Sinto-me...

... toda queimada!!
Isto de ter um cachorro terrorista estraga a beleza a uma gaja.
Mal meto um pé fora da cama, ponho-o em cima de mijo. Lá me vou eu a arrastar pela casa até à casa-de-banho... pego na esfregona e vou fazer a voltinha dos tristes à procura de mais xixis.

Estou a meter a argamassa nas fuças, que é como quem diz, rímels e afins... e o gajo manda-me encontrões na brincadeira e lá fico eu com um traço preto pela cara, qual A8 desenhada no meio das minhas trombas.
Vou-me a vestir e começo a dar por falta de peças de roupa, começo a pensar que talvez deva levar a sério o texto que vem nos pacotinhos do café Segrafredo que dizem que beber café previne o Alzheimer, porque acho que estou a ficar louca! Vem o mafioso ter comigo e docemente rouba-me mais uma peça de roupa, mesmo à descarada... afinal não estou louca, mas para lá caminho.

Lá vou eu buscar a roupa, ponho-a num sítio mais alto e visto-me.

Enquanto me acabo de vestir o gajo embirra com as calças e decide que não condizem bem com o casaco, afinfa-lhe os dentes e eu continuo a arrastar-me pela casa mas desta vez com um cão de arrastão.
Abro a porta da rua e a muito custo empurro a cabeça do cão para dentro de casa, e ele empurra-a para fora, e eu empurro-a para dentro e por obra e graça do espírito santo consigo fechá-la!
Finalmente consigo sair de casa e espera-me um longo dia em que tenho de aturar uma gaja no meu trabalho que eu só era feliz arrancando-lhe os olhos com uma colher por ser tão incompetente e maldosa para com os colegas... mas sobre este assunto, conto-o noutra altura.

Chega as 18h e eu mortinha por chegar a casa! Chego, o canito recebe-me com foguetes... levo-o à rua, e ele começa a ganir e a pedir colinho, e eu: "Mau... queres ver que tenho um cão paneleiro a pedir colinho?!"
Ando uma hora às voltinhas com a fera e nada, lá penso que não tem vontade...! Entro em casa e o gajo desfaz-se em merda e em mijo... lá vou eu com a esfregona e o papel para agarrar naquela mousse cremosa que cheira maravilhosamente MAL!

Enquanto estou a fazer o jantar, brinco com o terrorista... ele salta, ele corre, ele lambuza-me toda, braços, cara... e eu acho piada, porque é pequenito e tal.
Sento-me para jantar e vejo que ele está a comer qualquer coisa... estranha... não entendo o que é até o voltar a ver a entrar na cagadeira dos gatos e sair de lá com um cagalhão na boca!!!

PORQUÊ??????????

Senta-se majestosamente e eu impávida e serena a pensar "Não, não acredito... ele não vai comer aquilo, não pode!".
Pois o cabrão comeu-me aquela merda! E depois vem todo alçado para me dar beijinhos... e eu não sei se fuja, se ria ou se chore...

Que porco meus amigos! Isto não é um cão, isto é um porco com pêlo disfarçado de cão.
O nome da fera??... neste momento o que me apetece chamar-lhe é Bin Laden, mas pronto... ficou Yochi porque eu tenho a mania que sou diferente e dou nomes estranhos aos animais!
E agora tenho medo de ir dormir, porque assim o amanhã chega depressa e eu tenho mais merda para limpar!!! Medo...

Loucuras...

Hoje de manhã quando saímos de casa para ir à Exposição de Animais de Companhia no Exposalão da Batalha tínhamos:
O Niko,
O Mischa,
A Tsuki,
O Aquário e a sua peixaria lá dentro,
Dois tritões...

E neste preciso momento temos mais um habitante: O James Hetfield... qualquer coisa como isto:


Não me digam nada que ainda estou a digerir a informação...

Jingóbeles... Jingóbeles!!!

Após uma piquena ausência vejo-me forçada a regressar porque não posso passar muito tempo sem escrever parvoíces...!

E eu sei perfeitamente que vocês já andavam a dar pulinhos histéricos de alegria por pensarem que eu tinha batido as botas... mas não pensem que eu dava o peido mestre sem dar luta, e mesmo que o desse arranjava maneira de actualizar isto nem que eu possuísse algum dos meus leitores, por isso ponham-se a pau se um dia começarem a sentir uns formigueiros no cú, porque essa vai ser a minha forma de entrada preferida, por isso é favor manterem sempre as higienes das partes íntimas em dia!

Ao que parece está aí a chegar uma coisa chamada Natal. E toda a gente sabe que as crianças adoram o Natal e a árvore de Natal... eu não ligo muito, eu cá sou mais afectada pelo espírito do consumismo do que outra coisa, mas eu já sofro desse tipo de mal o ano inteiro, só de pensar em gastar dinheiro para meu proveito salivo-me toda!

Mas pronto... este mês já fiz duas boas acções! Ajudei uma associação animal com comidinhas e areão e depois fui comprar uma árvore de Natal e oferecia-a ao Abade... ó meus amigos, o que a criança ficou contentinha, dava pulos, rejubilava de alegria e até acho que largou um pinginho com a excitação... lá lha montei a muito custo e já o avisei que comigo as árvores ficam para o Natal que vem que eu não tenho paciência para desmontar aquilo.

Entretanto este ano estou boquiaberta com o Abade, porque este gajo desde há três Natais atrás não me oferece nada porque eu nunca lhe digo o que eu quero. Quer dizer, é claro que eu digo, mas nós as mulheres somos subtis, durante o ano todo damos dicas do que queremos e quando chega ao dito dia vocês, homens, nunca se lembram e como eu sou casmurra digo sempre que "Não quero nada" e claro que o Abade é mais casmurro e não me dá nada.... e depois tá visto que eu ando o resto do ano amuada com ele!
Mas este ano já tenho três prendas! Nem tenho palavras! de certeza que me meteu uma parelha de cornos e agora está a ver se limpa um pouco mais a consciência pesada, coisa boa não deve ser de certeza!

E vou-vos dizer que sou extremamente chata no que toca a prendas de Natal, estou o mês inteiro a apalpar as prendas e a perguntar "de que cor é?!" ou "dá-me uma pista"... já consegui arrancar a ferros as cores das minhas prendas; uma é branca, outra é vermelha e outra tem muitas cores!
Já estou farta de as apalpar mas não consigo chegar a nenhuma conclusão do que seja... Já pesquisei no Google "o que é que o Abade me comprou no Natal?" e "uma prenda vermelha, outra branca e outra com muitas cores, o que é?" mas aquilo não me dá respostas nenhumas e eu PRECISO de respostas que já estou a ficar doente com a curiosidade.


Acho que vou fazer o que fazia em miudita... vou abrir aquilo muito jeitinho e ver o que é, e depois faço-me muito surpreendida no dia da abertura, claro que não convém é ser apanhada como fui e apanhar umas palmadas nas nádegas no dia de Natal, a melhor prenda que uma criança pode receber!

Se alguém tiver uma ideia do que possam ser as minhas prendas que me diga, que eu prometo não dizer nada ao Abade!
[Tou aqui e tou a ver os gatos todos pendurados nos galhos da árvore, ca raio!!!]

Psiquiatria chamada à recepção

E hoje ao acordar lembrei-me de uma coisa muito importante: que já só faltam 32 anos para eu me poder reformar!

Isto é que é, acordar cheia de moral logo pela manhã!

Tá bem que na altura em que for velhota terei provavelmente uma reforma para pagar um café, mas que se lixe isso, pelo menos não preciso de pôr o despertador para as 6h30 da manhã e ir adiando o bicho de 5 em 5 minutos até chegar as 7h20 e nem preciso de tomar a pílula para não emprenhar, o que mais me pode acontecer é passar a vida no cabeleireiro ou centro de saúde e emprenhar pelos ouvidos… mas emprenhices dessas até dão alimento à alma.

Mas eu cá tenho uma leve suspeita que hoje quem tomou as rédeas foi a minha dupla personalidade, a que eu chamo carinhosamente de Mimi, a Vaca.

