

Opina aqui qualquer coisinha!