Ajudem-me lá nesta questão!

Que alguém me explique como é que uma mãe (quem diz mãe diz pai) consegue fazer uma viagem de quase 1 hora com o filho a gritar a plenos pulmões... a fazer uma grandessíssima birra e não ser capaz de sequer mandar calar o puto uma única vez?!

Será que não vêm que estão o filho deles está a incomodar todaaaaa a gente?! E as pessoas por educação não dizem nada, engolem... sorriem mas estão cheias de vontadinha de lhe apertarem o pipo.

Já não se dá educação aos miúdos de agora?! Tanta palmadinha que eu levei no rabo e na palma das mãos e não foi por isso que me caiu uma perna... já não percebo nada dos pais de hoje de dia!

8 comentários:

  1. eu acho que essas maes (que sao muitas hoje em dia) estao completamente desligadas da vida, o que faz com que nao oucam nem vejam nada

    ResponderEliminar
  2. É complicado... hoje em dia á uma merda a que se chama protecção de menores e que impede muito pai e muita mãe de arrear uma boa bofetada numa criancinha em público. Infelizmente também há os desligados de educação como diz a JO e muito bem.

    Eu pessoalmente, se tiver de arrear na minha princesa, hei-de arrear. E se a bófia vier perguntar contas e tirar-me a filha como tb já se ouviu na imprensa, depois haverão de me explicar algumas coisas.

    Não sou a favor da violência mas às vezes as palmadas operam milagres, quer pela demonstração de quem manda quer pela vergonha social que desde cedo começam a sentir.

    Adiante... da próxima vez Di, oferece-te para dares tu uma palmada ou então tenta chamar a atenção da criança para outra coisa ou uma brincadeira qualquer. Por vezes tudo o que é preciso é desviar o focus.

    Bjs

    ResponderEliminar
  3. Uma palmada nunca fez mal a ninguém e se a mãe lhe tivesse dado uma, ao menos ele tinha um bom motivo para chorar lol

    ResponderEliminar
  4. Jo,
    Eu acho que nem é o facto de elas seres desligadas... eu acho é que muitas delas nem estão é para se chatear.
    Acham mais fácil não ligar.

    ResponderEliminar
  5. Su,
    Por causa dessa protecção de menores é que os miúdos cada vez são mais mal-criados, exigentes e sem-escrúpulos... não recebem educação em casa, então como é que a vão demonstrar na rua?!

    Lá tá, eu também não acho bem chapadas na cara dos miúdos, nem porradas grandes... mas uma "achega" nunca fez mal a ninguém!

    E pior, esses miúdos quando um dia forem pais que educação é que irão dar aos próprios filhos?! É um ciclo vicioso!

    ResponderEliminar
  6. Luísa,

    Epah... agora fizeste-me lembrar a minha mãe, ela é que me dizia sempre "tás a chorar? Vê lá se queres chorar com razão!", e eu... "deixa-me é cá ficar caladinha antes que apanhe"... o simples facto de apanhar acagaçava-me toda, porque das poucas vezes que ela me deu uma valentes a coisa doeu!

    Ficava logo em sentido!

    ResponderEliminar
  7. Ainda hoje se ela me diz "Vê lá se queres apanhar" e eu óióai... que a mulher tem a mão pesada! Respeitinho é muito bonito e a gente gosta lol

    ResponderEliminar
  8. Olha, isso nem a minha cadela fazia e eu não ando sempre a "malhar". Mas quando é preciso dou-lhe um palmadão naquele lombo, que a minha filha também os levou e não morreu por isso.
    Cá pra mim isso é gentinha de merda que nuca soube o que é respeito e que nem se apercebem que os outros não têm obrigação de lhes aturar os filhos.
    São os pais que já foram educados assim que fazem essas figuras, porque estão convencidos que gostam mais dos filhos do que nós. Mas depois, quando eles estão doentes, vão as avós fazer as noitadas às urgências.

    Beijos.

    ResponderEliminar

Opina aqui qualquer coisinha!