Oras… a Mimi, a Vaca adora vestir-se ao mais alto nível, e pior!!! Tem a mania que é chique e isso é que me lixa o esquema, porque uma pessoa quando é chique chama muito à atenção para a gandulagem, e já se sabe que eu tenho traumas por tudo e por nada, logo, também tinha que juntar esse ao histórico!
E quem me conhece sabe que jamais andaria de sainha e botinha estando eu no meu perfeito juízo… e hoje, mal abri a pestana deu-me uns acessos assolapados de ir toda chique que não cabe na cabeça de ninguém que se preze e não consegui resistir aos impulsos… até o Abade disse que nem me reconhecia, pudera, era a Mimi, a Vaca ao comando.

Maneiras que provalvemente quem está a escrever agora deve ser a outra badalhoca que insconscientemente mete para aqui palavras no meio das minhas e não me deixa sequer dizer uma miserável asneirinha que eu tanto gosto…

Eu bem tento... mas tá difícil…

Fantástico pôôôôrraaaaa!


Só vos queria informar que hoje encontrei 10 cêntimos no chão... e fiz a maior festa na rua.

Fiz uma festa tão grande, mas tão grande pelos 10 cêntimos que o Abade começou a afastar-se ligeiramente da minha beira... não fosse alguém pensar que ele estaria comigo e tomá-lo por ser tão pobre ao ponto de atirar foguetes por achar uns trocos no chão.

Claramente que gente que pensa assim nunca descobriu a imensa alegria de ganhar o terceiro prémio do totobola no valor de 1,40€... euro e quarenta esse que me deu para um cheeseburguer e quatro pastilhecas!
E não sei porquê, mas achei imensa piada a esta imagem... parece-me que o gato está a coçar o clito e está a gostar tanto que até está a guinchar de alegria!

E quem também está a guinchar muito de alegria pelo cú é o senhor Abade, que enfardou ao jantar mousse caseira da minha avó e agora está para aqui a mandar bufinhas mal cheirosas na minha direcção a ver se eu dou parte de fraca e me queixo.
Mas eu sou muito mais forte do que ele pensa... prefiro mamá-las todas do que a queixar-me! Lady que é lady não se queixa de maus cheiros. Ela degusta-os e cala-se... mais tarde no leito do amor caga-se valentemente e depois com gentileza abana os lençóis para que o pivete venha ao de cima e espera a reacção do "sexo forte" que acaba por vir mais cedo ou mais tarde acompanhada de uma frase do género "Fodasse! Quando eu te conheci não eras assim tão porca, enganaste-me bem...".

Ai Ai... se ele soubesse a terrorista que eu sou, tinha-me deixado plantada no Café di Roma onde me conheceu!

Uma semana do caraglio!

Ou os planetas desalinharam-se completamente durante a semana passada ou então sempre há uma conspiração universal contra mim... porquê?! OH PORQUÊ?!?!?!

Segunda-feira: Nem me dou a trabalho de comentar que é um dia negro... só consigo pensar em homicídios!

Terça-feira: Decidi armar-me em esperta e experimentar uma nova saída de metro, uma mais perto da paragem do autocarro!
Mas caso ainda ninguém saiba, eu sou uma labrega a andar de metro... às vezes basta mudar de carruagem e quando saio já não sei a quantas ando, pareço uma tolinha a ler todas as placas, e como sou um bocadinho míupe e recuso-me a usar óculos só vejo o que está escrito quando estou mesmo, mesmo debaixo da placa! Maneiras que eu e o raio das experiências deu como resultado andar às voltas dentro do metro e acabar por voltar para a paragem do autocarro do costume.

Quarta-feira: Experimentei sair outra vez numa estação diferente e desta vez acertei. Afinal a solução era em vez de sair para a direita, era sair para a esquerda.
Há alturas em que fico mesmo orgulhosa de mim "Ah maluca, és mesmo esperta de vez em quando".
Estou na paragem do autocarro quando chega um velhote ao pé de mim e pergunta-me se o autocarro demora muito, eu digo-lhe que está mesmo a vir... ficou 5 minutos ali na palheta comigo, a queixar-se do tempo, do hospital de Santa Maria, dos autocarros... e eu por boa educação respondia ao senhor, porque entendo que os velhotes talvez precisem de conviver um bocadinho com gente mais nova. E vem o bendito do autocarro e o senhor agradece-me, eu entro, ele entra...! O autocarro vazio, sento-me... e eu a pedir aos santinhos "senta-te noutro sítio, aqui não! Aqui não que eu quero dormir!" e PIMBA, o homem vem-se sentar ao pé de mim... e continuou o queixume, a mulher que está numa consulta do Santa Maria, que este autocarro é muito bom, que a placa dele é muito boa mas que foi muito cara e a recomendar-me o gajo das placas dentárias e eu a pensar "oh meu senhor... já viu os meus dentinhos?! Eu lá preciso de placa com 24 anos"... mas lá está, fui incapaz de o deixar a falar sozinho... Até que chegou a minha paragem e eu saí.

Quinta-Feira: Não sei que raio aconteceu ao almoço que foi só emborcar vinho tinto e verde.
Epah, muito sinceramente eu odeio vinho... aquilo tem um sabor que Ai!Jesus. Sabia mal, pior que mal, conforme engolia aquilo só me apetecia vomitar-me toda!... aquela merda era vinho carrascão... mas também não o ia deixar no copo, era o que mais faltava!
Até parecia mal com tanta gente a passar sede e eu a desperdiçar vinho... além disso, o que interessava é que desse um bocadinho de moca, que deu. Lá passei a tarde toda a cantarolar, com uma azia, vontades de arrotar, pernas dormentes e uma dor de cabeça como daqui a Belém.
E à noite só digo isto 6ª temporada da Anatomia de Grey... chorar, assoar, chorar, assoar, comer chocolate, continuar a chorar , fungar, comer chocolate.

Sexta-Feira: Estava toda entusiasmada porque ia ao cabeleireiro, chego lá e digo que apenas quero cortar as pontecas e fazer um escadeado... e não é que aquela gaja me fez franja e cortou-me o cabelo que me dava pelo meio das costas por um pouco abaixo do ombro?! E eu feita toni ainda lhe dei 1€ de gorjeta como quem diz "tomá lá ó puta, por seres tão boa cabeleireira ainda levas gorjeta", que tótó que eu às vezes sou! Mas aquilo foi vingança da porca... porque eu levei o meu amaciador para a senhora não me mamar 3€ por um cagalhão de amaciador para o cabelo (que forretice a minha)! Não me apanhas mais nesse cabeleireiro, não!
E chega a hora de almoço... espetam-me com vinho rosé, claro que mais uma vez eu não sou de deixar nada ir fora! E foi mais uma tarde de fado cantado, de dor de cabeça, de arrotos e azias... mas eu precisava de esquecer que metade do meu cabelo foi à vida!

Maneiras que ainda me falta o Sábado e o Domingo e eu até estou com medo do que possa vir para aí...
Agora digam-me lá se isto não é conspiração contra a minha pessoa!

Didi, a Terrível.

É só mesmo para dizer que um dia destes as pessoas fazem um ajuntamentozinho para me fazerem a folha!

Ora então porquê?!

Então aqui a Didi durante o dia de Sábado foi ao Freeport ver uma exposição de animais venenosos, e aposto que agora toda a gente ficou arrepiadinha! Até os pintelhinhos se encaracolaram todos ao imaginarem-se no meio de aranhas, lagartos e cobrinhas..., mas se vos deixa mais aliviados ficam desde já a saber que eu e o Abade fomos completamente enrabados nessa exposição! Paparam-nos três euros cada para ver três cobrinhas, dois lagartos e umas rãzitas... e eu a pensar que ia ver moooooontes de répteis, anfíbios e outras coisas assim, mas nada!

Mas a melhor parte foi quando ao sairmos o Abade me diz "Queres levar uma recordação??". Eles tinham lá peluches de cobra, bolinhas com lagartos lá dentro e cobrinhas de plástico que pareciam mesmo verdadeiras, claro que a primeira coisa que disse foi "Claro que quero! Vou pregar um cagaço á minha mãe que a mulher vai-se borrar toda".

Lá comprei a cobrona e fomos para casa da minha mãe jantar! E enquanto ela nos mimava a preparar a sua fantástica pizza eu meti a cobra ao pé do prato, ela cortou a pizza e sentou-se... conforme vai a agarrar no garfo, toca naquilo faz uma careta estranha, olha para baixo e vê a cobra... manda-me um grito e voa 3 metros para trás a dizer caralhadas a torto e a direito e só dizia "Sua estúpida, sua estúpida, sua estúpida."!
Esteve a noite inteira a dizer que até tinha ficado com a mão dormente com impressões.

Claro que esta não é a primeira partida que lhe prego! Já em tempos tive o descaramento de pedir a um colega meu de ligar para a minha mãe a dizer que ele era da PSP e que eu tinha sido apanhada em atentado ao pudor na rua e que estava detida e a minha mãe só dizia "impossível, a minha filha não rouba nada" e o meu amigo "minha senhora, ela não roubou... foi apanhada a fazer coisas menos próprias em público" e a mulher a teimar "impossível, ela não rouba nada"... e eu ria-me que nem uma perdida, e quando finalmente atendi o telefone e lhe disse que era brincadeira só ouvi do outro lado da linha "Sua estúpida, sua estúpida, sua estúpida" e o pu pu pu do telefone desligado mesmo nas minhas trombas.

E depois fora a outra vez que no Dia da Mãe lhe fiz uma carta igualzinha à de um tribunal e enviei-lha para casa ela começa a ler "...convocada para um julgamento na qualidade de arguida..." e torna a reler e só balbucia "não pode ser, eu nunca fiz nada... nunca fiz nada, é engano, só pode!" e eu "Oh mãe isso é mesmo para ti, olha aí os teus dados todos" e a mulher já chorava, já se benzia, já jurava pela minha saúde que nunca fez nada de mal... quando virou a folha e viu o testamento a desejar-lhe um feliz dia da mãe só me dizia "Sua estúpida, sua estúpida, sua estúpida".

Ah coitada! Agora é que eu entendo a alegria dela quando comprei casa mais o Abade... ela lá deve ter pensado que se ia livrar das minhas traquinices... mas tá muito enganada, ai tá tá!

Um pouco de cultura, que também vos faz bem!

E engane-se aquele que pensava que este blog não tinha nada de cultura geral... ! Para vos provar como estavam enganados vou aqui semear um pouco de cultura.
Para começar eu vejo o telejornal, coisa que qualquer pessoa culta que se preze vê! Pronto, vá lá... verdade seja dita que eu vejo porque muitas das vezes o Abade me obriga... sim, sim... que o Sr. Abade é um grandessíssimo adepto de mamar telejornais a torto e a direito... é a RTP, a 2, a Sic, a Tvi, a TVI24 e ainda tem a coragem de se assomar à Sic Notícias, o homem é corajoso, nunca pensei isso dele!
Mas hoje ao ver a fantástica TVI eis que oiço que a Nasa anunciou a descoberta de água na Lua.
Meditemos sobre isso...

...

Água...

Água meus amigos...
Mas que instituição que se preze anuncia que descobriu água?! Epah, não fosse por isso, eu tenho ali uma garrafinha de água do Lidl que lhes emprestaria de bom grado, caso o problema dos senhores seja securas!
Água... se fosse vinho do porto, vinho tinto, jeropiga, ginginha... eu ainda ficava empolgada e até vos digo que era menina para telefonar logo à Nasa a fazer uma reservazinha de um lote lá na Lua, assim como assim, passam a vida a dizer que eu ando sempre com os cornos na Lua, ao menos já la estava.
Aliás, tomara eu que aqui em casa em vez de me sair água pela torneira me saísse vinho e ao fim do mês pagar 9euros... isso é que era qualidade de vida! Uma categoria, atrevo-me mesmo a dizer!
Agora... ao menos essa água da moca? Boa disposição? Uma caganeira pelo menos?!
Olhem não sei que faça com notícias destas, não sei se mande um mail à Nasa ou se parta o comando da playstation aqui na cramalheira do Abade que está ao pé de mim a jogar o FIFA, e eu estou a tentar concentrar-me e só ouço "Rabiola vai à frente... Rabiola vai atrás... Rabiola que com um nome assim pega de empurrão de certeza" e depois ouço uma vozinha ao meu lado a dizer "Fodasse, sou um treinador mesmo bom", "Eish!!! Fantástico, só eu!" ... claro, claro!

Mas agora, pensando bem no assunto, talvez não fosse boa ideia sair-me vinho da torneira, porque senão a Senhora minha mãe acampava cá em casa! E era o fado cantado todos os dias aqui, porque a senhora pela-se pelo vinho como gato por bofe.
Bem, bem... e não me venham agora dizer que não aprendem nada de jeito neste blog!

Ajudem-me lá nesta questão!

Que alguém me explique como é que uma mãe (quem diz mãe diz pai) consegue fazer uma viagem de quase 1 hora com o filho a gritar a plenos pulmões... a fazer uma grandessíssima birra e não ser capaz de sequer mandar calar o puto uma única vez?!

Será que não vêm que estão o filho deles está a incomodar todaaaaa a gente?! E as pessoas por educação não dizem nada, engolem... sorriem mas estão cheias de vontadinha de lhe apertarem o pipo.

Já não se dá educação aos miúdos de agora?! Tanta palmadinha que eu levei no rabo e na palma das mãos e não foi por isso que me caiu uma perna... já não percebo nada dos pais de hoje de dia!

A Revolta dos Boxers!

E hoje caí na burrice de trazer boxers e desde que acordei até este preciso momento já os tirei do rego do cú umas 500 vezes!
E MAIS!!! Daqui a nada tenho as bordas feridas, porque de vez em quando em vez de agarrar o boxer (aquele cão perigosíssimo), agarro a nalga e sem querer belisco-me!

Hoje vai ser um dia doloroso!

Alerta!

Hoje o almoço foi pimentos recheados com cogumelos e outras coisas que nem consigo enumerar... juntamente com uma alheira, batatinhas a murro e saladinha de tomate com pimentos!

Ou seja... hoje foi comida enfarda brutos! Comidinha que trabalha muito no intestino, aconselho vivamente a quem se cruzar comigo no dia de hoje, fugir a sete pés!

Ter a fama e não ter o proveito!

Hoje foi a loucura na Confraria!
Há quem diga que hoje fomos contribuir mais um bocadinho para o endividamento do povo português, mas eu cá gosto de pensar que ajudei a economia a recuperar mais um pouco.

Perdemos a cabeça e fomos comprar um Sommier e o respectivo colchão. E para quem já está aí a barafustar que eu gosto é de excentricidade a esses eu digo que deveriam era ser meus vizinhos de baixo, e garanto que se o fossem faziam uma vaquinha para me oferecerem uma camita nova.

Por muito que eu tenha vontade de apertar o pipo à minha vizinha de baixo, reconheço que a senhora deve sofrer bastante durante a noite com a nossa cama a ranger... se ela rangesse por "bons motivos" eu até tinha a fama e o proveito, o problema é que a bendita range quando mexemos uma perna, quando mexemos um braço, quando damos uma volta, quando respiramos e até mesmo quando mandamos uma valente bufa a gaja range que nem uma gata com o cio... então quando mandamos uma berlaitada ela não chia, ela inicia é o apocalipse e somos forçados a ir para o chão. É que se a camita fosse velha tinha desculpa, mas tem três anos, e ultimamente quando nos deitamos rolamos para o meio da cama... faz lá uma covita engraçada que cai tudo lá para dentro... chamo-lhe ternamente "O nosso buraco negro"!

O mobiliário do Ikea é o que dá (ai que belo slogan)... portanto a partir da próxima Quarta-feira se a vizinha de baixo se queixar do barulho então será por boas razões, por isso e também por ter dor de cotovelo... muahahaha muhahahahahah!

MUAHAHAHAHAHAH MUAHAHAHAHAHAHAH

E só não perco a cabeça porque ela está agarrada aos ombros!

O resultado de andar sempre com a cabeça no mundo da lua é que acabo por, inevitavelmente, fazer figuras tristes!

E quando sou só eu, ou o Abade a reparar nesses fantásticos apanhados é uma coisa... outra é estar em pleno continente a abarrotar e fazer uma barracada que só pedi na altura um buraquito onde me pudesse enfiar para esconder a minha vergonha.

Então, hoje lá foi o dia de compras para a casa, coisa que eu não gosto nem por nada... lá fomos nós, a dupla dos maluquinhos da Confraria, e como até tínhamos muita coisa para comprar o Abade sugeriu um carrinho que eu recusei prontamente porque acabo sempre por ir contra alguém com aquilo, então agarrou num daqueles cestos com rodinhas e lá fomos nós... claro que em cinco minutos aquilo encheu e fui buscar outro cestinho. Entretanto larguei o bendito e fui buscar uma treta qualquer e quando voltei agarrei no cesto e fui ter com o mê homê e quando chego ao pé do gajo vejo-o com dois cestos e claro que eu fui logo "agarraste num cesto errado, não é nosso" até que olho para o meu... e estava cheínho de coisas que eu desconhecia... grande bronca e as pessoas a olharem, e vai de ir tudo para a outra ponta do Continente deixar o cesto onde o encontrei... e vai de ir tudo para o lado oposto ter com o Abade.

Eu cá sou daquelas que se tiver um pirralho e lhe disser "espera aí que volto já" sou bem menina para agarrar depois num míudo qualquer e ir-me embora sem reparar que ele não é o meu, desde que ande, fale e não me peça dinheiro por mim tá bom!

Mas no meio disto tudo, tá claro que fui a tarde inteira vítima de gozações por parte do senhor doutor Abade

Didi... a intrujas!

Eu admito que a preguiçite da vesícula me subiu um pouco ao cérebro e relaxei-me um poquito com a escrita do blog e com a leitura de blogs alheios, mas ultimamente tenho trabalhado imenso e sempre que chegava a casa não tinha vontade nenhuma de ir sentar-me firme e hirta no pc da secretária... até tinha vontade de escrever, mas não me apetecia mesmo nada levantar o rabo da ronha do sofá!

E ainda por cima, agora com o tempito frio, tá-se bem é enroladita nas mantas, ora bem, o que vinha mesmo a calhar era um portátil... que por acaso, eu até tinha um e experimentei-o trazer para a sala e ligá-lo à net. Mas como toda a gente sabe os Asus eee pc são uma maravilha para quem é míupe! Comprei aquele cagalhãozito porque não resisti ao charme e num ano se o usei duas vezes foi muito, comecei a sentir algo a formar-se no âmago da minha mente... um plano, uma armadilha para aldrabar alguém a comprar aquilo, e assim se formou a missão "vamos enrrabar o próximo".

Opah... eu só não sou cigana de sangue, porque para intrujices, impingir coisas e outras que tais sou do melhor! Eu era óptima para o comércio a retalho, comigo uma pessoa entra numa loja para comprar uma pilha e sai de lá com um Jipe!

Maneiras que consegui aldrabar um amigo meu (que rica amiga que eu sou, vocemecês fujam de mim) e com o dinheirito que ele pagou sempre ajudou a comprar outro, que está aqui no meu colinho neste preciso momento em que escrevo para vós.
E aqui estou eu podre de sono e a cair para o lado, mas não podia deixar de estrear o portátele com um post para o blog.

Quem sai aos seus...

Estava preparada para ouvir dizer que tinha pedras na vesícula, que tinha botões e moedas no estômago, que isto tudo era ronha para faltar ao trabalho... o que não estava à espera de ouvir, é que tenho uma vesícula preguiçosa!

YES!!!

Mas afinal quando a própria dona é uma preguiçosa nata que para mexer um pé é o cabo dos trabalhos não se podia esperar outra coisa dos órgãos. Então parece que a bicha está sempre num estado contraído (eu também me contraio muitas vezes mas é no metro por causa das bufas). Daí as cólicas, as más disposições, azias e dores...a calona não gosta de trabalhar, pudera... quem gosta?!

Enquanto ela for uma boa habitante aquilo do prédio eu deixo-a estar, afinal de contas eu até sou uma boa senhoria, mas se me começa a dar má vizinhança bem que lhe meto uma ordem de despejo em cima, e que não me venha cá pedir o subsídio de reinserção social que eu não sustento chulos... ora essa, esta vesícula é uma "ocupa", tá cá a viver e não contribui para nada!
Ah e já agora que me lembrei de repente e antes que me passe do pensamento... por acaso reparei hoje que (não sei como) passei de 4 seguidores para 17! O mundo tá para acabar?!


WOW

Andaram aqui a dar amendoins no blog e eu não sei de nada?! Assim de repente o único motivo que me ocorre é estarem cá enganados!
Vós fosteis bem enganados... forte e feio mesmo... se vos venderam a história do “Epah, é blog de culto”, “um blog muito compreensivo”, “um blog com temas interessantes”, “um blog que se preocupa com o bem estar”... é melhor irem pedir o reembolso, que isto aqui é uma bandalheira, os posts não seguem lógica nenhuma, tanto estou a falar de alfaces como a seguir de batatas e depois de pentelhos!

Ou então acham a minha vida tão destrambelhada que aguardam cenas do próximo episódio :-D

Abade + Totobola = Desilusões!

Após o rescaldo das tristes figuras de sábado das quais ainda sai com uma bolha no pé por querer ir toda finesse para a prova de conhecimento eis que o Abade me dá um grande desgosto.

Para quem não sabe o senhor P. é grande adepto de jogar no euromilhões, no totoloto, no Joker, e no totobola… coitado, ele tem a esperança que um dia lhe saia um prémio, ele e toda a gente do planeta Terra, tirando eu… que não acredito em jogos desses e até me recuso a jogar porque se eu não ganho então também não vou ajudar a encher o cú aos outros!

Mas ontem diz-me ele muito contente:
“Bilu biju acertei em quatro terceiros prémios no totobola”


Apesar de eu não jogar, é claaaaaro que fiquei toda contente e já estava a pensar afiambrar-me ao dinheiro. Andei toda excitadinha a ver os prémios anteriores e toda empolgada a ver que eram 200€, 600€ e até 700€ para cima… opah, quase que fiz xixi com emoção, mas como o prémio dependia da quantidade das pessoas que acertavam e no site dos Jogos da Santa Casa ainda não diziam o nº de totalistas tive que aguardar.
Não dormi nada de jeito a pensar no dinheirinho, ai Jesus… e já estava a pensar em gastá-lo com requintes de maldade, e a primeira coisa que fiz mal acordei foi ir à net.

Ainda nem tinha tirado a ramela do olho e já estava cheia de fé frente ao computador.
Nem sei que vos diga… estou desiludida… Não sei para que lado me vire com tanto dinheiro... ganhou-se a módica quantia de 35 cêntimos, que a multiplicar por quatro dá 1,40€.

Bem, talvez o vá gastar num hambúrguer do MacDonald’, num pacotinho de pastilhas, ou em veneno para os ratos para me vingar do Abade por me dar tantas esperanças!
Isto é que é começar uma semana cheia de moral!

Entretanto estou a pensar iniciar uma nova rúbrica aqui na Confraria, que se irá chamar "O CÚ DO ABADE", que irá ser composta por fotos das rectaguardas de sua senhoria em todos os locais que visitaremos! Mas ainda não é certo... bamo ber, bamo ber.

[E com isto tudo, hoje é dia de sair às 17h para ir fazer a bendita ecografia]

Vou ali suicidar-me e já volto!

Como é que eu hei-de por isto sem me chamarem completa atrasadinha mental, destrambelhada, aérea e outros nomes que tais!

Pois bem... é melhor mesmo dizer isto a sangue frio porque eu mereço dor, eu mereço dor e sofrimento por ser um ser tão inteligente e tão dado a pormenores.

Dizem as más línguas que eu me candidatei a um concurso para uma Junta de Freguesia... e parece que na semana passada eu recebi uma carta para ir prestar provas. Até aqui tudo bem, o pior é que eu nem liguei ao que era necessário para as provas de conhecimento... fui para lá toda convencida que ia ser facilíssimo, e mal chego dizem-me assim

Gaja - “Podem por as legislações em cima da mesa para consulta”Tótó - “C-como?... Legislação, isso come-se?! Ah, fáxavor... eu esqueci-me da minha!”Gaja“Mas sabia que tinha de trazer a legislação, não sabia?! Mas não há problema, se souber os artigos faz isso bem.”Tótó – “Sim, Sim, Claro, Claro eu sei a legislação.. e sabia que era para trazer, mas passou-me completamente.”

Mas uma lady nunca dá sinais de fraca. E o que é que eu fiz?? Aquilo que melhor sabia fazer! Inventei, engonhei e desenvolvi os textos!
Mas que merda de prova de conhecimentos, eu á espera de verbos, advérbios, matemática, figuras geométricas e bem que me tramaram.
Fiz tudo bem lindinho, com a mais alta classe e ao fim de 35 minutos ali a escrever no duro enquanto os outros paneleiros só mexiam na legislação, entreguei a prova, que certamente quem a for corrigir vai dar grandes gargalhadas!


Afinal o que é que eu fiz de mal? Candidatei-me e nem liguei ao que era pedido para as provas! Para que é que eu ia ler as letras miudinhas do Diário da República?
Mas calma que isto não é a primeira vez. Já outra vez candidatei-me a uma vaga numa faculdade e não reparei que era preciso um requerimento manhoso, claro que a candidatura foi-me negada. Agora desta vez vi o pedido de requerimento e pensei “Ah cabrões, desta vez já não me lixam”... pronto... mas deixei passar o raio da legislação em branco. Agora só me resta a terceira, e já o povinho diz que à terceira é de vez.


Mas uma coisa tenho a certeza... a boa construção das frases e o bom português também eram contabilizados, se formos por aí vou ter uma excelente nota. E pena tenho eu de eles não pontuarem a imaginação, porque aí... aí eu ganhava de certeza minha gente, porque para as coisas que lá escrevi bem que podiam escrever um livro de ficção científica.

Só me apetece atirar-me da janela...

Tudo é gas...

Tava no outro dia o Sócrates a dizer que os Estados Unidos consideravam o sistema de saúde de Portugal uma maravilha... já agora, a que Portugal é que eles se referiram??? Não deve ser o mesmo onde eu estou certamente.

Desde sexta-feira que ando com uma camada de nervos que nem vos digo nada!

Por causa desta dor maluca com que eu ando que nem dormir me deixa de tão má que é, na sexta passada fui às 11h para o posto médico, esperei... esperei... e quando estava mesmo, mesmo para ser atendida o filho da puta (que não tem outro nome que se lhe chame) manda dizer que não vai atender mais ninguém... e eu cheia de dores no baço/vesícula/fígado! Ainda lá fui bater à porta feita tótó mas o gajo é um cabrão!

Fui no mesmo dia à consulta das 17h e a médica com muita lata diz-me que ou é dor muscular ou é gases... mas que não posso tomar ben-u-ron porque pode afectar o fígado. Mas que raio, então se era muscular ou peidos que mal faz um comprimido? A tipa era burrinha todos os dias... e exames nem vê-los.

Dia de sábado no hospital... desde às 15h30 até às 22h00 após uma carrada de sangue tirada por uma enfermeira carniceira, de uma radiografia e de uns apalpanços da parte do médico eis que me dizem que há grande probabilidade de isto ser pedra na vesícula!

Fixe! Sempre quis uma coisa dessas!

Hoje fui outra vez ao meu médico de família marcar uma ecografia a mando do gajo do hospital e o tipo com muita lata me diz "Vou-lha mandar fazer mas não sei para quê, isto devem ser gases!" (já é a segunda vez que me chamam cagona num curto espaço de tempo).

Claro que sempre há as opiniões de gente entendida na matéria que me diz: "Isso é apendicite que às vezes começa pelas costelas" ou "Não estarás grávida?" ou ainda "Cá para mim isso é ronha para não lavares a loiça"...
Daqui a nada tão-me a dizer que o primeiro sinal de um fungo na unha do pé é uma dor na cabeça...

Ai vida... vamos lá ver amanhã se tenho um calhau na vesícula ou se é frescura para não lavar a loiça!

Que cagaço!

Parece que a trovoada trás ao de cima muito medinho... muita cagufa!

Ok... apesar de eu andar com o baço/fígado/bílis todos esfrangalhados que quase nem tenho vontade de andar, ontem quase que me mijei a rir!

Já sei que o P. não vai gostar que eu escreva isto, mas se servir de consolação fiquem sabendo que se fosse comigo seria bem pior... acho que desatava aos berros às 2h30 da manhã, saia porta fora a correr e ia pedir asilo à minha vizinha de baixo que eu tanto adoro.

A sério... tenho de vos contar! Sempre que me lembro disto apetece-me fazer xixi de tanta risada que me dá!

Como toda a gente já sabe eu sou uma cagona quando troveja, fico literalmente a tremelicar e não suporto estar sozinha, tanto que quando eu era pequena chegava a ir bater às portas dos meus vizinhos e pedia para lá ficar enquanto aquilo não passasse!
Então ontem fui fazer o ÓÓ do costume e acordei por volta das 2h da manhã com um enorme trovão, olhei para o lado e vi que o P. não estava lá (estaria certamente a ver TV) na sala. Pensado isto, levanto-me num repam e desato a correr para a sala... por coincidência o Sr. Abade levantou-se precisamente nesse mesmo instante para ir à cozinha ver os relâmpagos mas entretanto baixa a cabeça, para ver não sei o quê... e quando a levanta depara comigo a correr para ele...

Agora imaginem... tudo escuro, só com a iluminação proveniente dos clarões da trovoada e vocês vêm um vulto vestido de branco a vir a correr na vossa direcção! Qual será a vossa reacção?
O P. agarrou-se à porta muito sério e a falar umas coisas que nem percebi muito bem...

Na altura eu não percebi, estava demasiado assustada para me aperceber que ele se tinha assustado comigo (tá que eu sou feia, mas vamos lá ter calma), a minha única intenção foi ir a correr ter com ele e arrastá-lo pelos tomates para a cama... e assim eu sentia-me protegida!
Mas afinal quem ficou ainda mais assustado foi ele tadinho... nunca mais faço uma coisa dessas ... ainda dava um treco ao moço e ficavamos ali todos estendidos no chão.

Maneiras que a frase vencedora que não me vai sair durante da cabeça durante esta semana é:
"Porra... eu vinha descontraído e olhei para o chão, quando levanto a cabeça vejo uma coisa branca a vir correr contra mim... e... olha lá..."

Mau...

Isto anda muito de fases e eu já não estou a gostar da brincadeira!

Foi a fase de criar blogs e apagá-los, a fase do gastar dinheiro, a fase dos pesadelos e agora acontece-me a fase da hipocondriquice!

Não sei o que é que se passa, mas desde à quinze dias atrás que me começou a dar umas dores cócós no coração... andava preocupada e tal, mas ir ao médico não é o meu hobbie favorito. Pronto, mas a senhora minha mãe lá falou com o meu médico de família e pediu-lhe exames pró coração, mas como de costume o gajo negou-se a passá-los com a desculpa do eu ser jovem e que são impressões minhas... claro que este boi para me passar análises ao sangue quase é preciso um requerimento ao Presidente da República! Certamente o que ele queria dizer era: "Oh minha rica menina, tu pagas 2,38€ por consulta no público, se quiseres pagar 50€ numa consulta privada passo-te análises até para saber se tens fungos nas unhacas dos pés!"

Enfim, parece que o coração apanhou um susto só de pensar que ia fazer exames e a dor desapareceu durante uns dias! Mas depois voltou... claro que achei muita coincidência o desaparecimento da dor calhar com ausência da ventoinha durante a noite, o sr. Abade é um esquentado e todas as noites liga a ventoinha... o que se calhar estava-me mazé a afectar os pulmões e não o coração (afinal é tudo ali como quem vai para coiso, mas é antes).

Depois no domingo levantei-me, espreguiçei-me e fiquei com o braço pendurado... dei um mau jeito no ossinho de encaixe que sempre que mexia o braçinho o desgraçado doía-me.

E HOJE... HOJE... acordo e doí-me o fígado, ou a bílis o que raio seja isto! Mas que coisa... eu que até tenho uma alimentação boa, não bebo... nem nada!
Que desgraça, se com 24 anos já estou assim toda carcomida nem quero imaginar-me nos 65... tou a ver que nem vou ter direito à miserável reforma!

Ah... mais um feriadinho cá pró boxexo!

Como eu gosto dos dias que são feriados... não é que eu desgoste de todos os outros dias... que não desgosto, especialmente se os outros dias forem sábados e domingos!

E pronto, hoje a cara com que eu acordei foi quase assim, como cara de grogue. À primeira vista a foto não tem nada de especial

Terrores nocturnos...

Raramente me lembro dos sonhos bons, mas no que toca a pesadelos lembro-me de todos!

E hoje não foi excepção, já há coisa de 4 dias que ando a sonhar que levo parelhas de cornos a torto e a direito… e, ou isto é um aviso que coisas fantásticas estão para acontecer ou então já estou a descambar para a loucura!

Mas o problema disto é que os sonhos são horríveis, são mesmo daqueles que uma pessoa acorda angustiada e andamos o dia inteiro com aquelas imagens a remoer na cabeça e inevitavelmente acabamos por andar agressivos com toda a gente.

Se calhar sou só eu que tenho este género de sonhos, pois nunca oiço ninguém a queixar-se disto (talvez porque se esqueçam logo mal acordam, talvez porque não gostem de admitir que no fundo também têm receios…).
Sei que sou um bocado insegura, talvez derivado ao sr. meu pai ter largado a minha mãe e a mim à nossa sorte… mas se fosse esse género de trauma eu andaria sempre a pensar nisso, não? São apenas os sonhos, os malditos sonhos que de vez em quando me vêm assombrar.

Será trauma? Será do stress do trabalho?! Só sei é que pedia uma noite em que continuasse a não sonhar nada (ou pelo menos sonhar com animaizinhos, arco-íris, as Navegantes da Lua, passarinhos ou com o vocalista dos Metallica).

Lá dizem os psicólogos que escrever os nossos problemas ajuda-nos a resolvê-los, vamos esperar para que sim, porque ou isso… ou vou a uma clínica do sono e quero que me ponham a dormir durante 15 dias seguidinhos, bem drogada que é para não dar conta de nada!

Arre porra!

Se há coisa que me dá vontade de apertar o pipo aos gatos de vez em quando é quando os ditos senhores não tiram os olhos de mim!

Se estou a cozinhar, põem-se os três de volta do fogão a apurar o aroma da comidinha e a olhar para mim.
Acordo a meio da noite e tenho a trupe de olhos postos em mim (ás vezes quando durmo sozinha até dá medo).
Estou a ver televisão e os tipos vão-se por em frente da TV e continuam a olhar para mim.
Estou a tomar banho e quando abro a porta até me assusto porque lá estão eles a olhar para mim.
Estou a arrear o calhau e lá continuam eles em cima do balcão da casa de banho a olhar com ar de reprovação, a olhar... a olhar, a olhar (que incomodativo, e eu não consigo "trabalhar" sobre pressão).
Estou a meio duma berlaitada e calho a olhar para o lado e lá estão os maganos em filinha fixos em mim!

Ca coisa! Adorava saber o que eles pensam! Dava o dedo mindinho do Abade para saber... ai se dava!
Será que pensam "Epah, morreu algum bicho dentro de ti, cheiras mal cmó catano!" ou "Olha, olha... estão a fazer isso mal, ele tem que lhe puxar o caxaço que é pra gaja não estrabuchar", pois olhem que não sei.
O que sei é que um dia destes mal eles entrem para a cagadeira vou enfiar a cara lá dentro a ver se eles também gostam! Eu ali a dar a moral "Força, força... tu consegues! Vai Niko, coragem Tsuki, Yes we can Mischa!".

Ai a gataria só me dá fartotes de rir.

Mékié?!

Ora então gostaria que me explicassem para que é que me serve uma linha telefónica sem o dito telefone...

Uma rede wirelless se o portátil não apanha a rede no quarto ao lado...
225 canais se metade deles não interessam ao menino jesus e outros 15 estão bloqueados...
uma BoxHD-rw se a imagem continua uma javardice...
Expliquem-me lá porque é que eu fui aderir a esta merda de serviço?

Estes gajos da ZON lá para enrrabar as pessoas são eles bons, depois para terem um serviço decente é o táquietópreto, "já cá temos um upgrade do contrato, arrotas 60€ e fode-te puta".
Só me apetece tornar a ligar para lá, e excomungá-los com todos os nomes... sim, sim... porque só ontem a ligar para o apoio a cliente foram-se-me 20 euros e o técnico apareceu-me aqui às 23h saiu de cá às 23h40 e deixou-me isto na mesma coisa!

Era um grandessíssimo ferro em brasa pelo cú acima deles todos, para eles verem o que era bom!

E um Valium, alguém tem?!

Epah... que ninguém me lixe!

Não durmo desde terça-feira passada a sonhar com facturações, impressoras, pézinhos de borrego e línguinhas de vaca... e eu preciso mesmo, mesmo de dormir duas horinhas seguidas!

Cum raio!

Não sei se sou eu, ou se no fundo toda a gente é igual. Mas quando há alguma coisa nova na minha vida tenho tendências para andar quase um mês a sonhar com isso! Bem que me dizem que tenho que desligar quando saio às 18h, mas o meu inconsciente é teimosinho!

O que é mau, porque se é suposto ser uma coisa posivita começa rapidamente a tornar-se negativa porque aqui a Didi com soninho é pior que uma gata com o cio, impossível de aturar... fico com a birrinha do sono.
Maneiras que não sei se vá fazer ÓÓ, ou se vá fazer facturas, assim sempre adiantava algum trabalho, em sonhos é certo, mas sempre ia praticando.
AH e não sei se já vos disse, mas estou apaixonada pelo Windows Vista... é tãããão lindo! Tem tanta paneleirice lá, e paneleirice é o meu nome do meio... estou mesmo tentada a comprá-lo, não sei bem para que fim... mas não quero saber... Eu quero é gastar dinheiro!

I can see clearly now the rain is gone!

Que saudades de uma manhã chuvosa...

Do cheirinho a terra molhada, do cheirinho à maresia do Tejo...

Dos acidentes, das filas enormes de carros causadas pelas pessoas que têm medo de apanhar umas gotinhas de chuva nos cornos se andarem de transportes públicos!
Que saudades do cheirinho a naftalina e mofo, típico das roupas que tiveram fechadas a Primavera e o Verão inteiro dentro de uma arca ou de um saco...

Enfim... cheira a Outono, e apesar de eu adorar o tempo quente e o sol, também não desgosto de todo deste tempo "tristonho", que para mim até é bastante alegre! Pelo menos a mim a mudança de estação alegra-me, apesar de um mês depois já andar a barafustar com o tempo... mas isto sou eu, sempre insatisfeita!

Hoje tenho um feeling de que algo de bom vai-me acontecer, mas normalmente quando digo isto é porque o dia vai-me correr mal lol... por isso até estou com medo!

Ah... doce aroma!

Nada melhor para começar o dia do que uma badalhoca sentada ao nosso lado nos transportes com um belo cheirinho a chulé do mais alto nível!

E não sei qual seria melhor... se o seu chulézito fantástico ou o seu cheiro a bedum!

Valha-me Santa Engrácia

Ehhh mothêfuckêêê!!!

Ah porra!

Vinha toda contente dizer-vos que hoje tinha ido à reunião dos Consumistas Anónimos e que lá comprei o taaaaal mp3 (aquele muito gay que está nuns posts mais abaixo).

E não é que após uma tarde de aspiramentos, lavamentos de chão, lavaduras de roupa e outras coisas desse género... sento-me finalmente ao computador e vou por o coisinho à carga. Vem a Tsuki (que ultimamente me anda com uma mania de tudo o que encontra pela casa, vai enfiar na cagadeira dos gatos) que tem uma paixão por fiozinhos e empurra-me o mp3... Ora eu, inclino-me levemente para a direita para o apanhar, as rodinhas escorregam... a cadeira vira, eu caio e para mal dos meus pecados ainda levo com a parte de cima da cadeira na cabeça e com as rodinhas nas pernas!

Caramba... fiquei embrulhada no chão com a cadeira... parecia ali uma luta de wrestling e a cadeira a ganhar-me aos pontos.
E prontes, já sei que vou ficar cheia de nódoas negras nas pernas... começar um trabalho novo com as pernas todas amolgadas é sempre positivo!

Mas o Mp3 não caiu no chão, menos mal.

Alguém anotou a matrícula?!

É que sinto-me como se tivesse sido atropelada com um camião e o seu respectivo atrelado!

Pois, diga-se de passagem, que entre ontem e hoje foram grandes as emoções e tristezas!
Ontem, começou por o Boss não querer pagar o que (não era obrigado a pagar pois não dei os 60 dias de pré-aviso) eu achava que merecia por ter dado tudo aquela firma, desde uma grande discussão com ele e acusá-lo por não me dar valor nenhum... pronto, uma peixeirada de todo o tamanho... e o choro começou! Das 09h às 18h mal se falou e o choro continuou.

Hoje o Boss chama-me e paga-me o subsídio de Natal e as férias não gozadas... o que ainda me fez sentir com mais remorsos por sair assim de repente! É melhor lidar com a raiva do que com a pena dele, maneiras que ainda chorei mais. Ele desejou-me tudo de bom e disse que a porta estaria sempre aberta para mim, caso eu precisasse... e o choro começou!
Depois a minha querida amiga e colega Veri ofereceu-me uma lembrançinha e diz-me "Lá se vai o nosso sol", e eu digo "Oh Veri, eu não estou a morrer, vamo-nos ver mais vezes!"... e o choro começou!

Chorou-se sempre que eu mandava a piadinha que no meio desta história toda quem saiu a ganhar foi o Abade que já podia ir comprar a Playstation3.
Chorou-se sempre que eu dizia que o que me lixava a cabeça era nunca mais poder usar o meu saquinho sexy (cor de laranja choque) da merenda do almoço.
Chorou-se quando eu disse que queria que continuassem com as minhas manias da reciclagem.
Chorou-se quando eu disse que se voltasse a aparecer uma baratinha ou outra não a matassem porque são seres vivos.
Chorou-se quando eu disse que nunca mais ia ganhar bronze nos pés á porta da firma.
Chorou-se quando eu disse que nunca mais iria a um chinês na minha vida (porque lá é sóóóó lojas do chinês).
Chorou-se quando eu disse que nunca mais os ia chatear com a minha conversa dos telemóveis novos.

Sem ordem especial, à Veri, à Andressa, ao Sérgio, à Andreia, à Sandra, à Rosinda, e ao patrão também (à sua maneira)... queria dizer que ficam no meu coração para sempre, sei que vos vou voltar a ver muitas vezes... mas também sei que não tantas quanto gostaria, e que o facto que não vos ver diariamente dá cabo de mim e me põe a chorar (que nem consigo ver a merda que estou a escrever) e até chego a pensar que estou arrependida de me despedido.

Um ciclo fechou, outro começou... virei a página, e espero que o que venha seja bom.
Hoje estou triste, o que não é normal em mim...

Psicanalices!

E após a dos “problemas psicológicos” eis que me lembrei de um filme com Winona Rider e com a Angelina Jolie sobre malta com problemas de cabeça, e foi aí que a curiosidade me enrrabou e fui dar comigo a pesquisar no todo-poderoso-Google; Personalidade Limítrofe... e pronto descobri que tenho isso, e tenho um pouco de doença bipolar e ainda sou um bocado anti-social...

O que afinal até que se entende, porque ninguém com categoria que se preze tem um blog deste género, uma pessoa decente largaria os blogs e iria conviver com amiguinhos e amiguinhas e contar cusquices e apunhalar os mesmos amiguinhos e amiguinhas pelas costas.
Ora então vamos lá ver os sintomas:

1 Desregulação emocional – Admito... mas eu sou mulher e toda a mulher é desregulada!

2 Raciocínio “8 ou 80” (“branco e preto”, totalmente bom e totalmente mau) – Então... ou é ou não é pá, agora cá meias medidas é que não! Ou és do Benfica ou do Sporting, agora Porto NÃO (olha os portistas a mandarem-me pra um certo sítio lol).

3 Extremamente impacientes, têm dificuldade em esperar, querem tudo na hora e não conseguem tolerar decepções e frustrações – Exactamente, e digo mais: eu quero para ontem um mp3 que o meu avariou e eu não posso continuar dormir nos transportes... e se não me oferecerem suicido-me, porque não aguento a vergonha!

4 Além de ser muito difícil conseguirem concluir alguma tarefa persistente, tentam, enrolam, dão inúmeras voltas naquilo que deve ser feito mas não têm estabilidade, paciência e persistência o suficiente para levar adiante – verdadinha, ando há dois anos para pintar uma parede da sala de verde e uma dos dois quarto de laranja... e já pintei a sala e um quarto, o outro vai ficar branco e inacabado!

5 Tendências suicídas - ide ver ponto 3.

E como tão depressa vejo tudo cor-de-rosinha como a seguir vejo tudo negro e com sangue e apetece-me esganar alguém, sou bipolar!
Então digam-me cá uma coisa, aposto que qualquer pessoa se identifica com pelo menos um sintoma deste textinho o que me leva a crer que;

1- ou toda a gente é maluca e a humanidade estava bem era fechada num manicómio.
2- ou que os psicólogos, psicanalistas e afins querem é mamar dinheiro a toda a gente e toca de inventar sintomas a torto e a direito. Em algum hão-de acertar.

Se ris muito, és maluco.
Se andas trombudo, tens uma depressão.
Se andas de mal com a vida, tens tendências suicidas.
Se gostas de brincar, nunca ultrapassaste a fase criança e tens problemas que precisam de cura.
Se gostas de pinar, és tarado sexual.
Se gostas de levar no cú, pensas que és uma galinha.
Se tens muito calor depois de uma maratona, estás com febre.
Se dormes mal uma noite, tens insónias crónicas.
Se adormeces nos transportes, tens narcolepsia.
Se gostas de comer, tens um distúrbio alimentar.
Se não gostas de comer, tens à mesma um distúrbio alimentar.
Se pesas 5kg a mais do teu peso ideal, és obeso.
Se pesas 5kg a menos do teu peso ideal, és anoréctico.
Se gostas do fogo, és pirómano.
Se gostas de beber água, és parvo!
Se gostas de uma cerveja, és alcoólico.
Se gostas de pornografia, és Voyeur.
E se mantêns um blog és anti-social...

AHHHHH Olhem... eles que se matem!

Porquêêêê?!... mundo cruel!!!

Algo terrível aconteceu!

O meu querido leitor de mp3, morreu de velhice, de um dia para o outro simplesmente deixou de carregar, ou carrega mas a bateria não dá para uns miseráveis 5 minutos.
Ora isto para mim é uma catástrofe, porque a única maneira de eu não adormecer nos transportes é a minha rica música!
Vocês não queiram imaginar as tristes figuras que eu faço a dormir... normalmente existem aquelas pessoas que lutam contra o sono e vão o caminho todo a dar cabeçadas no ar e depois existem aquelas (como eu) que nem sequer tentam lutar com o sono, porque o gajo ganha sempre, por isso encosto a cabeça para trás, relaxo e adormeço... e quando acordo tenho sempre um canto da boca pegajoso! Ora, isto, é triste... e mais triste ainda é se eu começo a falar ou a mastigar durante o soninho (que é meu hábito fazer).
Maneiras que ando a ver se convenço o P. a oferecer-me um mp3... é claro que eu posso ir lá comprá-lo com ele, afinal a conta é conjunta, mas é muito mais engraçado se for ele a oferecer-mo sem eu estar á espera, é um miminho e é mais romântico (Alerta: Problema Psicológico).
Andei a averiguar qual deles me agradava o olho e apaixonei-me por este aqui:
É cor de rosinha como o outro e só custa a módica quantia de 64,00€.

Agora só falta convencer o P. a comprarmo antes do Natal porque eu não estou para andar a babar-me nos transportes durante mais três meses!
Que vergonha! Onde é que já se viu... com unhas chiques e depois a babar-me?!!

Tenho saudades...

... de entrar no autocarro e de mandar vir com a gaja atrás de mim que traz uma mala que mais parece uma geladeira de praia e que se me está a espetar nas costas...
Tenho saudades que me impinjam o Global, o Destak, os folhetos do VivaFit e os cartõezinhos do astrólogo professor Fofana (que tudo cura) sete vezes ao dia...

Tenho saudades de entrar de empurrão no metro para conseguir ficar lá dentro...
Tenho saudades daquelas pessoas que teimam em ler os jornais com o metro pelas costuras e acabam por fazer da minha cabeça um encosto para as folhas...

Ah...não espera...

Não é bem saudades não...é mais do género; se eu já acabei as minhas férias, então TODA a gente deveria ser proibida de continuar as férias e toca mazé de vir produzir para o País andar prá a frente!
Cambada de mafarricos só querem é descanso pá!

Constatação!!!

Preferia de bom grado pôr todos os dias supositórios do que ter herpes labial uma vez por ano...
Ninguém merece!

Ando aqui com as beiças que pareço um cabo-verdiano!

Acredita que é verdade

Quando eu era chavalita a minha mãe entretinha-se muito a gozar com a minha ingenuidade e uma das suas gozações preferidas era com as aftas, coisa que eu costumava ter muito na ponta da língua (sabe-se lá porquê).

Ela tinha sempre duas variantes, dependendo do que tinha à mão:

Técnica #1:
"Olha vai-me esfregar a língua ali naquela parede de cimento que isso desaparece!"

Técnica #2:
"Olha, vou-te por um bocado de mel na ponta da língua, mas tem atenção porque não podes engolir o mel! Ele tem que ficar na afta para a secar!"

Oras, na primeira técnica ao fim de raspar um bom bocado com a língua na parede realmente deixava de sentir a afta, mas também deixava de sentir a língua.
Na segunda... era crueldade pura! Porque eu adoro mel, e ficava ali a salivar, a salivar com a língua pendurada e a conter-me para não a meter para dentro e comer aquilo tudo...

Claro que nenhuma funcionou, mas pelo menos ainda se riram às minhas custas e eu ainda ganhei um traumazinho ou dois... e depois admiram-se que a juventude está perdida.

Não gosto!!!

Admito, sou cagufas!!!

Não gosto de estar em casa sozinha... ponto!

Não gosto de estar sozinha à noite porque parece que é quando toda a gente decide tocar-me à campainha, ou é a tvcabo, ou a meo, ou o pessoal da junta de freguesia a pedir uma contribuição para o Natal em pleno Agosto, ou os vizinhos que me deixam cair roupa no estendal... tudo se lembra de mim!

Não gosto de dormir sozinha porque mal começo a adormecer, a fechar o olho... pimba! parece-me ouvir um barulho e abro os olhos... ligo a luz e não vejo nada! Volto a fechar a pestana e volto a abri-la, a fechar e a abri-la sempre na esperança de ouvir um ruído ou ver uma sombra... sou capaz de estar assim uma noite inteira... e quando finalmente estou a começar a adormecer de madrugada é a gataria a correr por cima de mim e a gritar "MNHAAAAAA MNHAAAAA"... que é como quem diz "Comidinha, então?!"

Mas melhor que dormir sozinha à noite, é dormir sozinha à noite e com trovoada! (também não gosto de trovoada) Aí é que é bonito de se ver... mal há um clarão de um relâmpago, é verem-me a mim e aos três gatos a correrem em direcção à cama e enfiarmo-nos todos debaixo dos lençois e ficarmos sossegadinhos, caladinhos, a pedir aos santinhos que a trovoada não repare em nós e se ponha na alheta bem depressinha!

E hoje vai ser um daqueles dias em que não vou pregar olho :-S

[Nota: consultar um psiquiatra]

Tava a ver que não!

Que o Abade nunca mais fazia a barba!

Raio do homem que quase me parecia um sem abrigo, inclusivé, hoje ao acordar começei a gritar que me estavam a assaltar, vejam lá o estado em que o moço estava que nem o reconheci [váaá... eu tenho um bocadinho de miopia o que me faz confundir pessoas... às vezes... muitas vezes... na maioria das vezes lol].

Mas tenho a dizer que foi uma semana muito produtiva para a Confraria, as pessoas passavam na rua e davam-nos esmolas... para nos ajudar, eu fazia cara de coitadinha e de parva, e ele fazia cara de maluco e não havia quem não se prontificasse a ajudar... mais com medo do que outra coisa [basicamente é o que que toda a gente sente ao dar esmolas aos arrumadores] mas o que interessa é que estamos em saldo positivo de esmolas!

E mais... aquilo picava... na cara... hmm... não me posso alongar muito sobre este assunto porque o Abade pode vir cá e depois olhem... tenho que ligar para a APAV porque apanhei das boas. E picava porquê?!

Porque aquilo é barbão d'homem... de australopiteco másculo, não eram um simples pintelhinhos perdidos aqui e acolá, nã senhora! Pareciam resmas de cogumelos de aço (??) a nascerem num prado, se não acreditam vejam só nas técnicas de barbeamento do meu amoure:

Momento "Aprendam Homens com barba rija que o Abade não dura pra sempre":

- dar-lhe com uma rebarbadora;
- dar-lhe com uma lixa;
- dar-lhe com a máquina para cortar a barba;
- dar-lhe com a gilette.
- puxar lustro para ficar brilhante!

Mas digo-vos que depois deste trabalhão conquistam qualquer uma! Tou a ser mazinha... hoje o moço faz anos e eu estou práqui a gozar com ele (mas foi preciso fazer anos para a fazer, tou desgraçada).


PARABÉNS ABADEZINHO do meu sistema cardiovascular
[vulgo coração, mas isto é muito gay de se dizer]

Não mói, mas irrita

Gajas que acabaram de comprar uma malinha e não podem esperar até chegarem a casa para trocarem as coisas da mala velha para a mala nova.

Então em pleno autocarro sacam tudo cá para fora e toca de arrumar... o pior é que a mala tinha 500 fechos e a badalhoca arrumou aquilo tão bem arrumadinho que passou o resto da viagem á procura das chaves de casa dentro da mala, abriu e fechou os fechos uma catrefada de vezes, entretanto o telemóvel toca e ela não o encontra... e vai de tirar tudo para fora da mala outra vez e vai de voltar a arrumar tudo... cruzes canhoto!

Cânticos Gregorianos

Meus ricos filhos e filhinhas... e porque eu gosto de música clássica, eu, o Sr. Abade P. e um seu amigo, fomos disfutar de uma boa dose de música de qualidade!

Que cultura... Que categoria!

Só vos digo uma coisinha, vááá, ou duas: tenho o cabelo todo emaranhado, dói-me as costas e as pernas, tenho o pescoço de banda comó miranda e a voz soa um bocadinho a bagaço de tanto berrar catano.

Só não me vim nas cuecas a ouvir os deuses do metal porque parece mal dizer isso, e porque é pecado e o Sr. Abade não perdoa e dá-me no focinho como eu tanto gosto!

E para os invejosos que dizem "AH, tamos em crise mas para gastares 50€ num bilhete já não estamos em crise" eu vos digo que vos há-de dar uma granda caganeira e não se fala mais nisso!

AH, queria pedir desculpas e tal por não ir visitar nem comentar os blogs linkados, mas ultimamente aqui a Confraria anda em obras e não me dá muito espaço de manobra. Pra malta curiosa que fiquem sabendo que pintei a sala e o wall da entrada de verde lima e os quartos de laranja (só uma parede em cada divisão), maneiras que isto para cá se entrar em casa é necessário óculos de sol e eu ainda não estou bem habituada á coisa... mas que está uma casa à floribella, lá isto está!

Uma bomba...

Por gostamos sempre de uma boquinha bem lavadinha e cheirosinha!
E verdade seja dita, muito boa gente até a deveria lavar com lexívia, amoníaco e um pouco de diluente para finalizar a lavagem e tirar o mau cheiro, pois mandam um pivete da bocarra que até ressuscitaria os mortos das suas campas.

E como aqui temos bons costumes de higiene, para além de lavar o dentinho 3 vezes ao dia, instituímos outro mandamento; o bochechar o Listerine (passo a publicidade) de manhã e à noitinha!
Com tanto anúncio ao miraculoso líquido decidimos comprar a coisa... conhecem o slogan "Uma bomba na sua higiene oral"?! Pois bem, aquilo não uma bomba... aquilo é um ataque nuclear, aquilo é um Big Bang oral... é a extrema unção de toda a vida bacteriológica entre-dentes!

Para além de eliminar o mau hálito, de eliminar bactérias e refrescar, mata tudo!
Estejam preparados para chorar ao fim de 5 segundos (têm que estar 30) a bochechar aquilo e ainda mais preparados para ficarem meia hora a cuspir a saliva...

Irra!

PS- adivinhem que está de férias?! AH poizé

O Início

No início tudo estava em branco.
Então eu criei um blog, seleccionei o modelo pretendido, costumizei a coisa com textos e fotos... e por último... escrevi uma mensagem no Blog!

EHHHHHHH.

Viva o post nº 1 e que venham muitos mais!